Cidades

Sábado, 22 de Fevereiro de 2014, 13h:15 | Atualizado: 22/02/2014, 14h:28

Várzea Grande

Asfalto derrete como se fosse isopor, diz secretário para justificar buracos

montagem-buraco-VG.jpg

População de Várzea Grande sofre com os danos no asfalto presentes em quase todas as ruas

“A malha viária de Várzea Grande é deficitária, mal construída e com defeitos. O asfalto derrete como se fosse isopor”, afirma Gonçalo de Barros (PMDB), secretário de Infraestrutura do município para justificar porque cidade está com tantos buracos sem uma solução visível. De acordo com ele, em 2013, a gestão do prefeito Walace Guimarães (PMDB), para tentar solucionar o problema, fez 90 km de recapeamento e tapou buracos de outros 150 km. “Mas o ideal era que fosse feito em mais de 400 km”, pontua.

O secretário ainda salienta que essa malha viária é velha e precisa ser trocada, mas que algo feito durante décadas não tem como ser consertado em apenas um ou dois anos. “É muito imediatista achar que em um ano de mandato dá para fazer mágica”, comenta. Segundo ele, foi preciso que o prefeito “arrumasse a casa”, pagasse salários atrasados e diminuísse a inadimplência do município para a partir daí propor e realizar melhorias. Gonçalo avalia que a cidade chegou a beira do colapso e precisa ser reconstruída. “Incompetência é tão ruim quanto corrupção. Se for uma mistura dos dois pior ainda”, acrescenta.

Há algumas semanas o prefeito Walace tomou medidas para aumentar a arrecadação do IPTU, o que não foi visto com bons olhos pelos várzea-grandenses. “Não aumentamos o valor do imposto, e sim o valor de mercado dos imóveis”, explica Gonçalo. De acordo com o secretário, apenas 17% da população paga o IPTU e 70% das pessoas não tem documentação da casa onde moram, o que diminui consideravelmente a arrecadação. “Cuiabá ano passado coletou R$ 90 milhões em IPTU. Várzea Grande só R$ 7 milhões. Então, como investir na cidade se não há verba? Não é justificativa, mas essa é a verdade”, desabafa.

Gonçalo diz que quando um cidadão passa com o carro em cima de um buraco, com certeza pensa mal do prefeito. “Mas é preciso lembrar que isso vem de muito tempo, de gestões anteriores. O eleitor deve refletir pensar se fez sua parte, se pagou seus tributos e se está cobrando os políticos que elegeu”, diz.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • WALLACE G | Segunda-Feira, 22 de Setembro de 2014, 15h42
    0
    0

    È POVO DE VG, SEM PAGAR IPTU NÃO DÁ PARA EXIGIR NADA DA PREFEITURA...PAGUE E SÓ DEPOIS COBREM.

  • Ojeda | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2014, 00h46
    0
    0

    Será que ninguém entende que isso é um negócio?? Tapar buracos é uma forma de perpetuar um serviço, se solucionar o problema como conseguirão recursos para reparos das vias?? Isso é uma máfia!!!

  • João Edson Fanaia | Domingo, 23 de Fevereiro de 2014, 13h05
    0
    0

    Existem vários aspectos a serem considerados, limito-me aos básicos: E m primeiro lugar e o mais RELEVANTE, absoluta ausência, não apenas em Várzea Grande, mas no país de continuidade nas ações de administrações anteriores (isto quando elas ocorrem), ou seja, não há planejamento; Segundo ponto: Decorrente da primeira observação, lamentavelmente o tempo político não coincide com o de políticas públicas, as ações são desenvolvidas não tendo como referência o bem estar público e sim a construção de "novas lideranças" que raramente tem no mérito o ponto principal na montagem de equipes técnicas qualificadas para atender as demandas dos municípios; Terceiro: para captar recursos, sobretudo, na área federal só com projetos e lobby adequado; Quarto: recapeamento em período chuvoso e rasgar dinheiro; Cinco: há evasão fiscal em Várzea Grande? sem arrecadação adequada e aplicação corretíssima, nada se faz. Seis; Quem elege os prefeitos há décadas?

