Cidades

Quarta-Feira, 24 de Abril de 2019, 16h:47 | Atualizado: 24/04/2019, 16h:53

Gato

Energia recuperada de furtos daria para abastecer Juína por 3 meses, diz empresa

Mais de dezenove mil megawatt-hora (MWh) de energia elétrica foram recuperados em Mato Grosso nos três primeiros meses de 2019 em operações de impacto e ações de rotina contra furtos, mais popularmente conhecidos como “gambiarra” ou “gato”. Para se ter uma ideia, esse total daria para suprir a cidade de Juína por três meses ou Denise por dois anos. Desde janeiro, a Energisa Mato Grosso realizou 18 operações nas regiões de Sinop, Rondonópolis e Metropolitana, em parceria com a Polícia Judiciária Civil, a Polícia Militar e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). 

Ilustração

Gato energia

Fiscais durante ação para coibir o famoso "gato" feitos em residências e empresas

“Nesse início de ano nos chamou a atenção o número de irregularidades que encontramos entre grandes clientes, que são aqueles com maior consumo. Isso mostra que o perfil está mudando e por isso, temos trabalhado muito em fiscalizações nas regiões comerciais, industriais e de condomínios residenciais de alto padrão”, comenta o gerente de Combate à Perdas da Energisa Mato Grosso, Sidney Tavares.

De janeiro a março deste ano, 62.348 fiscalizações em medidores de energia foram realizadas.  Destas, 10.493 – o equivalente à 17% - tinham algum tipo de irregularidade. Nestes três primeiros meses, pelo menos seis pessoas foram detidas por furto de energia. “Além do furto de energia em si, também nos preocupamos com a segurança de quem mora nas proximidades da onde foi feita a irregularidade, pois a ligação é feita de maneira perigosa. A chance de incêndios ocasionados por curto-circuito aumentam muito nesses casos”, aponta o gerente.

Para 2019, a empresa trabalha com investimentos no montante de 40 milhões de reais somente para as ações de combate às perdas de energia. Além das fiscalizações e regularizações de clientes, a Energisa tem trabalhado também na blindagem das redes elétricas. “Blindar a rede significa, neste caso, instalar cabos isolados que não permitem que sejam colocados ganchos ou outros itens para furtos nas redes”, explica Sidney.

O gerente conta que além de evitar as “gambiarras”, a blindagem de rede traz benefícios importantes para toda a região de onde é feita, como a redução de oscilações e possíveis queimas de equipamentos  e além de mais segurança. Desde janeiro deste ano, um total de 3.350 trechos foram blindados em Mato Grosso. “Não podemos nunca esquecer que furto de energia é crime previsto no Código Penal, e, que além disso, impacta diretamente na qualidade dos serviços prestados pela empresa, pois essa carga irregular pode sobrecarregar os equipamentos da rede dimensionados para aquela região”, lembra o gerente.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Manoel | Quarta-Feira, 24 de Abril de 2019, 17h28
    0
    0

    Gente... se a energia foi recuperada, ela não daria para abastecer, ela DÁ para abastecer. O jornal...

Desgaste no começo, lisura e entregas

emanuel pinheiro curtinha   A dedicação com que o prefeito Emanuel Pinheiro conduz a capital administrativamente e sem escândalo, coisa que se tornou raro nos executivos municipais, tem surpreendido lideranças até da oposição. Com a massificação do episódio do vídeo em que...

Selma diz não para "fio desencapado"

abilio junior curtinha   O emblemático vereador Abílio Júnior (foto), do PSC, iria lançar pré-candidatura a prefeito de Cuiabá esta semana, conforme ele próprio havia planejado. Só faltava um detalhe: apoio da senadora Selma Arruda, do PSL. Mas, na última sexta, ao ser perguntada sobre...

Recado do governador e a carapuça

junior fecomercio curtinha   Em comunicado oficial, o governador Mauro Mendes manda recado a alguns empresários, quando destaca que incentivos fiscais foram concedidos no passado a determinados setores de forma irregular, em troca de propina, confessada, inclusive, em delação premiada. O recado tem endereço certo:...

Elogios ao prefeito e à primeira-dama

julio campos curtinha   O ex-governador, ex-senador, ex-deputado e ex-prefeito várzea-grandense Júlio Campos (foto), um dos líderes do DEM, partido do governador Mauro, disse nesta quarta, em visita à sede do Rdnews, que é preciso reconhecer que o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro está fazendo uma...

Oposição tenta vencer pelo cansaço

L�dio Cabral curtinha   A oposição formada pelos deputados Lúdio Cabral (foto), Valdir Barranco - ambos do PT - e Wilson Santos (PT), que decidiu obstruir a pauta da Assembleia enquanto o Executivo não apresentar uma prosposta aos trabalhadores da educação, tentam vencer o presidente...

Boicote à audiência sobre Fethab Milho

Conduzida pelo deputado Ulysses Moraes, a audiência pública na Assembleia para debater a questão do Fethab Milho e a possibilidade de exclui-lo da taxação não aconteceu conforme o planejado por causa de boicote dentro da própria AL. A TV Assembleia, que costuma transmitir ao vivo esse tipo de debate, não o fez. Alegou que uma peça de transmissão estragou. De última hora, mudaram a sessão de local, de um...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.