Cidades

Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 09h:40 | Atualizado: 18/10/2019, 09h:56

PROTESTO

Professores da Unemat cobram apuração sobre professora expulsa do palco a força

Reprodução

professora Unemat agress�o

Momento em que professora Lisanil Patrocínio é retirada do palco, onde subiu para pedir músicas mato-grossenses

A Adunemat, associação que representa os professores da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), protesta hoje (18), às 15h, em frente à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, para reinvindicar que o Governo investigue a violência sofrida pela professora da instituição, Lisanil Patrocínio, que foi tirada do palco de um bingo beneficiente por seguranças de uma paróquia

Facebook

Professora Lisanil

Lisanil ministrava aulas em uma turma especial de Direito da Unemat

Após a concentração na frente da Secretaria, representantes de movimentos sociais e sindicais, além de professores e alunos, devem protocolar uma solicitação exigindo que a ocorrência seja apurada. 

No  último domingo (13), a professora foi vítima de violência física e moral durante um evento realizado pela paróquia de Campos de Júlio (a 553 km de Cuiabá), onde Lisanil ministrava aulas em uma turma especial de Direito da Unemat desde o início deste mês. 

Usando uma camiseta com os dizeres “Lute como uma garota” e “Lula livre”, a professora, que no dia dos fatos se viu sem opção de restaurante para almoçar, achou que poderia comparecer à festa religiosa. Porém, quando chegou no salão paroquial, foi abordada de forma ostensiva por outros convidados. De acordo com Lisanil, os moradores da cidade a olhavam com estranheza e desdém. 

Mesmo com os julgamentos, decidiu continuar na festa. Em determinado momento, subiu no palco para pedir que fossem tocadas músicas mato-grossenses. Diante da situação, o pároco, apelidado como Frei Sojinha, teria chamado a polícia para expulsá-la do palco. Nas imagens é possível ver o momento em que ela é arrastada por vários seguranças. 

Em nota, a Adunemat informou que até mesmo as partes íntimas da professora acabaram ficando à mostra enquanto os homens a arrastavam escada abaixo. “Deixada ao chão por um instante e, posteriormente, levada à delegacia algemada com mãos para trás do corpo. Como se debatia muito, revoltada com a situação, foi levada ao hospital onde injetaram tranquilizantes que a fizeram ficar sem condições de ser ouvida pela delegada, obrigando-a passar a noite numa cela onde a fossa séptica aberta estava ao lado o fino colchão onde iria dormir”.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Shadow Cba | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 12h11
    7
    2

    Ao que parece ser, essa é a novela de sempre: a pessoa normalmente é "convidada a deixar o local", se recusa, os pedidos pra que deixe o local se tornam insistentes e repetitivos, mas a pessoa novamente não atende, então usa-se a força e ai a pessoa vira artista dramática e vitima automaticamente. Ainda que eu prefira LULA PRESO, e não compactue com essa politização de todo e qualquer fato, COM CERTEZA não se chegou e tento tirar essa senhora à força de cara. Retrato de muitos hoje: forçam a situação e logo depois se fazem de vitima.

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

"Eu não devo um centavo para Júlio"

sergio rezende 680   O empresário e ex-vereador de Chapada dos Guimarães, Sergio Rezende (foto), que foi "enquadrado" pelo cacique político do DEM, Júlio Campos, reagiu, mas sem as críticas duas de antes contra o ex-governador. Irritado pelos ataques feitos por Rezende em um grupo de WhatsApp, Julio gravou um...

Ex-vereador do DEM recua da disputa

ivan evangelista 400 curtinha   O pecuarista e ex-vereador Ivan Evangelista (foto) vai mesmo jogar a tolha. Apontado como uma das apostas do DEM na briga por vaga no Legislativo cuiabano, Ivan não se empolgou, notou dificuldades para se obter êxito nas urnas e vai comunicar a direção do partido de sua desistência da...

Gestão Tatá sob várias irregularidades

tata amaral 400 curtinha   A gestão Tatá Amaral (foto), em Poconé, está sendo marcada por uma série de irregularidades. Uma denúncia feita junto ao TCE pelo auditor público interno municipal, Ademar Vivan Júnior, foi confirmada. Descobriu-se, por exemplo, contratação...

Ucamb é multada por irregularidades

edio 400 curtinha   Numa sessão realizada por videoconferência, o TCE puniu o líder comunitário Édio Martins de Souza (foto) por irregularidades num convênio de 2009 com o Estado. Na época, Édio presidia a União Cuiabana de Associações de Moradores de Bairro (Ucamb)....

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.