Cidades

Domingo, 17 de Maio de 2020, 14h:28 | Atualizado: 17/05/2020, 14h:33

TRISTE CENÁRIO

Suicídio entre idosos sobe em 2019 e psicóloga alerta para risco em isolamento

Divulgação

Idosos depressivos - risco de suic�dio

O suicídio entre pessoas acima de 60 anos aumentou de 2018 para 2019, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), apesar da porcentagem registrada ser menor em relação a dois anos anteriores. Os idosos são o terceiro grupo etário que mais atentam contra a própria vida, perdendo apenas para jovens de 18 a 24 anos e adultos de 46 a 59, empatados com 17% de mortes autoprovocadas. Ao , a psicóloga Sandra Abdalla aponta que o isolamento social pelo novo coronavírus pode potencializar novos casos.

No ano passado, foram 33 casos, representando 13% de todas as mortes autoprovocadas em todas as idades, quando em 2018 foram 28, uma alta de 17% nos registros. 

Segundo Sandra Abdalla, a questão de suicídio entre idosos "já rola há muito tempo". É antiga, porém pouca estudada. "A própria literatura é muito escassa. Existe pouco material em relação a isso", disse. Somado ao pouco estudo, não há política pública para se alertar a população sobre o assunto.

Especialista em terapia familiar e conjugal, área onde atua há mais de 10 anos, Sandra comenta que os idosos procuram menos os psicólogos. "Eles não procuram terapia porque não querem fazê-la". Em sua experiência profissional, a questão de suicídio ou depressão aparece em pacientes mais jovens, que revelam preocupação e angústia frente à situação do familiar de idade.

Arquivo Pessoal

 Psic�loga Sandra Abdalla

Psicóloga Sandra Abdalla: dê mais atenção ao idoso

Para a psicóloga Sandra, a questão do suicídio entre pessoas acima de 60 anos passa pela questão, muitas vezes óbvia, de que como o idoso vive "um processo de compreensão e significação social de inutilidade" pela sociedade atual.

"O Brasil não tem essa cultura de valorização da pessoa idosa. Para nós, o idoso é uma pessoa improdutiva e que não tem valor. A própria política vê o discurso 'velhofóbico' de que eles não tem mais produtividade, não contribui mais com a economia e estão para morrer".

Isolamento é potencializador

O isolamento pode potencializar questões emocionais e afetivas em decorrência do próprio confinamento, assegura a psicóloga. Como o idoso é parte de uma população mais vulnerável à Covid-19 (a doença provocada pelo novo coronavírus), não pode sair de casa e nem ter contato físicos com pessoas mais jovens, conforme orientações da Organização Mundial da Saúde para preveni-los do contágio.

"Se a gente tá sentindo falta de um abraço, imagina o idoso que está em isolamento e sozinho?", questiona. "O isolamento social só agrava a situação que já existe há muito tempo. Isso em um contexto quando as famílias estão presentes na família do idoso, mas têm muitos que estão abandonados há muito tempo - e muito antes do coronavírus. Agora, com essa situação de pandemia, isso se agrava ainda mais". 

Segundo Sandra, o coronavírus pode servir como mais um argumento ou justificativa para o abandono. Isso se manifesta através de discursos de que "a gente não pode se aproximar" ou "não podemos estar perto". "Não é bem assim. O familiar que cuida do seu idoso pode estar presente de outras formas".

Dicas

A recomendação da psicóloga Sandra é que, nesse momento de pandemia, familiares e amigos podem ajudar os idosos "a se sentir escutados", mesmo a distância, com celulares e internet. "Nessa cultura de desqualificação, a gente deixa de dar voz para eles e ouvi-los. Caso você vá ligar, é importante ter a paciência de escutar. Muitas vezes, é uma queixa, reclamação, crítica, seja lá o que for, mas que você esteja aberto para escutar e ajudá-los".

"Se a gente tá sentindo falta de um abraço, imagina o idoso que está em isolamento e sozinho?

Psicóloga Sandra Abdalla

Também é necessário que se evite reforçar a ideia de prisão por conta do isolamento. "Isso para o idoso chega muito mais potente do que para nós, que podemos sair de alguma forma. Ainda mais agora que o Governo liberou os serviços, e eles não. Ajude o idoso que, ao invés dele estar preso, possa descobrir algo interessante para fazer".

Outra orientação é recomendá-los a não ver tanto a televisão ou consumir notícias. "Isso aumenta a ansiedade. É um fator estressante", explica. Detalha que, as notícias de morte pelo coronavírus, por exemplo, podem deixá-los abalados. "Eles já lidam com a morte de uma forma muito diferente que nós. É uma coisa de eminência. Para nós não. Eles vivem a morte de uma forma muito mais intensa do que nós, muito mais próxima".

Aos que sofrem de depressão ou outros transtornos mentais, a psicóloga recomenda que continuam a fazer o uso de medicamento, caso tenha prescrições médicas, durante a quarentena. "Muitos idosos pararam tratamento por conta do isolamento. Ainda mais se a pessoa tá sozinha - como você tem a certeza que a pessoa tá tomando a medicação? Não pode interromper! Isso é sério e grave. O familiar precisa ter muita consciência disso".

Acompanhe números de suicídio em idosos:

Dayanne Dallicani

Quadro - dados de depress�o em idosos 2018-2019

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

Cáceres, lockdown e frases de alerta

francis maris 400 curtinha   Em Cáceres, o prefeito Francis Maris (foto) decretou lockdown desde a última segunda, dia 29, como forma de forçar os moradores a permanecer em casa para conter o avanço da Covid-19. Mas as medidas restritivas não estão surtindo tanto efeito na prática. Muitos continuam...

4 prefeitos de MT com coronavírus

luiz binotti 400 curtinha   Pelo menos quatro prefeitos em Mato Grosso já foram diagnosticados com Covid-19. O caso mais recente envolve Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Ele aguarda resultado de exames, mas já se encontra em isolamento domiciliar. Com sintomas do novo coronavírus, Binotti decidiu ficar em casa. De um...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.