  • SERVENTE | Domingo, 23 de Fevereiro de 2014, 00h22
    1
    0

    É absurdo ouvir esse tipo de desculpa esfarrapada. Não precisa nem SER PREFEITO, SECRETARIO OU ENGENHEIRO, BASTA SER UM SERVENTE COMO EU para verificar, notar, avaliar quando um serviço é bem e mal feito, aliás de péssima qualidade. A maior prova é o fato de que existem certos buracos, que após a VIGÉSIMA, sem exagero, TRIGÉSIMA vez que é tapado, arrumado, SÓ aí fica bom, excelente??? É pq fazem um serviço de tapa buraco de péssima, baixissima, ínfima qualidade. Tem serviço que é relizado de manhã, quando chega de tarde o buraco tá maior que antes, aliás tem buraco que é tapado em determinada hora e após 02 horas, com meia duzia de carro que passa por cima tá lá o buraco de volta. Ai quando a EMPRETEIRA DESCONFIA ("ops, já ganhamos dinheiro a beça SÓ com esse buraco"), ai eles resolvem fazer um serviço decente. Tenho certeza que existe uma total conivÊncia por parte de representantes da prefeitura que obviamente fazem vista grossa dos serviços mal feitos. É preciso dizer que cada vez que um buraco é fechado, o serviço é lançado numa planilha QUE FARÁ PARTE DUMA NOTA FISCAL e a PREFEITURA, MELHOR DIZENDO, NÓS CONTRIBUINTES PAGAMOS. ENTÃO SENHOR SECRETARIO E PREFEITO, QUANDO OMESMO BURACO É TAPADO VINTE, TRINTA VEZES, ALGÉM TA LUCRANDO COM ISSO. AGORA TROCAR A MALHA VIARIA DE TODA A CIDADE. É SO O QUE ME FALTAVA. COMO MEU SAUDOSO AVO DIZIA: - ESSA É CONVERSA PRA BOI DORMIR.

  • joaoderondonopolis | Sábado, 22 de Fevereiro de 2014, 20h22
    3
    0

    Como disse o governador: MT 100% preparado para a copa do mundo.

