Cidades

Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 09h:48 | Atualizado: 03/12/2019, 10h:03

Carta de apoio

Fiéis e amigos saem em defesa de padre Jhonatha: sinal de Cristo em nosso meio

Reprodução

padrejhonatharondonopolis

Em carta, grupo diz que padre Jhonatha da Silva sempre foi respeitoso com todos os jovens

Um grupo de fiéis e de amigos do padre Jhonatha Almeida da Silva resolveu fazer uma carta em que defendem publicamente a conduta dele. Nela, afirmam que tiveram contato direto com o pároco e, por isso, conhecem a sua índole.

O grupo, formado por de 78 pessoas, afirma que o padre teve o seu mistério marcado pela missão de evangelização com jovens e que sempre demonstrou muita responsabilidade e seriedade em seu trabalho. “Sempre foi muito respeitoso com todos os jovens com quem ele se aproximou, um verdadeiro sinal de Cristo em nosso meio”.

A carta é assinada por pessoas que trabalharam com Jhonatha e também por amigos do padre. Ela ressalta que ele foi vigário da paróquia São José Esposo e, por um ano, atuou como pároco da São João Bosco tendo atuado no serviço pastoral, espiritual e social com toda a comunidade. O apurou que o padre teria sido afastado, a princípio, por três meses da atividade. A comunidade teria sido comunicada, sem detalhes do motivo, em uma missa. “Cada um que conhece o padre pode com certeza afirmar que sua conduta foi ética, responsável e moral”, diz trecho da carta, que critica a divulgação das informações de denúncia feita por um menor em 12 de novembro – abaixo, veja a íntegra.

PageFlips: Carta em defesa do padre Jhonatha

Os padres Jhonatha e Thiago Silveira Barros foram denunciados por um rapaz, hoje com 17 anos. A vítima alega ter mantido um relacionamento com Thiago dos 13 anos até os 17 anos. Segundo relato, ao terminar em julho, ele teria sido forçado a manter uma última relação sexual com Thiago.

Sobre Jhonatha, o jovem diz que, quando tinha 15 anos, padre Thiago enviou o contato dele para o padre Jhonatha e que ele se encontrou com o mesmo na frente do salão paroquial da igreja São José Operário. A vítima, entretanto, não conta qual foi o teor da conversa com Jhonatha. Não fica clara também qual foi a conduta dele.

No boletim, que o teve acesso, no caso de Jhonatha, ficam registradas a apuração dos crimes de "aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, crianças com o fim de com ela praticar ato libidinoso (consumado), favorecimento à prostituição ou outra forma de exploração sexual de menor de 18 anos e maior de 14 anos (consumado). Corromper ou facilitar a corrupção de menores, utilizando-se de meios eletrônicos (consumado)". O caso segue sob investigação  na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher em Rondonópolis.

O portal tentou, várias vezes, contato com o padre para que apresente a sua defesa. Em contato com amigos dele, voltou a pedir que ele ou a sua defesa apresentem a sua versão para os fatos.

O reforça que o espaço segue aberto tanto para que que Thiago e Jhonatha se posicionem. A Diocese de Rondonópolis–Guiratinga, por meio do bispo Juventino Kestering, disse que, por orientação jurídica, não vai falar sobre o caso.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • medes | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 15h49
    0
    0

    medes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Chocado | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 14h13
    0
    0

    Chocado, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Critico | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 11h54
    11
    5

    Onde há fumaça ha fogo. Esse fato se for vdd é grave e deve chegar ao conhecimento do PAPA para que tomar providências rigorosas e URGENTE.

  • Mara | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 10h42
    15
    14

    O que acontece agora é que se apareceriam mais jovens com vontade de denunciar os dois podem se sentir coagido pelos tais fieis. Fieis da hipocrisia isso sim...

  • arildo | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 10h04
    12
    11

    quanta hipocresia

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

"Eu não devo um centavo para Júlio"

sergio rezende 680   O empresário e ex-vereador de Chapada dos Guimarães, Sergio Rezende (foto), que foi "enquadrado" pelo cacique político do DEM, Júlio Campos, reagiu, mas sem as críticas duas de antes contra o ex-governador. Irritado pelos ataques feitos por Rezende em um grupo de WhatsApp, Julio gravou um...

Ex-vereador do DEM recua da disputa

ivan evangelista 400 curtinha   O pecuarista e ex-vereador Ivan Evangelista (foto) vai mesmo jogar a tolha. Apontado como uma das apostas do DEM na briga por vaga no Legislativo cuiabano, Ivan não se empolgou, notou dificuldades para se obter êxito nas urnas e vai comunicar a direção do partido de sua desistência da...

Gestão Tatá sob várias irregularidades

tata amaral 400 curtinha   A gestão Tatá Amaral (foto), em Poconé, está sendo marcada por uma série de irregularidades. Uma denúncia feita junto ao TCE pelo auditor público interno municipal, Ademar Vivan Júnior, foi confirmada. Descobriu-se, por exemplo, contratação...

Ucamb é multada por irregularidades

edio 400 curtinha   Numa sessão realizada por videoconferência, o TCE puniu o líder comunitário Édio Martins de Souza (foto) por irregularidades num convênio de 2009 com o Estado. Na época, Édio presidia a União Cuiabana de Associações de Moradores de Bairro (Ucamb)....

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.