Cidades

Quarta-Feira, 02 de Abril de 2014, 09h:10 | Atualizado: 02/04/2014, 16h:56

executivo

Governo firma acordo com Parecis para cobrança de pedágio na MT-235

O governador Silval Barbosa (PMDB) e o procurador-geral do Estado Jenz Prochnow Júnior firmaram um compromisso com representantes das lideranças Pareci na segunda (31). O tema do tratado foi o reconhecimento da permanência da cobrança feita pelos indígenas de passagem dos veículos em parte da rodovia MT-235. A conversa aconteceu com a etnia das cidades de Tangará da Serra, Sapezal, Conquista D’Oeste e Campo Novo do Parecis.

O pedido dos indígenas é a concessão do trecho Rio Papagaio-Rio Verde e da Rodovia João Arrezomae (João Garimpeiro). Essa extensão está situada entre Campo Novo do Parecis e Sapezal. “Isso é uma questão de compromisso, de cumprimento de acordos anteriores com o devido amparo legal. São terras indígenas utilizadas por todos e que – a exemplo de boa parte das rodovias brasileiras – existem os custos de manutenção que devem ser cobertos com essa cobrança do direito de passagem”, afirmou o deputado Wagner Ramos (PR), responsável pelo encontro.

O republicano ainda lembra que o acordo sobre a cobrança foi firmado em assembleias entre o Povo Pareci, Funai e o Governo estadual, e definido ainda antes da pavimentação feita na gestão de Blairo Maggi. Há preocupação por parte da liderança do grupo Pareci de uma possível quebra do acordo, mas o governador se comprometeu a debruçar sobre o assunto para encontrar viabilidade jurídica e evitar prejuízo para as comunidades indígenas. Ele garantiu que o procurador Jenz Prochnow Júnior vai montar uma equipe para trabalhar em parceria com a Procuradoria Geral da União e a Fundação Nacional do Índio. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • elizeu | Sexta-Feira, 04 de Abril de 2014, 21h46
    0
    1

    A questão é extorçãoR$ 20,00 para um carro passar lá em uma estrada esburacada, enquanto que na rodovia presidente dutra acesso ao Rio de Janeiro por exemplo em uma rodovia sem um buraco com apoio e seguro para os veiculos que la transitam custa R$ 8,00.

  • antonio carlos | Sexta-Feira, 04 de Abril de 2014, 10h39
    0
    1

    Isso não acaba nunca, esse assistencialismno a vagabundos nesse país. Diga que eles nãom poderão cobrar pedágio para ver o que acontece, vão morrer de fome e não terão dinheiro para comprar cachaça. É uma demagogia ceder a pressão desses vagabundos. Querem cada vez mais aumentar reservas indígenas, mas temos que dar todo o suporte para eles nas cidades, e se não tiver eles protestam e os governantes cedem. Larga eles no mato, não querem extensão de terra? Que vivam dela então.

  • celso ferreira- Tangara Da Serra MT | Quarta-Feira, 02 de Abril de 2014, 15h31
    3
    1

    Este deputado Vagner esta de brincadeira somente agora 6 meses antes das eleiçoes aparece ele querendo resolver uma situaçao revoltante que é este pedagio. para de DEMAGOGIA Deputado

  • nelson fleury | Quarta-Feira, 02 de Abril de 2014, 12h44
    3
    1

    minha nossa estou sonhando nao posso crer neste acordo, agora se entrar no quintal de minha casa vai ter pagar na calçada tambem

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 02 de Abril de 2014, 11h06
    3
    2

    Que prejuízo teria os índios? pelo contrario, são beneficiários de estrada pavimentada! eles não pagam impostos, milhões do contribuinte vai para o saco sem fundo da Funai.....Eles, os índios humilham motoristas, cobram o preço que querem! mandam e desmandam...como se fossem os donos do mundo! Tá na hora do Governo tomar uma providência, ou então os brancos que pagam impostos vão montar uma barreira fora do limite das terras indígenas e eles vão pagar também. No Brasil rasgaram a constituição....onde todos são iguais perante a lei? só se for na lua ou Marte. onde eu tenho direito de ir e vir? já pagamentos um IPVA mais caro do Brasil, e ainda temos que nos dar aos caprichos de um bando de vagabundos.

Evitando nova polêmica com prefeito

mauro mendes curtinha 400   Mauro Mendes (foto) dá sinais de que pretende colocar um fim ao clima de conflito com Emanuel Pinheiro. Ao menos por enquanto. Uma semana depois de disparar críticas duras ao prefeito da Capital, levando ambos a trocar farpas e acusações, o governador foi perguntado, em dois momentos na...

Janaina, perda de um bebê e repouso

janaina riva curtinha   A vice-presidente da Assembleia Janaina Riva (foto), do MDB, que está em licença médica desde o ano passado, usou as redes sociais nesta terça (28) para comunicar luto familiar. Grávida de gêmeos, a parlamentar lamentou que um deles perdeu os batimentos cardíacos e disse que...

Jayme afirma ter 4 opções para VG

jayme campos 400 curtinha   Em meio ao debate otimista sobre pré-candidaturas do DEM nas cidades pólos, em reunião nesta segunda, no Palácio Paiaguás, Jayme Campos (foto) comentou que, em Várzea Grande, onde sua esposa Lucimar está concluindo o segundo mandato, há quatro nomes sob...

DEM agora tem 5 querendo prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   Com o peso de quem comanda hoje em Mato Grosso os dois Poderes políticos, o Executivo e o Legislativo, com Mauro e Botelho, respectivamente, o DEM aposta na conquista não só da Prefeitura da Capital, mas também das outras nove maiores. Dirigentes do partido fizeram espécie de...

Presidente ora por harmonia no TCE

maluf 400 curtinha   Num Tribunal de Contas sob tensão, nada mais aconselhável do que um culto ecumênico para servidores e conselheiros, com participação de padre e pastor, em defesa da harmonia, união e amor no ambiente de trabalho. A ideia partiu do novo presidente Guilherme Maluf (foto), que reuniu...

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.