Cidades

Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2014, 17h:23 | Atualizado: 30/01/2014, 18h:33

Ocupação

Audiência ordena retirada imediata de famílias da gleba Suiá-Missú


de Barra do Garças

.

audiencia_suiamissu_justicafederal

Audiência decide que produtores devem ser retirados da Saiá-Missu

As famílias que reocuparam a terra indígena Marãwatsédé, a antiga gleba Suiá-Missú, no município de Alto Boa Vista, serão retiradas da área imediatamente. A decisão foi tomada durante a audiência de conciliação realizada nesta quinta (30), na Capital, entre representantes da Justiça Federal, Ministério Público Federal (MPF), União, Incra e Funai. O processo de retirada será feito pelas polícias Federal (PF), Rodoviária Federal (PRF) e Força Nacional de Segurança Pública em cumprimento a ordem judicial de desintrusão. 

Além da remoção, foi homologado o prazo de 60 dias para a realocação dos produtores em outro local. Incra, União e Funai terão dois meses para a apresentação do cronograma, com projeto parcial e preliminar a ser apresentado em 30 dias, sob pena de multa.

A homologação do acordo foi assinada pelo juiz federal substituto da 1ª Vara Federal de Mato Grosso, Ilan Presser e representantes do MPF, Incra, Funai, PF, PRF e pelo deputado federal Valtenir Pereira (Pros), que participou da audiência. 

De acordo com levantamento preliminar da Prefeitura de Alto Boa Vista, cerca de 300 famílias retornaram para a área no último domingo e nesta quarta (29), recomeçaram a construção de casas e curais para o gado levado ao local. Junto com as famílias, trabalhadores sem-terra também estão ocupando a reserva com a promessa de divisão das antigas propriedades pelos antigos donos.

Justiça Federal realiza audiência e tenta evitar conflito na Suiá-Missú

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • marcos gomes | Sexta-Feira, 31 de Janeiro de 2014, 12h46
    4
    1

    a policia so conseguira retirar os donos da area da suia-missu se rastelarem a pente fino toda a area, pois o pasto esta muito alto e tem lugar demais pros produtores se esconderem dessa vez nem helicoptero vao acha-los se tiram 1 vem mais 10...achos que um acordo ou pagar esses produtores o que lhes e devido seria a melhor opçao, ja que a dilma deu uma montanha do nosso dinheiro pra cuba...que tal investir em quem trabalha e produz riqueza pro nosso brasil. essas familias assim como eu, trabalhei comprei e paguei minha terra e nao abrirei mao dela de jeito nenhum. somos brasileiros e nao desistiremos nunca...essa multa estipulada pela justiça a funai, incra, pra eles nao fazem diferença pois tem ongs etç. que tem grana de sobra pra bancar, o que eles querem e ver a desgraça alheia e dilma assistindo de camarote, como se nao soubesse de nada...

  • "Adevogado da Barra do Garças" | Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2014, 23h06
    2
    0

    "Adevogado da Barra do Garças", Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • marcos gomes | Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2014, 19h52
    1
    0

    o povo precisa se unir igualzinho os indios fizeram quando invadiram as fazendas em sidrolandia-ms. etç, lutar, brigar, pelo seus ideais, e uma vergonha esse governo petista, nunca se viu na historia deste pais tanta desonestidade,crueldade, humilhaçao, com familias trabalhadoras. a mafia e assim; a funai planeja onde pretende roubar as terras, a dilma assina o decreto e dai bota a força nacional e o exercito, pra colocarem as familias no lixo, em miseria total. pra depois usufruirem juntamente com as ongs. o inferno seria pouco pra vçs... eu to falando alguma coisa que nao seja a verdade? esses indios so servem de massa de manobra pois tambem vivem em miseria absoluta. visite uma aldeia e provem vçs mesmo...

  • Antonio José | Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2014, 18h53
    2
    1

    Nessa hora eles tem pressa....mas na hora de tentar solucionar de VERDADE a situação de tantas famílias prejudicadas por uma decisão equivocada da funai, aí ninguém tem pressa. Será que um dia vamos ter orgulho dessa nossa JUSTIÇA???

Queda-de-braço em Alto Araguaia

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), enfrenta uma queda-de-braço com os vereadores. Recentemente, oito dos 11 parlamentares encaminharam ofício ao chefe do Executivo, inclusive com cópia para o MPE, considerando inoportuna, descabida e suspeita, neste momento de pandemia, fazer obra...

Estado amplia leitos de UTI no Sul

gilberto figueiredo 400 curtinha   O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (foto) reclama, sem citar nome, da forma como a prefeitura rondonopolitana está encarando a pandemia da Covid-19. Mesmo o governo federal já tendo pago diárias antecipadamente e, inclusive por três meses, de 10 leitos de...

Briga inconsequente com Santa Casa

z� do patio 400 curtinha   Acuado pela consequência da falta de planejamento e de gestão, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, está numa luta descabida de tentar encontrar culpados pelo avanço da Covid-19 no município. A prefeitura não construiu, sequer,...

2 secretários acionados sobre compras

ozenira 400 curtinha   Os secretários municipais de Cuiabá, Luiz Antonio Possas de Carvalho (Saúde) e Ozenira Félix Soares (foto), de Gestão, têm 48 horas para prestar esclarecimentos sobre compras, sem licitação, de óculos de proteção e macacões destinados a...

Valdir, conta rejeitada e pedido negado

valdirzinho 400 curtinha   Valdir Pereira de Castro, o Valdirzinho (foto), prefeito de Santo Antonio de Leverger, ingressou com pedido de revisão no TCE sobre o parecer contra aprovação das contas de 2018. O Tribunal apontou uma série de irregularidades, entre elas registros contábeis incorretos, abertura de...

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a administração Emanuel Pinheiro em Cuiabá

excelente

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.