Cidades

Domingo, 29 de Março de 2020, 09h:23 | Atualizado: 29/03/2020, 15h:02

EFEITO COVID-19

Casamentos são adiados para segundo semestre e causa choro em noivas

Até poucos meses atrás ninguém esperava que uma pandemia mudasse a rotina de toda sociedade. Isso ao contar com quem planeja eventos ou investe em uma cerimônia, por vezes, até dois anos da data acontecer. Cenário comum para casamentos ou aniversários de debutantes, são sonhos de uma vida inteira, detalhes escolhidos e passagens aéreas de amigos e familiares distantes compradas mêses antes para a realização do evento. 

Reprodução instagram

Cristina conta como resolveu as quest�es burocr�ticas e diz que n�o � momento de pensar em lucro

Cristina conta como resolveu questões burocráticas e que é preciso ter mais cautela

No mercado de eventos há 20 anos, sendo que dez deles, especialmente dedicados aos casamentos - a empresária cerimonialista Cristina Mangieri conta que só neste mês março cerca de oito cerimônias foram adiadas e, 4 delas se referem aos três mêses de pandemia. Ela teve que dialogar com fornecedores de todos os tipos, dentre setor alimentício, decoração, hotel, salão de beleza e muitos outros, para reenchaixe dessas datas.

"Foi um trabalho de assessoria jurídica com o de psicologia, ninguém espera uma coisa dessa perto do casamento. Por um lado, os fornecedores sentem o prejuízo e, por outro, estamos lidando com sonhos de uma vida inteira. É muito delicado", revela.

Cristina salienta que não é momento de pensar em lucro, mesmo que isso tenha um "rombo" depois, o importante é que a confiança entre noivos e sua empresa permaneçam intactas.

"Muitos fornecedores não foram tão compreensivos, o que é normal. De qualquer forma, é uma pandemia e a saúde das pessoas importa mais. Não poderíamos realizar as cerimônias a qualquer custo", defende.

Em cada cerimônia, em média, cerca de 250 colaboradores estão envolvidos. Mangieri reforça que muita gente sustenta às famílias através destes eventos e estão sendo afetados, por isso, ela espera que tudo retorne ao normal em breve.

Maior parte dos casamentos adiados começam a ser celebrados a partir de junho, e Cristina reforça que por ter que conduzir todos os eventos deste mês para o segundo semestre, não fechará mais para este ano.

Uma das noivas e clientes da cerimonialista é Marina Oliveira, que diz ao que nunca imaginou passar por isso, e se questionava o tempo inteiro sobre a situação atípica. "Acho que chorei três dias com todas as lágrimas que poderiam existir. Depois decidi que precisava resolver minha vida", revela. 

Reprodução instagram

Cerimonial diamante cuida das celebra�es e festas para os noivos h� 20 anos

Cerimonial "diamante" cuida das celebrações e festas para os noivos através de Cristina

Marina sentou-se com sua família e, junto a eles, manteve tudo sob controle e definiu uma nova data. Amigos e familiares tiveram de adiar as passagens, como a avó de Marina, uma senhora idosa que reside no Paraná.

"É melhor que as pessoas estejam bem e felizes com uma nova data. Você fica tensa, pensa na lua de mel, viagem, na casa que estou construindo e adiei por mais cinco mêses, mas sigo esperançosa", acredita. 

O casamento era em um sábado, mas agora será em uma sexta. Ela foi a terceira da lista de espera para uma nova data para seu casamento e acredita ter sido algo divino todos seus fornecedores estarem disponíveis, sem choque, nesta data. O nome de Marina foi uma escolha fictícia, pois a mesma quis sua identidade preservada na publicação desta reportagem.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Kellen Fontes | Segunda-Feira, 30 de Março de 2020, 08h34
    0
    0

    Pelo amor de Deus , chorar por causa de um adiantamento. Sou casada e fiz festa. Por favor chore se caso algum da família morrer por causa da festa. Quem não entender porque não sente amor pelos noivos.

  • Matheus | Domingo, 29 de Março de 2020, 13h27
    5
    1

    Eu entendo como um aviso aos homens! Corram enquanto é tempo, aproveitem a chance!

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

Morre pai do secretário da Casa Civil

Mauro Carvalho pai   Faleceu, aos 97 anos, o pai do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. O empresário, que também emprestava o nome ao filho, Mauro Carvalho, foi vítima de um infarto nesta quinta (9). A informação foi confirmada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB) que publicou nota de...

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.