Cidades

Terça-Feira, 10 de Agosto de 2010, 16h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

Rumo à Copa de 2014

Construtoras sofrem com demora na liberação de alvarás em Cuiabá

   Rumo à Copa de 2014, projetos de construtoras em Cuiabá sofrem com a demora na aprovação e liberação de alvarás para terem início. Isso porque a equipe de 35 profissionais, entre engenheiros e arquitetos, que trabalha na prefeitura é insuficiente para atender a demanda. Só no setor de análise, onde trabalham apenas seis pessoas, tramitam cerca de 200 processos. Devido ao acúmulo de trabalho, a categoria se mobiliza para reivindicar melhores condições de trabalho, mudanças no plano de carreira e aumento de salários.

   O presidente do Sindicato dos Engenheiros Civis, Luís Benedito Lima Neto, argumenta que pela legislação, um profissional que trabalha 6 horas por dia tem direito a receber remuneração de seis salários mínimos, o equivalente a R$ 3 mil. Atualmente, os engenheiros que atuam na Prefeitura de Cuiabá no regime de 40 horas semanais ganham pouco mais de R$ 1,4 mil. O secretário de Desenvolvimento Urbano da Capital, Arquimedes Pereira Lima, reconheceu que o quadro de funcionários é insuficiente, mas disse que alterações nos salários e nos planos de carreira dependem de aprovação da Câmara de Vereadores.

------------------------------------------------------
Clique no play e confira a reportagem da TV Centro América 

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • antonio | Terça-Feira, 24 de Agosto de 2010, 16h42
    0
    0

    Essa copa do mundo tomara que não seja igual a da africa, gastaram milhões e milhões com estadios e outras coisas e deixaram a educação e a saúde chupando dedo, nas cidades vizinhas de cuiaba as escolas estão caindo aos pedaços... pensem nisso!!!

  • Chauke Stephan Filho | Quinta-Feira, 12 de Agosto de 2010, 10h34
    0
    0

    Amigos e Amigas Os faraós do Egito certamente tinham pelos escravos que construíram as pirâmides mais consideração do que os prefeitos de Cuiabá têm pelos arquitetos e engenheiros da Prefeitura. Disso resulta condições precárias de trabalho e salários insuficientes e degradantes. A greve dessa categoria será, em breve, consequência dessa vergonhosa situação. Uma questão de dignidade... A Administração da cidade, que assiste à construção de condomínios de alto luxo e a outras obras milionárias, não pode tratar um profissional nobre, como é o caso de um arquiteto, entre outros, de forma tão vil. Tamanha contradição é insuportável e inevitavelmente geraria reações de alguma forma de protesto que, aliás, já vêm tarde. Quem luta pela remuneração digna do trabalho na Prefeitura de Cuiabá presta grande serviço a toda a sociedade. Que o rio Cuiabá seja o nosso Nilo, e que o Haiti jamais seja aqui. Prefeito, mire-se no exemplo dos faraós, que nada deixavam faltar a seus escravos, e pague salários dignos!

  • Lucineyde A. Medeiros | Quinta-Feira, 12 de Agosto de 2010, 09h38
    0
    0

    È impressiomante o despreparo de Cuiabá, cidade com quase 1 milhão de habitantes, cujo crescimento dá-se de forma desordenada sem um ordenamento territorial efetivo que possa promover politicas de ocupação do solo que não agrida o meio ambiente com vista à qualidade de vida urbana para as futuras gerações. devido a sua força econîmica do Estado possuir na prefeitura ouco mais de 36 profissionais na área de engenharia e arquitetura.O arquiteto é o frofissional habilitado para a gestão da politica urbana desde o planejamento, na formulação e execução do desenvolvimento urbano de forma social e ambientalmente sustentável.Não me parece que a administração do municipio esta preocupado com o futuro da cidade. Hoje os gestores desde o primeiro dia de sua posse esta só preocupado com politica partidaria e o seu futuro politico.A meta é ser Governador, Senador ou quem sabe o Papa.Nos proximos 5 anos muitos destes profissionais estarão aposentndo e não há substitutos.Quem iria se submeter a um salario de fome.Os profissionais que foram clamados através de concurso público ninguem completou um ano trabalhando todos pediram demissão.Como reverter o caos urbano se os gestores publicos não estão nem ai para o problemas da cidade? comportam-se como bombeiros apagando focos de incendio aqui e ali.Gente fala sério. Vamos tratar Cuiabá como uma cidade importante não e mais admissivel brincar de ser prefeito.A copa do mundo vem aí e o mundo terá os olhos para Cuiabá.A nossa cidade esta abandonada, largada e feia, façamos alguma coisa por ela agora e já.Cuiabá pede socorro! bombeiros apagando fogo aqui e ali atabalhoadamente como sempre fazem e a população que se lixe. prefeitura de Cuiabá um ano pediram demissão

  • Valdir | Quinta-Feira, 12 de Agosto de 2010, 07h38
    0
    0

    O Governo ao lançar obras, programas deve primeiramente pensar na capacidade de atendimento do órgãos. Tá evidente que Prefeituras, CAIXA, Receita Federal e Cartórios são incapazes de atender as demandas de Construção. E qual a solução? Primeiro esse órgãos deviam preparar melhor seus colaboradores. O autoritarismo, a despreocupação com prazos, o descaso são evidentes. A outra solução seria descentralizar. Repensar estruturas em outros órgãos, empresas que possam dar cumprimento a todas as etapas das demandas. A Prefeitura de Cuiabá, assim como a de Rondonópolis estão abarrotadas de DAS, porém vergonhosamente os atrasos são constantes, isso demonstra apenas que falta GESTÃO. O prefeito e seus secretários usam cargos públicos para pagar promessas de campanhas. Não tem quaisquer preocupações com a qualidade, com os investimentos feitos por terceiros para garantir o cumprimento das obras lançadas pelos Governos. É lamentável que o descaso desses Gestores: Prefeitos, Receita Federal, CAIXA, prejudiquem a população e ninguém faz nada. Matérias dessa natureza deveria ser investigadas pelo Ministério Público.

