Cidades

Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 08h:37 | Atualizado: 22/01/2014, 09h:39

Cuiabá é 29ª cidade mais violenta do mundo, diz estudo de ong mexicana

Com taxa de homicídio de 43,95 no ano passado, Cuiabá está em 29º lugar no ranking das cidades mais violentas do mundo. A pesquisa foi feita pela ONG Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, do México. Além da Capital mato-grossense, outras 15 cidades brasileiras aparecem na lista, classificando o país com o que possui o maior número de cidades entre as 50 mais violentas do mundo. 

Maceió (AL) está em 5º lugar, com taxa de 79,76 homicídios por 100 mil habitantes, sendo, entre as brasileiras, a mais violenta. Depois, em 7º lugar, aparece a Capital cearense Fortaleza, que tem uma taxa de homicídios de 72,81. João Pessoa (PB) está na nona colocação. Outros municípios brasileiros na lista são: Natal (RN) com 57,62; Salvador (BA) com 57,61; Vitória (ES) com 57,39; São Luís (MA) com 57,04; Belém (PA) com 48,23; Campina Grande (PB) com 46; Goiânia (GO) com 44,56; Manaus (AM) com 42,53; Recife (PE) com 36,82; Macapá (AP) com 36,59; Belo Horizonte  (MG) com 34,73; e Aracaju (SE) com 33,36. Já a cidade hondurenha de San Pedro Sula lidera o ranking como mais violenta. 

cidades - pesquisa - violencia

 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Fabrício | Quarta-Feira, 10 de Junho de 2015, 22h27
    0
    0

    Nossa, não tem nenhum Europa e Ásia......só america......que vergonha

  • marcos | Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2014, 09h06
    0
    0

    A questão passa pela gestão pública, mas o principal é a nossa legislação, polícia prende e justiça solta, é a lei. Vejam a capivara daqueles que são pegos, vivem do crime. Para refrescar a memória de algun; no governo Dante era bem pior, nem viatura e nem gasolina a polícia tinha.

  • elias | Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2014, 12h19
    0
    0

    essa situação começou na era maggi e ta se estendendo na era silval.........até quando vão brincar de fazer segurança publica?

  • Manuela Carvalho | Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 14h28
    2
    0

    A Segurança Pública em Mato Grosso, a muito tempo vem mal das pernas. Neste próprio site foi divulgado uma reportagem sobre a falta efetivo da Polícia Militar, na qual a defasagem é mais de 8.000 policiais, ou seja, a Instituição trabalha hoje com menos da metade do efetivo necessário, já que conta com aproximadamente 6000 policiais. Hoje, o que a Polícia Militar faz já podemos considerar como um milagre, considerando os seus recursos humanos, frente a toda criminalidade que assola o estado, como homicídios, roubos de carros, roubos a residências, as quais vem aterrorizando tanto Cuiabá e Várzea Grande, quase todos os dias você lê alguma reportagem sobre esses tipo de crime, os próprios crimes de assalto a banco no interior, etc... Enfim, enquanto a Segurança não for priorizada pelo Governo, nós, sociedade mato-grossense, estaremos reféns da criminalidade... Que Deus nos proteja!

  • elias | Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 10h36
    1
    0

    planejamento segurança publica, cade o planejamento, como disse o amigo internauta, isso começou na era maggi, e ta se estendendo na era silval.....vamso ter que esperar até agosto desde ano pra ter mais segurança publica? sim, por que os que passaram no concurso deagora, só vão sair pra rua como soldado em julho, agosto.... --e me digam senhores governantes, pra copa do mundo, o antes copa do mundo em cuiaba? a malandragem ta vindo e vem muito mais.....com a palavra o governador de mt.

  • marcos | Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 10h32
    2
    0

    troque o comandante geral da pmmt, esse cara não ta com nada......

  • pedro | Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 10h18
    1
    0

    entra governo sai governador de mt, e a falta de efetivo contribui pra isso, coloca policia na rua, falta comando, me desculpe, mas é minha opinião esse comandante geral da pmmt, pra mim não ta com nada......não tem garra, não tranmite segurança.....ta na hora de rever.........

  • pedro vasconcelos | Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 10h09
    1
    0

    ja pensou? muitos dizem que só o trabalho da policia em cuiaba não adianta, é verdade, mas no momento é isso que resolve, cuiaba, precisa de policia na rua, nos bairros, fazendo rondas...... ta cheio de oportunista do mundo do crime em cuiaba e varzea grande, a solução no momento é policia na rua,se não tem efetivo, peça ajuda, governantes, peçam auxilio ao exercito, a força de segurança, em cuiaba ja esta começando os drogados na rua outra vez........drogados roubam furtam pra comprar drogas.... não remedeiem, previnam, repido pagamos altos impostos e queremos o retorno...

  • Moreira | Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 09h48
    1
    0

    Apesar de achar que existem cidades muito mais violentas, e que não realizam estatísticas criminais, essa é uma triste notícia. Na era PT os índices de homicídios aumentaram muito em todo o País. Em Cuiabá, não é diferente. Também, vamos ser sinceros, um governo que não tem planejamento, isso desde a era Maggi-Lula, sob todos os aspectos, não é de se espantar que a nossa capital, outrora pacata, esteja neste ranking. O mais impressionante, é que cidades do nosso interior que antes não existia homicídios, agora já se torna corriqueiro, e é encarada pelo governo como normal.

  • Zé Poxoréo | Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2014, 09h01
    1
    0

    É o tal do legado! Legado da dobradinha Lula e Dilma, Blairo Maggi e Silval Barbosa. Nós matogrossenses somos imensamente gratos por termos conseguido figurar em mais esse ranking.

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.