  • Antonio Maria de Assis | Sábado, 22 de Fevereiro de 2014, 19h56
    2
    0

    O problema não é o asfalto antigo, o problema é a tal operação tapa buracos que é falha, No bairro Jardim Aeroporto existem n ruas com problemas a primeira a rua vira copos a prefeitura fez um trabalho lindo, interditou a rua no trecho problemático por cerca de 2 semanas e dizem que recaparam, só foi a primeira chuva cair que essa lama asfáltica (Terra, água mais tinta preta) foi junto com a chuva. Existem outros lugares perto do aeroporto que já estão ficando intransitáveis: como a Rua Antonio João que tem o campinho municipal. Rua Congonhas que recebeu uma cobertura de terra pra tapar o buraco do esgoto. Rua Santa Genoveva, que fica do lado de uma lanchonete e pizaria. e Fora a Avenida Castelo Branco que da acesso a câmara e prefeitura municipal, que também possuem buracos. Várzea Grande nosso município, Antes de mais nada vamos entender algumas coisas, o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) é um imposto estadual, cobrado anualmente, cuja alíquota varia a cada Estado de acordo com o valor do veículo. Esse é, provavelmente, o imposto estadual mais conhecido, já que atinge todas as pessoas que possuem um carro ou moto. O IPVA é um imposto arrecadado pelo estado cujo valor vai direto para o Tesouro, ou seja, o montante de dinheiro que o governo estadual tem para custear despesas e investir em obras e serviços. O recolhimento do IPVA é anual e 50% do valor arrecadado é destinado ao município onde o veículo foi licenciado. Sendo assim vamos ao que interessa, considerando o ano comercial, ou seja, 360 dias, o Estado de Mato Grosso arrecadou no ano passado (2013) um pouco mais de um milhão de reais por dia só em IPVA, informação essas da própria SEFAZ sobre o total arrecadado. (http://www.mt.gov.br/imprime.php?cid=102092&sid=163) Verificando o próprio site da SEFAZ, existe informações de eficiência sobre a Arrecadação do IPVA nos últimos 5 anos por Município, onde o município de Várzea Grande aparece no ranking no 121º Lugar com o montante arrecadado de R$ 167.766.090,72 ou seja em tese 50% ficou no município cerca de R$ 83.883.045,36, se fizermos uma média a grosso modo Várzea Grande teria arrecadado por ano cerca de R$ 33.553.218,14, já que 50% do Imposto vai para a localidade, quer dizer que a grosso modo Várzea Grande anualmente teve em seus cofres cerca de R$16.776.609,07 e ai fica uma pergunta cadê nossas ruas duplas?, com asfalto de qualidade? Serviço de drenagem para evitar alagamentos nas vias publicas, cadê? Link para o Ranking: (http://www.sefaz.mt.gov.br/portal/Tributario/PDF/IPVA-RANKING_DE_EFICIENCIA_DOS_MUNICIPIOS_ATE_DEZ-13-ATUAL_ATE_03-01-14.pdf) Isso sem contar o IPTU que pagamos sobre nossos imóveis que também tem a mesma função de manutenção da administração e melhoria dos serviços, infraestrutura, saúde e segurança. O FPM – Fundo de Participação do Município que é uma transferência constitucional (CF, Art. 159, I, b), da União para os Estados e o Distrito Federal, composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A distribuição dos recursos aos Municípios é feita de acordo com o número de habitantes, onde são fixadas faixas populacionais, cabendo a cada uma delas um coeficiente individual, seguindo com essa base nosso Município recebeu seguindo site do tesouro cerca de R$ 39.793.485,17 no ano de 2013 para melhoria de políticas publicas e cadê? (http://www3.tesouro.gov.br/estados_municipios/municipios_novosite.asp) Em ano de copa, com tantos recursos, cadê a contrapartida do município para com a população, isso que só citei 3 recursos que estão no orçamento municipal, senhor prefeito precisamos de infraestrutura, melhoria da qualidade de vida da população e não adianta falar que está pagando o descaso dos legados anteriores, porque todos falam a mesma coisa, o senhor foi escolhido para a Mudança e até agora não vimos. Vimos que recurso têm, falta melhor aplicabilidade dos mesmos, pois passou um ano da sua gestão e estamos sem ruas, sem iluminação até os serviços de tapa buraco são feito de maneira precária, pois depois do serviço vem a primeira chuva e os buracos voltam a aparecer, precisamos de melhorias no agora e não no estamos viabilizando, estamos planejando e estamos fazendo, palavras são bonitas, mas as ações são melhores.

  • Zé Poxoréo | Sábado, 22 de Fevereiro de 2014, 16h42
    1
    0

    Deviam era por na cadeia o engenheiro responsável técnico pela construção e o "irresponsável" que deveria ter fiscalizado!

  • ELIAS | Sábado, 22 de Fevereiro de 2014, 16h31
    0
    0

    TA CERTO E MAL FEITO MESMO, MAS PELO AMOR DE DEUS, NAO TEM MANUTENÇAO NENHUMA, DEIXA SOMENTE 2 CAMINHOES FAZENDO O TAPA BURACO, DIRETO P VER SE ACONTECE ESSE CAOS QUE ESTA EM VARZEA GRANDE, SE VOCE DEIXAR UMA CASA SEM MANUTENÇAO ACONTECE A MESMA COISA, AS COISAS VAO ESTRAGANDO, TEM QUE IR ARRUMANDO. SE NAO VIRA ISSSO, AGORA PORQUE E RUIM VAO ABANDONAR.....

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.