Cidades

Sábado, 03 de Agosto de 2019, 08h:00 | Atualizado: 03/08/2019, 10h:37

CASAMENTO SOCIAL

Cadeirante se encanta por voluntária, se declara e os 2 se casam neste sábado

Arquivo Pessoal

Cleber de Almeida Cardoso e Rosangela de Souza Silva

Cleber, que levou tiros em festa e virou cadeirante, e Rosangela: o amor veio aos poucos

Em meados do ano passado, o cadeirante Cléber de Almeida, 35 anos, estava no Lar São Francisco, em Cuiabá, quando recebeu a visita de estudantes de Enfermagem de uma universidade particular da Capital. Entre os alunos, estava a recepcionista Rosangela de Souza, 43.

Cléber acredita que foi amor à primeira vista. “Quando nos vimos, nossos olhos brilharam”. Para Rosangela, porém, o sentimento por ele surgiu posteriormente. “Com o passar do tempo”, explica.

Durante semanas, a recepcionista e os colegas de turma fizeram atendimentos aos moradores do lar, destinado a pessoas com alguma deficiência física. Rosangela comenta que se emocionou ao conhecer a história do futuro marido. Ele levou dois tiros, na testa e no pescoço, há 11 anos, em uma festa em Várzea Grande. Um dos disparos atingiu a coluna cervical dele, que ficou tetraplégico – o quadro de saúde do cadeirante melhorou e ele tem mais movimentos no corpo.

O Lar São Francisco é a residência de Cleber desde maio de 2018, após o pai dele, que era o principal responsável pelos cuidados com o filho, desenvolver problemas de saúde e ficar impossibilitado de auxiliá-lo.

“Como meu pai não conseguia mais me ajudar, procurei um lugar para morar e descobri o Lar São Francisco. Percebi que minha vida seria melhor aqui, porque teria acompanhamento profissional e a ajuda necessária no meu dia a dia”, comenta Cléber, que vive com um salário mínimo todos os meses concedido por meio do Benefício assistencial à pessoa com deficiência (BPC).

Quero cuidar dele e amá-lo. O Cleber é um homem incrível. Eu só agradeço a Deus ter colocado ele em minha vida. Ele é muito carinhoso e se preocupa comigo

Rosangela, noiva

A batalha de Cleber pela vida foi um dos principais fatores para que Rosangela se apaixonasse. “A história dele é muito inspiradora”, comenta. O contato entre eles era quase diário, mas se limitava a uma relação entre voluntária de Enfermagem e paciente.

A recepcionista e então estudante de Enfermagem – ela irá colar grau neste mês – conta que se surpreendeu com o primeiro convite para sair, semanas após conhecer o cadeirante. “A gente conversava muito e, certa vez, o Cléber me chamou para um encontro. Fiquei surpresa. Não sabia o que fazer, mas acabei aceitando”, relembra Rosangela.

Arquivo Pessoal

Cleber de Almeida Cardoso e Rosangela de Souza Silva

Uma selfie dos "pombinhos": ahhh o amor!!!

“Eu peguei o telefone, liguei para ela e chamei para sair. No primeiro encontro, já nos beijamos. Achava que não era algo sério, mas foi se tornando”, relata Cleber.

Depois de diversos encontros, eles começaram a namorar. Atualmente, a relação tem dez meses. Em fevereiro, ele a pediu em casamento. “Como ela é evangélica, sei que o casamento é considerado algo importante”, diz o rapaz.

Rosangela, que é mãe de quatro filhos, conta que, a princípio, ficou reticente. Mas aceitou o pedido de casamento. “Eu amo muito o Cleber, então não tinha motivos para não aceitar”, comenta.

A união

O enlace matrimonial de Rosangela e Cleber acontecerá neste sábado (3), no casamento social de Cuiabá. O evento será realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso e oficializará a união de 300 casais – o número total é em alusão aos 300 anos da Capital mato-grossense, comemorados neste ano.

