Cidades

Segunda-Feira, 12 de Agosto de 2019, 16h:34 | Atualizado: 12/08/2019, 16h:53

Defesa diz que criança não usava capacete e que Lidiane está à disposição para depor

O garoto Daniel Augusto Silva, de três anos, não usava capacete no momento em que a motocicleta em que ele estava foi atingida pelo veículo conduzido por Lidiane Campos, esposa do ex-deputado federal e ex-prefeito de Rondonópolis Adilton Sachetti (PRB). A informação foi repassada pelo advogado Wilson Lopes, que está cuidando da defesa da mulher. Por enquanto, a Polícia Civil não detalhou esta situação e não há informação oficial sobre o uso ou não do equipamento.

Reprodução

lidiane_advogado

Lidiane Campos deve depor nos próximos dias sobre o acidente em que morreu a criança

Lidiane conduzia uma caminhonete Toyota Hilux, na noite de domingo (11). Ela colidiu, no cruzamento entre a rua XV de Novembro e a avenida Tiradentes (em Rondonópolis), com a motocicleta na qual estava o pequeno Daniel, o pai do garoto, Marcos Souza da Costa, 30, e a madrasta da criança.

O advogado de Lidiane, ao , revela que o garoto estava sem capacete quando foi atingido pela caminhonete, fato que teria agravado as consequências da colisão. “Foi uma batida pequena, mas a criança estava sem capacete e foi arremessada em direção a uma mureta de segurança que estava na esquina”, pondera. Segundo o Código de Trânsito, crianças somente a partir de 7 anos podem ser transportadas em motos.

Segundo ele, Lidiane, pelas circunstâncias, estaria em baixa velocidade. “Não havia marca de frenagem na rua, talvez pela baixa velocidade. A lataria do carro foi pouco afetada e o airbag do carro não foi acionado”, conta. Depois, completa: “a madrasta dele, por exemplo, teve ferimento na perna. O pai dele levantou a própria moto, depois do acidente, e aí viu a situação da criança”.

Wilson afirma que foi acionado por Sachetti e foi até o o local do acidente pouco após a colisão, para prestar o apoio necessário à família. Alega que entregou seu número à tia da criança, no local do acidente, para que pudesse ser procurado pela família da vítima. “Até o momento ninguém entrou em contato”, comenta.

Conforme testemunhas, Lidiane fugiu depois da colisão e deixou o carro depois em outro local. Segundo a defesa da mulher, ela estava transtornada e saiu porque motociclistas começaram a bater em seu veículo com capacetes. "Perdeu o controle das emoções", diz.

Wilson repete a declaração do marido da digital influencer. Segundo ele, uma pessoa reconheceu a digital influencer e a retirou do local após observar o clima tenso. O jurista salienta ainda que sua cliente está à disposição da polícia. “Assim que ela for chamada, irá depor”, diz Wilson. Segundo ele, a mulher ainda não foi convocada para prestar esclarecimentos. “Primeiro deverão ouvir as testemunhas”, afirma.

Sedada

Wilson ressalta ainda que, após o acidente, Lidiane teve que ser levada para um hospital onde foi sedada. Por ter deixado o local do acidente, ela não passou por exame do bafômetro. O advogado, porém, diz que a mulher não estava embriagada.

Postar um novo comentário

Comentários (28)

  • Thales Marino | Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 12h03
    1
    0

    Acabei de ver um reportagem sobre este crime de trânsito. O casal disse que ninguém, absolutamente ninguém está prestando assistência e nem mesmo ligaram para a família. Ninguém !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Povo egoísta ! Mata, foge, omite o socorro e estão nem aí.

  • Rose | Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 11h34
    0
    0

    Estava bêbada, que teve que fugir? De forma dolosa, saiu do local do crime, sem que tenha sido ameaçada. Apenas saiu correndo e abandonou seu carro. Vai alegar o que para ter abandonado o local?

  • Jr | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 21h45
    2
    1

    Camionete nova com freio Abs nao vai ter sinais no asfalti mesmo nao, qdo é assim ela nem freio, patrolou tudo.

  • Elizabeth | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 10h23
    14
    1

    Tá certo! Agora o fato da criança não estar usando o capacete foi o motivo da colisão... Palmas para vcs

  • Marcos giovani | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 09h32
    13
    0

    Infracao de transito e bem diferente de crime de transito. Crime cometido pela tal influencer.

  • Thabuta Moese | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 08h23
    16
    3

    E se tivesse usando o capacete também não iria sobreviver, fosse eu a defesa teria vergonha de colocar isso em questão. Se ela tivesse andando corretamente, evitaria essa tragédia. Como meu pai me ensinou, quando estamos no volante dirigimos para nós e para os outros também.

  • Thales Marino | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 08h03
    17
    0

    Não precisa ser perito pra saber que foi " uma batida pequena ". Vejam as fotos, vejam os estado da Capotalux. Foi uma batida forte e a velocidade não era baixa. E o principal aqui é omissão de socorro! Serve pra todos, não fuja do local. Preste o socorro devido!

  • alexandre | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 07h33
    19
    0

    Pelo regaço na caminhonete, não foi batidinha, que só derrubou o motoqueiro..

  • Juarez | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 07h26
    23
    4

    Vamos la então, tiramos a criança da cena do acidente, neste caso ela passou por cima de um casal em uma moto. E ai, mesmo assim ela estava certa? Cada uma que a gente le aqui, culpam o pai por causa da criança estar sem capacete, mas não culpam a motorista do carro pela imprudência no acidente, por ter se evadido do local. Ah, mas ela poderia ser agredida pelo pai da criança. Caramba o casal foi atropelado, estavam feridos e a criança morta e representavam perigo a ela? Essa é a nossa sociedade, crucificam jesus e passam a mão na cabeça de barrabás.

  • Ralf | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 07h18
    18
    1

    ADEVOGADO DIZ foi uma batida pequena? A lataria do carro foi pouco afetada? Meu deus, olha o estrago no carro, estourou o radiador, vazou óleo do motor e o cara ainda tem a coragem de dizer isso. Querendo defender o indefensável. Eita país das leis que só protege quem tem dinheiro.

Matéria(s) relacionada(s):

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

PP não quer se desgrudar do prefeito

vanderlucio 400 curtinha   O PP de Cuiabá está mergulhado na gestão Emanuel Pinheiro, inclusive, comandando três secretarias com Vanderlúcio Rodrigues (foto), de Obras Públicas e que preside a legenda na Capital, Francisco Vuolo (Cultura, Esporte e Turismo) e Débora Marques (Agricultura, Trabalho e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.