Cidades

Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 18h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INVESTIGAÇÃO

Comissão faz vistoria no hospital Universitário por desativar setores

Fachada do HUJM   Uma comissão do governo federal vem a Cuiabá ainda esta semana vistoriar as dependências do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM) e apurar os motivos da desativação do Pronto Atendimento Pediátrico, a UTI Neonatal e a Enfermaria Pediátrica da unidade. Desde 4 de janeiro, a diretoria fechou as portas destes setores sob alegação de falta de recursos para prestar os serviços.

   A comissão do governo federal é formada por representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog) e pelo Ministério da Educação (MEC). A vistoria foi solicitada pelo presidente da Associação dos Docentes da UFMT, professor Carlinhos Eilert, que foi a Brasília cobrar a reativação dos setores paralisados.

   Em audiência ontem à tarde com o secretário de Recursos Humanos do Mpog, Duvanier Ferreira, e a coordenadora-geral de Residências em Saúde do MEC, Jeanne Liliane, Eilert explicou que o HUJM é o único hospital 100% SUS de Cuiabá e cobrou mais recursos para unidade e a contratação de servidores, via concurso público. “As matérias publicadas na imprensa e a pressão política contra o fechamento dos setores pediátricos do HU motivaram a vinda da comissão”, explica Eilert.

   Também esteve presente na audiência a coordenadora-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFMT (Sintuf), Ana Bernadete, que atua como auxiliar de enfermagem no HU desde 1984, data de fundação do hospital escola. Ele avisa que nesta quarta (20), às 13h30, haverá uma Assembléia Geral dos funcionários do HUJM para repasse de informes à categoria.

   Em 16 de dezembro, a Adufmat e o Sintuf entraram com uma representação no Ministério Público Federal (MPF), pedindo ao órgão que tomasse providências para impedir a desativação dos setores pediátricos do HUJM. O procurador Gustavo Nogami, que está elaborando uma ação civil pública, aguarda informações do hospital e do MEC, requeridas para embasar a ação. Segundo informações da Adufmat, há a sinalização de R$ 300 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a reestruturação de hospitais universitários.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.