O casamento social é coordenado pela Secretaria de Assistência Social. Segundo a Prefeitura, ele foi idealizado pela primeira-dama Márcia Pinheiro. Os custos do evento são pagos por empresas privadas.

No primeiro encontro, já nos beijamos. Achava que não era algo sério, mas foi se tornando

Cléber, o noivo

Para Cleber, o casamento será um momento importante. “O plano inicial era casarmos em novembro, mas quando soubemos do casamento social, logo nos inscrevemos, até mesmo para economizar”, explica o rapaz.

Depois da cerimônia, os dois planejam morar juntos, na residência em que Rosangela mora com três filhos, no bairro CPA 4. “Ele acha que a deficiência dele pode ser um problema para mim. Mas isso não é dificuldade nenhuma. Cuido dele por amor”, diz Rosangela.

"Quero cuidar dele e amá-lo. O Cleber é um homem incrível. Eu só agradeço a Deus ter colocado ele em minha vida. Ele é muito carinhoso e se preocupa comigo”, acrescenta a recepcionista.

Depois da união, Cleber planeja concluir o ensino médio - ele estudou até o nono ano do ensino fundamental -, por meio do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA). “O meu maior desejo é poder trabalhar. Quero encontrar uma empresa que possa me contratar, porque quero construir uma vida tranquila ao lado da minha companheira”, diz.

Rosangela acredita que, juntos, ela e o futuro marido irão superar as dificuldades que surgirem. “Quero que a gente dê muito certo. Quero que a gente fique junto até a velhice. Até que a morte nos separe”.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Eva do Carmo Oliveira | Terça-Feira, 06 de Agosto de 2019, 08h11
    0
    0

    Que lindo,Deus abençoe a união de vcs

Álbum de casamento para 300 casais

marcia pinheiro 400 curtinha   A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (foto), que desde 2017 lidera alguns projetos sociais de forma voluntária, fez questão de, mesmo com a pandemia da Covid-19, promover, na última segunda, entrega simbólica de álbuns de casamento para 10 casais, que foram...

Fora de vez da disputa para senador

cidinho santos 400 curtinha   O empresário e ex-senador Cidinho Santos (foto), recém-filiado ao DEM, desistiu de vez da ideia de entrar de última hora na corrida ao Senado, na suplementar que será realizada em novembro deste ano. E por algumas razões. Primeira, como sócio do frigorífico União...

TCE suspende licitação de R$ 12 mi

air praiero 400 curtinha   Uma concorrência pública, com valor estimado de R$ 12,5 milhões, tocada pela secretaria de Habitação e Regularização Fundiária de Cuiabá, sob o defensor público licenciado Air Praeiro Alves (foto), foi suspensa cautelarmente pelo TCE por causa de...

6 estão no páreo em Tangará; 2 fortes

vander masson 400 curtinha   Tudo indica que os tangaraenses terão nas urnas 6 candidatos majoritários nas eleições de novembro. O cenário está se desenhando com os seguintes "prefeitáveis": Chico Clemente (PSD), Gunther Duarte (PSL), Vander Masson (foto), do PSDB, Claudinho Frare (Republicanos),...

Bolinha é multado por irregularidades

humberto bolinha 400 curtinha   Por causa de irregularidades cometidas ainda em 2017, ao fazer aquisições sem realizar licitação e/ou pesquisa de preço, o prefeito de Guiratinga, Humberto Domingues, o Bolinha (foto), recebeu multa do TCE de 12 UPFs-MT, correspondente hoje a R$ 1,7 mil. E será intimado pelo...

Puxando o "rei" pra baixo em Tangará

reinaldo morais 400 curtinha   A pré-campanha ao Senado do empresário Reinaldo Morais (foto), o "rei dos porcos", evangélico e bolsonarista, vem ganhando aceitação popular em vários municípios. Mas, em Tangará da Serra, enfrenta muita resistência. Algumas pessoas próximas ao...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.