Cidades

Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 18h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INVESTIGAÇÃO

Comissão faz vistoria no hospital Universitário por desativar setores

Fachada do HUJM   Uma comissão do governo federal vem a Cuiabá ainda esta semana vistoriar as dependências do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM) e apurar os motivos da desativação do Pronto Atendimento Pediátrico, a UTI Neonatal e a Enfermaria Pediátrica da unidade. Desde 4 de janeiro, a diretoria fechou as portas destes setores sob alegação de falta de recursos para prestar os serviços.

   A comissão do governo federal é formada por representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog) e pelo Ministério da Educação (MEC). A vistoria foi solicitada pelo presidente da Associação dos Docentes da UFMT, professor Carlinhos Eilert, que foi a Brasília cobrar a reativação dos setores paralisados.

   Em audiência ontem à tarde com o secretário de Recursos Humanos do Mpog, Duvanier Ferreira, e a coordenadora-geral de Residências em Saúde do MEC, Jeanne Liliane, Eilert explicou que o HUJM é o único hospital 100% SUS de Cuiabá e cobrou mais recursos para unidade e a contratação de servidores, via concurso público. “As matérias publicadas na imprensa e a pressão política contra o fechamento dos setores pediátricos do HU motivaram a vinda da comissão”, explica Eilert.

   Também esteve presente na audiência a coordenadora-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFMT (Sintuf), Ana Bernadete, que atua como auxiliar de enfermagem no HU desde 1984, data de fundação do hospital escola. Ele avisa que nesta quarta (20), às 13h30, haverá uma Assembléia Geral dos funcionários do HUJM para repasse de informes à categoria.

   Em 16 de dezembro, a Adufmat e o Sintuf entraram com uma representação no Ministério Público Federal (MPF), pedindo ao órgão que tomasse providências para impedir a desativação dos setores pediátricos do HUJM. O procurador Gustavo Nogami, que está elaborando uma ação civil pública, aguarda informações do hospital e do MEC, requeridas para embasar a ação. Segundo informações da Adufmat, há a sinalização de R$ 300 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a reestruturação de hospitais universitários.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Denúncia, psiquiatria e agora atestado

elizabeth 400 curtinha   Lotada como técnico-administrativo do RH do Hospital Metropolitano da Capital, Elizabete Maria de Almeida (foto), recorreu a um psiquiatra uma semana depois de registrar um BO e, sem apresentar provas, acusar o prefeito Emanuel de negociata, inclusive com dinheiro vivo para vereadores, com vistas a...

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

Gilberto prestigia sobrinho na Câmara

marcelo oliveira 400 curtinha   Depois de 11 meses sem pisar os pés na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador licenciado Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde e um dos pré-candidatos a prefeito do grupo do governador Mauro, apareceu neste sábado na sede do Legislativo, no ato que marcou a...

Suplente que terá 2 anos de mandato

adilton da levante 400 curtinha   Derrotado à reeleição em 2016, Adilson da Levante (foto) reassumiu cadeira de vereador pela Capital desde janeiro deste ano e deve prosseguir no cargo até o final do mandato, em dezembro de 2020. É que o titular Gilberto Figueiredo, que se elegeu pelo PSB e vai migrar para o DEM,...

PSDB veta Taques e vai priorizar Leitão

paulo borges 400 curtinha   O comando regional do PSDB não vai dar chance para Pedro Taques, caso este ensaie concorrer ao Senado com a provável suplementar, já no início de 2020 com a iminente cassação do mandato de Selma. Embora tenha dito que hoje se dedica à advocacia e à vida de professor...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.