Cidades

Terça-Feira, 15 de Setembro de 2020, 11h:15 | Atualizado: 15/09/2020, 11h:29

Guerra perdida: fotógrafo descreve cenas de apocalipse no Pantanal e despreparo

O fogo consome de forma rápida as paisagens e a sensação é de apocalipse. Algumas pessoas, incluindo pantaneiros e voluntários de Ongs, tentam inibir o fogo há mais de 60 dias. Todas as batalhas foram perdidas. É o que narra o fotógrafo Mario Friedlander, que após voltar de uma saga no pantanal, de documentar esse intenso momento, conta o que viu para ao

Mario Frienlander

Animais que restaram tem patas queimadas e parecem isolados e n�o tem para onde fugir

Animais que restaram estão com as patas queimadas. Além de isolados, não tem para onde fugir. Perdidos no fogo

Além do cenário nada esperançoso e deprimente, ele comenta que, apesar de idas e voltas do Pantanal há alguns anos, nunca se preocupou tanto. "A gente viu muitas equipes especializadas do Governo Estadual e Governo Federal, muitas viaturas e equipamentos, mas não vimos nenhum entrosamento entre essas equipes. Não vi grandes estratégias de combate ao fogo ou eles aproveitando o conhecimento do povo pantaneiro", conta.

Friedlander reforça que o pantaneiro conhece a paisagem e como o fogo se movimenta nos campos, mas que em nenhum momento essas forças buscaram a opinião desses populares que já conhecem o Pantanal. Além disso, há um número enorme de peões, gerentes e fazendas e outros que se importam com o Pantanal entrando em confronto com o fogo, e que essas pessoas parecem ter saído de um cenário de guerra, cheios de cinzas, esgotados pela luta.

Galeria: Apocalipse no Pantanal

Peões valentes e soldados limpinhos

Para o fotógrafo é assim que se distingue quem é "valente" e quem não é, pois nota um número grande soldados enviados com as fardas limpas, bem penteados, com carros de todas as cores e siglas, todos limpos também. Pessoas que parecem perdidas meio ao caos, não somatizam, pois não tem estratégia e nem conhece a mata que entram. "O que vimos foram peões e pessoas pessoas defendendo suas terras e as terras de seus vizinhos. Todo mundo trabalhando, de gerente a peão. Algumas pessoas com mais de sessenta dias em combate ao fogo, sabe o que é isso? De todos esses dias, nenhuma vitória, a única conquista é o adiamento do fogo em suas propriedades. 

Mario Frienlander

Pe�es, fazendeiros e outros se misturam �s chamas para tentar salvar vidas e propriedades

Peões, fazendeiros e outros se misturam às chamas pra salvar vidas e propriedades. Fotógrafo ajuda e registratudo

Ele comenta das dezenas de fazendas, pousadas e outros locais consumidos pelo fogo. Além disso, o destaque para as pontes de acesso, que tem outro grande equivoco que já se repetiu inúmeras vezes das equipes enviadas pelos governos. "Se eles limpassem o matagal e não jogassem madeiras em baixo das pontes, o fogo não chegaria, mas eles esperam o fogo chegar para combater", reflete.

Guerra perdida

Para o Mario a guerra está, infelizmente, perdida. O que se tenta, neste momento, é tentar salvar as vidas que restam. Tudo está comprometido ao frisar a pesca profissional ou esportiva, porque as águas também estão comprometidas. Para ele falta estratégia de ação. O turismo, entre eles, o da onça pintada que é que tem movimentado uma cadeia de sustento dos pantaneiros da região.

Além deles, a fauna e a flora, com danos irreversíveis pela maior queimada que se tem notícia dos últimos quinze anos. "Está tudo dizimado, e o pior é que não é só aqui, mas no Brasil todo. Se não continuarmos, mesmo assim, combatendo o fogo, ele irá combater a gente", finaliza.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

Coordenador quer mostrar obras de EP

vanderlucio curtinha   Coordenador da campanha de Emanuel Pinheiro à reeleição, Vanderlúcio Rodrigues (foto) garante que o grupo vai focar na divulgação de propostas e não fará ataques pessoais aos 7 adversários. O ex-secretário de Obras Públicas avalia que o grupo...

Tucano ainda com sequelas da Covid

ricardo saad curtinha 400   O vereador cuiabano e presidente do PSDB na Capital, Ricardo Saad (foto), segue na luta para reverter as sequelas deixadas pela Covid-19. Mesmo Dois meses após ser infectado, diz que 53% do seu pulmão ainda está comprometido e que, por isso, sente muita falta de ar. Candidato à...

Tentando golpe político em Tangará

amauri 400 curtinha   O deputado estadual Paulo Araújo (PP) sofreu uma tentativa de golpe vinda de uma pessoa em quem ele confiava totalmente, o seu ex-assessor Amauri Paulo Cervo (foto). Até há poucos dias, Amauri estava lotado no gabinete do deputado, na AL, quando se licenciou com intenção de concorrer...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.