Cidades

Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019, 10h:40 | Atualizado: 13/11/2019, 12h:43

CÁCERES

Bloqueio termina e acesso à Bolívia está livre após 21 dias de protesto contra Evo

Reprodução

Edineia Estev�o de Almeida e o filho  Matheus Neto

Edineia e o filho Matheus: Medicina na Bolívia

A fronteira do Brasil com a Bolívia, na região de Cáceres (a 220km de Cuiabá), foi aberta e liberada por manifestantes bolivianos, na manhã desta quarta (13), depois de 21 dias de bloqueio em sinal de protesto pela reeleição do presidente Evo Morales, que renunciou ao cargo no último domingo (10).

Segundo o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), a liberação foi pacífica. O trânsito foi liberado às 7h. Brasileiros podem entrar no país vizinho pela cidade de San Mathias e voltar pelo acesso oficial até Cáceres.

Nesta terça (12), a reportagem do mostrou que estudantes mato-grossesenses, que cursam medicina na Bolívia e ficaram impedidos de deixar o país por conta dos protestos, precisavam se juntar em um grupo de até quatro ou cinco pessoas para fretar um avião pequeno e conseguir voltar para casa no preço de 1,3 dólares (equivalente a R$ 5 mil).

O filho de Edineia Estevão de Almeida, de 44 anos, foi um dos que não conseguiu deixar o país. Explicou que os valores dos aviões fretados são extremamente altos e impossibilitam a partida, que, feita por vias terrestres, custaria no máximo R$ 150 até Cáceres, onde vive.

Agora, com a fronteira aberta, Edineia informa que seu filho já está com a passagem comprada e passará este final de semana em Cáceres. As faculdades, que estavam com atividades suspensas por conta dos protestos, também já retomam as atividades nesta quarta, garante a mãe. Apesar disso, o jovem irá faltar estes dias de aula para ficar junto da família e aliviar as angústias dos últimos dias.

Bloqueio pacífico

O comandante Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas, ressaltou que não houve registro de ocorrência grave durante o bloqueio. “Ficamos atentos a qualquer movimentação e preparados para intervir, caso fosse necessário, mas tudo ocorreu dentro da normalidade”.

A fronteira estava fechada pelos manifestantes desde o dia 25 – data em que foi anunciada a reeleição de Evo. Na ocasião, eles impediam o acesso de ambulâncias e veículos que estivessem socorrendo alguma vítima. Os bolivianos, que são oposição ao presidente, denunciam que houve fraude no processo de contagem de votos e organizaram diversos protestos no país. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Audiência na AL em prol dos autistas

diana serpe 400 curtinha   Convidada pela Assembleia, a advogada com forte atuação em São Paulo, Diana Serpe (foto), autora do e-book Autismo Educação e especialista na defesa dos direitos das pessoas com deficiência, vai participar de uma audiência pública e proferir palestra na segunda (9),...

Folha em dia e previsão do 13º dia 20

mauro mendes 400 curtinha   É possível que no dia 20 o governo estadual consiga pagar integralmente o décimo-terceiro dos cerca de 100 mil servidores. Ao anunciar que a folha de novembro será paga na próxima terça (10), em única parcela, pela primeira vez no ano, o governador Mauro destacou que...

Cidinho é o que mais agrega ao Senado

cidinho 400 curtinha   Depois de Blairo Maggi, o nome do empresário e ex-senador Cidinho Santos (foto) seria hoje o que mais agregaria a classe política e o agronegócio em torno de uma candidatura ao Senado numa eventual eleição suplementar. Conta com simpatia do senador Jayme Campos e do governador Mauro Mendes,...

Prova da lisura de membros do Gaeco

paulo prado 400 curtinha   O resultado da auditoria do TCE-MT sobre a prestação de contas do Gaeco das verbas secretas, entre 2012 e 2017, assegurando a sua legalidade, resgata a credibilidade, lisura e reputação ilibada dos membros que atuaram na época nesse braço investigativo do MPE, como o procurador e...

Posse 2 dias antes do possível retorno

maluf 400 curtinha   Guilherme Maluf (foto), que nem esquentou direito a cadeira de conselheiro, vai tomar posse na presidência do TCE-MT dois dias antes do STJ julgar um recurso que tende a suspender as medidas cautelares e definir pelo retorno ao Pleno dos cinco conselheiros afastados há dois anos. A solenidade acontece no...

Alerta sobre hanseníase nos presídios

alexandre bustamante curtinha 400   Duas secretarias do TCE ingressaram com representação contra duas secretarias de Estado. As de Controle Externo de Educação e Segurança Pública e de Saúde e Meio Ambiente acionaram no próprio Tribunal as pastas de Segurança Pública,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.