Cidades

Quinta-Feira, 30 de Maio de 2019, 17h:58 | Atualizado: 31/05/2019, 09h:44

Valor da passagem de ônibus em Cuiabá volta a subir para R$ 4,10; TCE irá avalizar

Rodinei Crescêncio

Onibus Esta��o Alencar

Estação Alencar, na avenida Getúlio Vargas, Cuiabá; passagem volta a subir para R$ 4,10

A passagem de ônibus em Cuiabá, atualmente a R$ 3,85, deverá subir para R$ 4,10. O novo valor foi aprovado pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), em reunião realizada na manhã desta quinta (30).

A decisão foi tomada pelo Conselho Participativo da entidade, em reunião que deliberou sobre os cálculos de revisão do valor tarifário do transporte coletivo na Capital.

De acordo com a Arsec, o aumento na passagem foi definido tendo como base as determinações que constam em um processo em andamento no Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), referente ao assunto.

A tabela de revisão foi novamente apresentada ao colegiado, que por oito votos favoráveis e dois negativos, aprovou o aumento. A Arsec informou que irá publicar o novo valor no Diário Oficial do Município, nesta quinta ou na sexta (31).

Para que o valor passe a ser cobrado na Capital, o TCE deverá avaliar a decisão do Conselho Participativo da Arsec. A partir de então, caso a Corte de Contas concorde com o apontamento, os R$ 4,10 passarão a ser cobrados no transporte público de Cuiabá

Impasse no valor

Em janeiro, a passagem havia subido para R$ 4,10. No entanto, o TCE voltou o valor para R$ 3,85, pois apontou que o cálculo feito para justificar o aumento havia sido irregular (Com Assessoria).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Nascimento | Sexta-Feira, 31 de Maio de 2019, 08h24
    1
    0

    eu fico aqui pensando, a qualidade do transporte público não COMEÇA pelos pontos de onibus. na minha opinião sim. Se é assim, porque quem tem que criar e manter estes pontos de onibus NÃO SÃO AS EMPRESAS OPERADORAS DO SISTEMA. Afinal elas que ficam com o lucro.

Matéria(s) relacionada(s):

DEM "esconde" candidatos a vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O presidente do DEM em Cuiabá, Beto 2 a 1 (foto), secretário estadual de Governo, faz mistério sobre a chapa que está sendo montada para concorrer a vagas na Câmara de Cuiabá. Não esconde apenas o nome do vereador Marcelo Bussiki que, em março, deixa o PSB aproveitando...

Fávero e peso político em novo partido

silvio favero 400   A definição pelo presidente Jair Bolsonaro para que Silvio Fávero conduza a Comissão Provisória em MT da Aliança pelo Brasil, partido que só será criado oficialmente no próximo ano ou em 2021, representa peso político importante para o deputado de primeiro...

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

R$ 71 mi já estão reservados para 13º

rogerio gallo 400 curtinha   Após os primeiros meses de "choradeira", pintando cenário do caos financeiro e administrativo, o governo estadual consegue, pela primeira vez neste 2019, fechar o mês com recurso provisionado para pagar o 13º dos cerca de 100 mil servidores. O secretário de Fazenda, Rogerio Gallo (foto),...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.