  • Jose Beloli | Quarta-Feira, 11 de Agosto de 2010, 20h37
    0
    0

    O WS definiu a adequação do Plano de Carreira da Categoria de Engenheiros e agiu covardemente, entregando a implantação da nova tabela a este "empresário" da Educa$$ão que entrou na Prefeitura pela porta dos fundos. Como faz com os funcionários de sua empresa, ele está tentando tirar a dignidade do Engº Servidor, que já está massacrado pelo aviltante salário recebido. Fechem a cidade! Sua greve é mais que legítima!

  • mario de andrade | Quarta-Feira, 11 de Agosto de 2010, 11h19
    0
    0

    É inadimissível um negócio desses. Um profissional que cuida da urbanização da cidade ,cumprimento da legislação ambiental,plano diretores ser tão desvalorizado assim. Eles deveriam paralizar as suas atividades.Cuiabá já está mesmo abandonada,vamos largar tudo para ver como fica.Fala para esse Galindo verificar em toads as capitais do Brasil como se paga engenheiros e arquitetos.Por eles passam projetos milionários e cada arranhacéus e planos merambulantes de engenharia.A responsabilidade é indiscutível. Quem deveria se solidarizar com esses técnicos são todos os sindicatos envolvidos na rede de engenharia.Vamos á luta, escravidão já acabou.

  • roberto de oliveira | Quarta-Feira, 11 de Agosto de 2010, 11h05
    0
    0

    Éum absurdo uma capital Sede da Copa 2014 estar passando por esse problema sério de gestão.Todo mundo sabe que a indústria da construção civil avançou e se caracteriza como a mão de obra mais emergente no Brasil.Mas aqui em Cuiabá os arquitetos vivem mendigando salários aos seus prefeitos.Inclusive essa conversa de valorizar essa classe é antiga.Nos ultimos vinte anos ,o unico prefeito que olhou para esses técnicos foi o saudoso Dante de Oliveira.Esse WS fez inúmeros compromissos e não cumpriu um.Este é um desabafo de um munícipe que trabalha na área e precisa desses´profissionais para ganhar o pão de cada dia.Pois,conforme o presidente do sindicato afirmou eles recebem R$ 1470,00, isso é uma vergonha,pois ,sem menosprezar as outras categorias, o motorista da camara de Rondonópolis recebe R$ 1500,00,conforme ultimo edital de concurso vigente.Galindo tenha complacência e faça cumprir alei do piso dos engenheiros!!!

Tucano dá título a Bolsonaro em Sinop

dilmair callegaro 400 curtinha   O presidente Jair Bolsonaro, que comanda o país desde janeiro do ano passado, irá receber o título de Cidadão Sinopense, mesmo sem previsão de pisar os pés, por enquanto, ao município considerado Capital do Nortão. A homenagem partiu do vereador do PSDB Dilmair...

Ação pró-Thiago, mas Luizão resiste

carlos bezerra 400   Com uma pesquisa debaixo do braço, cujo resultado traz Thiago Silva na dianteira na corrida à Prefeitura de Rondonópolis, inclusive na frente do prefeito Zé do Pátio (SD), o MDB de Carlos Bezerra (foto) tenta convencer o empresário Luizão (PRB) a recuar para apoiar o...

Padrinho político de Fabio a prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Após se reunir com o governador Mauro Mendes (foto) na sexta (14), o suplente de senador Fabio Garcia, presidente regional do DEM, deve oficializar sua pré-candidatura à Prefeitura de Cuiabá. Fabinho quer discutir com Mauro, que é seu padrinho político, o arco de aliança e...

4 ex-prefeitos se juntam em Chapada

gilberto mello 400 curtinha   Considerado nome mais forte da oposição, Gilberto Mello (foto), do PL, lançou sua pré-candidatura à sucessão em Chapada dos Guimarães com apoio de nada menos que três ex-prefeitos, fora ele próprio, que administrou o município entre 2005 e 2008....

Contrato em VG sob irregularidades

jaqueline jacobsen curtinha 400   O TCE mandou a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, suspender qualquer pagamento à empresa Lidyfarma Comércio de Produtos Farmacêuticos referente a um contrato sem licitação para compra de 50 mil comprimidos de Azitromincina 500 mg para combate ao coronavírus....

Fabio deve mesmo tentar prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   O DEM do governador Mauro aposta todas as fichas na candidatura do empresário Fábio Garcia (foto) a prefeito de Cuiabá. Até sexta ele deve responder "sim" ao partido. Fabinho, como é conhecido, é um dos integrantes do núcleo de confiança do governador. Inclusive foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.