Cidades

Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 17h:14 | Atualizado: 20/01/2021, 18h:14

ROTINA

Condenada pela morte de Isabele, garota ainda está em quarto isolado no Pomeri

ReproduçãoHTN

Bianca Cestari

Momento em que empresário leva filha à delegacia 

Menor condenada pela morte da amiga Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, cumpre pena em um quarto isolado no Centro de Atendimento Socioeducativo de Internação Provisória e Internação Feminina, dentro do Complexo Pomeri, em Cuiabá, desde a noite desta terça (20). Medida é necessária para prevenção ao coronavírus.

Ela foi entregue à Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) pelo seu pai, o empresário Marcelo Cestari, após decisão da juíza da 2ª Vara Especializada da Infância e da Juventude de Cuiabá, Cristiane Padim. Magistrada entendeu que internação era necessária e citou frieza, hostilidade, desamor e desumanidade por parte da menor ao cometer o crime.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), jovem deve ficar no quarto isolado por um período de 7 dias. Após esse prazo, será integrada ao convívio com as demais jovens internadas. Atualmente, unidade feminina abriga 6 adolescentes, contando com ela.

Suas atividades de rotina serão cumpridas normalmente, sem diferenciação entre as demais. Ela deve dormir em um quarto sozinha. Horários de rotina não podem ser informados, de acordo com a secretaria, por motivos de segurança. Menor responde por ato infracional análogo a homicídio doloso e qualificado.

Decisão

Ao decidir pela internação da menor, magistrada afirmou que matar uma pessoa é um ato infracional violento, no entanto, matar um amigo dentro de sua própria casa é muito mais violento pelo fato da vítima não esperar tal atitude.

Nesse ponto reside a qualificadora que torno o ilícito ainda mais grave. Isto é, a surpresa do ataque

Diz trecho da decisão da juíza

“E nesse ponto reside a qualificadora que torno o ilícito ainda mais grave. Isto é, a surpresa do ataque que dificultou, ou até mesmo impediu qualquer ato defensivo por parte da adolescente vítima. Não bastasse a lógica da dinâmica fática de que a ofendida não teve como se defender no interior do banheiro localizado no quarto da casa da amiga, onde tinha acabado de jantar e freqüentava diariamente”, pontuou.

Juíza entendeu que o crime e a sua intenção foram comprovados em todos os fatos apresentados na representação do Ministério Público Estadual (MPE), que pediu pela internação provisória da menor.

Isabele foi morta no dia 12 de julho de 2019 com um tiro na cabeça. Ela estava no banheiro da casa da família da atiradora no mesmo condomínio onde morava. Polícia Civil apurou que jovem estava no cômodo junto com Isabele com uma arma de fogo apontada para a sua cabeça e atirou a curta distância.

Investigadores concluíram que adolescente tinha consciência dos riscos de apontar a arma para a vítima e, por isso, ao menos assumiu o risco de matá-la.

O Ministério Público Estadual (MPE) acusou a amiga de matar Isabele por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso. No início de setembro pediu a internação provisória dela.

Seis dias depois, a Justiça aceitou o pedido do MPE, ordenou a internação da menina, que não chegou a ficar nem 12 horas em internação porque a Justiça concedeu habeas corpus (HC).

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso manteve a adolescente em liberdade até a conclusão do processo.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...