Cidades

Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021, 19h:16 | Atualizado: 08/04/2021, 13h:12

SEM AUXÍLIO

Grupo de professores denuncia que não recebeu os R$ 3,5 mil para computador

Seduc admite que nem todos docentes da rede estadual tiveram a ajuda depositada; não há data para repasse

Um grupo de professores da rede estadual de educação denunciaram que, até esta quarta (7), não receberam os R$ 3,5 mil prometidos pelo Governo do Estado para aquisição de computador portátil. A princípio, informação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) era que todos os profissionais receberam o repasse. Mas admitiu, em nota, que nem todos tiveram o auxílio depositado. 

“Hoje a Seduc postou no site que todos os professores receberam. Eu não recebi e mais 1 mil profissionais da educação que não receberam. A revolta é grande. Eu sou servidor efetivo e fui cobrar. Eles deram a previsão de fazer esse pagamento até o final desse mês”, disse profissional, que não quis se identificar.

Conforme anunciado pelo governador Mauro Mendes (DEM), computadores seriam destinados para os professores que estão em regime de teletrabalho. Dinheiro seria realizado diretamente na conta dos servidores efetivos e contratados.

No caso dos contratados, os professores terão que devolver quando deixarem a rede de educação, já no caso dos efetivos o computador será do professor. Ainda, Seduc anunciou o repasse de R$ 2,5 mil para cada professor, divididos em 36 parcelas de R$ 70 para custeio de plano de internet.

Os professores têm que prestar contas até 60 dias depois de terem recebido o dinheiro. Para isso, deve ser apresentada nota fiscal da qual deve constar a descrição do equipamento, com a marca, modelo, processador, memória RAM, disco rígido, sistema operacional e número de série do equipamento.

Nota

Por fim, por meio de nota, secretaria assumiu que não foram todos os profissionais que receberam o material. Ainda, disseram que não há data definida para que professores recebam o dinheiro.

“É necessário fazer trâmites internos de processamento da liberação da ajuda de custo. A primeira ajuda beneficiou cerca de 16 mil professores.  Nos dois casos, os professores terão 60 dias após o recebimento para comprar o notebook e prestar contas”, disseram.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Everton | Quinta-Feira, 08 de Abril de 2021, 20h27
    2
    2

    Dilminha, segundo teu mito, você nasceu de uma fraquejada. Acho que ele tem razão. Teu cérebro não desenvolveu. Sabe, você é uma ratazana anti-petista que vive no esgoto. Quando sai do esgoto é só para disseminar ódio. Vê se recupera a racionalidade e faz alguma coisa útil para a sociedade.

  • joaoderondonopolis | Quinta-Feira, 08 de Abril de 2021, 09h37
    0
    1

    Se for reeleito os servidores ficam com os notebooks, se perder é ao contrário com prazo para devolução, mas mesmo recebendo e passando a ser de minha propriedade, eu não voto nele.

  • Dra Amanda Aguiar | Quinta-Feira, 08 de Abril de 2021, 09h36
    2
    7

    Notebook pra esses professores fazerem campanha pra Bolsonaro? Bem feito pra quem votou no Bolsonaro . Vc trabalha como burro, paga imposto pra comprar computador pra professores coxinhas fazerem campanha pra Bolsonaro.

  • Dilminha | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021, 23h54
    10
    6

    Notebook pra esses professores fazer campanha pro PT , pq essa turma ama o PT , ama o lula, mesmo o lula tendo roubado o pais e ter acabado com a educação.. dinheiro deveria voltar ao contribuinte, ao povo que passa fome, por culpa das últimas gestões....

  • Dilminha | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021, 23h49
    2
    4

    Notebook pra esses professores fazer campanha pro PT , pq essa turma ama o PT , ama o lula, mesmo o lula tendo roubado o pais e ter acabado com a educação.. dinheiro deveria voltar ao contribuinte, ao povo que passa fome, por culpa das últimas gestões....

  • Sebastião Silva | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021, 19h26
    7
    12

    Estes funcionários públicos reclamam!!!!!

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...