Cidades

Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019, 17h:06 | Atualizado: 16/09/2019, 17h:09

Feminicídio

Delegada interroga familiares e amigos de empresária assassinada; suspeito "sumiu"

A titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Elaine Moraes, começou a ouvir hoje (16) os amigos e familiares da empresária Maria Lúcia Lustosa Sabino, de 54 anos, encontrada morta em um condomínio em Várzea Grande, na região Metropolitana de Cuiabá, no sábado (14). 

Arquivo

Maria L�cia Lustosa Sabino

Maria Lúcia Lustosa Sabino foi encontrada morta

Conforme a Polícia Civil, o namorado dela, Valdir Gomes Lima, de 48 anos, é o principal suspeito. Após cometer o crime, ele teria enviado mensagens para o chefe dele, através do Whatsapp, disse: "matei Lúcia, vou me matar. Amo você". 

O homem está sendo procurado pelas equipes da polícia, mas, até o momento, ainda não foi localizado. Testemunhas chegaram a dizer que o suspeito havia saído do condomínio, no bairro Jardim Aeroporto, pilotando uma motocicleta. 

A suspeita é de que a vítima tenha sido asfixiada até a morte. Nas mensagens, o namorado ainda chega a dizer que a mulher teria feito muitas cobranças e "jogado" ele para fora de casa como "um cachorro". A assessoria da Polícia Civil informou que familiares e amigos estão sendo ouvidos para coleta de índicios que possam levar ao pedido de prisão do suspeito. 

Vizinhos ouviram discussão 

Horas antes do crime, Valdir esteve na conveniência do posto de combustível da vítima. De acordo com informações, os dois teriam consumido bebidas alcoólicas juntos até que o suspeito teria ido levar a namorada para casa. 

Vizinhos teriam afirmado que chegaram a ouvir uma discussão. Um sobrinho da vítima, que trabalha com ela, estranhou o fato de Lúcia não ter aparecido para trabalhar e foi até a casa da tia. Como não teve resposta, ele arrombou a porta do apartamento e encontrou o corpo da empresária em cima da cama

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

Demitida por ter apoiado Bolsonaro

josenai 400 curtinha   A aprovação em seletivo não foi suficiente para que o contrato da professora Josenai Terra (foto), que se estenderia até dezembro deste ano, fosse cumprido pela Unemat Campus Tangará da Serra. A professora lecionava desde 2017, mas em setembro de 2018 foi a única contratada para...

Prioridade do DEM é reeleger Bussiki

marcelo bussiki 400 curtinha   Dos 25 vereadores, inclusive todos determinados a buscar a reeleição, um deles vai concorrer numa condição um tanto confortável. Trata-se de Marcelo Bussiki (foto), que integra o grupo político do governador Mauro, de quem, aliás, foi controlador-geral do...

Detran-MT recria taxa e fixa R$ 316

Entra em vigor a partir de hoje a lei 10.956, que cria uma taxa de R$ 316 para registro de contrato de financiamento de veículo, com cláusula de alienação fiduciária, de arrendamento mercantil, de compra e venda com reserva de domínio ou de penhor. A taxa será paga pelas agências financeiras e não pelos compradores. A partir de agora o serviço passa a ser executado e gerenciado 100% pelo Detran-MT. Por se tratar de nova...

Efetivos ilegais temem delação de Riva

Não são só os deputados e ex-parlamentares que estão em desespero por causa da eminente delação do ex-presidente da Assembleia José Riva junto ao MPE. Quem também se encontra em apuros são aqueles servidores que já enfrentam processo na Justiça por terem sido supostamente efetivados de forma ilegal à época em que Riva comandava a AL. Segundo o MPE,  eles foram estabilizados por atos administrativos...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.