Cidades

Segunda-Feira, 29 de Abril de 2019, 14h:49 | Atualizado: 29/04/2019, 17h:04

Alunos são encaminhados a quadra e PM entra no IFMT após ameaça de ataque

Twitter

IFMT+_ataque

Alunos foram levados para o "Fornão". Suspeita de ataque provocou pânico no IFMT

Uma suspeita de ataque causou pânico entre alunos e professores do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), na região central de Cuiabá, na manhã desta segunda (29). Equipes da Polícia Militar foram até a unidade de ensino.

Representantes do IFMT solicitaram que a Polícia Militar fosse até o campus, em razão de mensagens de ameaças a professores, que estavam sendo replicadas em grupos de WhatsApp.

De acordo com a Polícia Militar, o autor não foi identificado. Os alunos foram encaminhados para a quadra poliesportiva (Fornão) para, segundo a unidade de ensino, serem informados que não havia riscos de ataque ao local. Eles tiveram as aulas suspensas no período matinal.

Conforme a PM, as aulas na unidade de ensino foram retomadas no período da tarde. 

Ameaças de ataques em Cuiabá

A Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) conduz sete inquéritos em Cuiabá sobre ameaças de ataques em unidades de ensino da Capital.

Uma das mais recentes foi feita por um estudante de 15 anos, no Colégio Coração de Jesus. O adolescente foi expulso da escola e deixou a cidade, junto com a família, após ser alvo de críticas. O caso é investigado e os pais deverão ser responsabilizados.

Os diversos casos de ameaças contra unidades de ensino tiveram início após o massacre em Suzano (SP), no qual dois jovens invadiram uma escola. Ao todo, incluindo os responsáveis pelo ataque em São Paulo, 10 pessoas morreram.

Vinicius Lemos

PM_IFMT

Polícia Militar, no período da tarde, segue fazendo rondas pelo IFMT. Instituição garante que situação foi contornada e que não há risco de ataque no local

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

5 ensaiam em Cáceres pela oposição

tulio fontes curtinha   Enquanto três tucanos da base do prefeito Francis vivem expectativa por candidatura pelo palanque situacionista em Cáceres, grupos de oposição se movimentam para lançar nomes competitivos. O advogado e ex-prefeito por dois mandatos Túlio Fontes (foto), do PV, demonstra certo...

Base de Francis, Júnior e divergências

eliene liberado curtinha   O prefeito de Cáceres Francis Maris, no segundo mandato e, portanto, fora do projeto majoritário de 2020, não esconde mais de ninguém que o nome preferencial para a disputa à sucessão é do seu secretário de Turismo, Júnior Trindade. E isso não tem...

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

Cândida Farias troca MDB pelo DEM

candida farias curtinha   Aos 68 anos, completados nesta segunda (17), a empresária Cândida Farias (foto), segunda-suplente do senador Jayme Campos, está desembarcando do MDB e vai se filiar ao DEM. Apesar da mudança de legenda, ela não tem pretensões de concorrer a cargo eletivo nas urnas de 2020....

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.