Cidades

Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 18h:18 | Atualizado: 14/10/2019, 18h:24

PRECONCEITO

Invisibilidade de LGBTQI+ no mercado de trabalho é tema da Parada da Diversidade

MidiaNews

Parada da Diversidade

Assim como em anos anteriores, Parada da Diversidade deve reunir milhares de pessoas nas ruas centrais de Cuiabá

Com o tema "Somos muitos, podemos estar em qualquer profissão”, a Parada da Diversidade Sexual 2019 É lançada nesta teça (14),no Cine Teatro, em Cuiabá. Neste ano, o evento pretende discutir a presença da população LGBTQI+ no mercado de trabalho. Conforme a organização, os índices de pessoas transsexuais, por exemplo, que conseguem ser contratados em empregos formais, ainda é extremamente baixo na Capital. 

A discussão abrange pontos ainda mais profundos, como a aposentadoria, benefício tão sonhado por grande parte dos trabalhadores, mas, que exige tempo de contribuição no mercado de trabalho e carteira assinada.

Neste ano, a Parada da Diversidade acontecerá em 16 de novembro, com concentração na praça Ipiranga. A chegada da manifestação está marcada para acontecer na Orla do Porto, em Cuiabá. Segundo a organização, a expectativa é de que 20 mil pessoas tomem as ruas em defesa dos direitos trabalhistas. 

O presidente do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual, Valdomiro Arruda, explicou que a população LGBTQI+ possui aptidão para realização de trabalhos com excelência. 

De acordo com ele, ainda é muito difícil que um empresário trate o tema com atenção e humanidade necessária e, por conta disso, homens e mulheres transsexuais não conseguem ser introduzidos na vida profissional. "Já liguei pessoalmente para amigos e indiquei que contratassem homossexuais que estavam precisando. Depois de uns dias, o mesmo empresário ligou para dizer que a pessoa fazia o trabalho muito bem". 

Além da questão trabalhista, a Parada da Diversidade de 2019 também pretende se posicionar contra falta de políticas públicas para pessoas que façam parte da sigla LGBTQI+. Para Valdomiro, essa parcela da população acaba sendo "invísivel" para o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) e dia após dia perdem diretos mínimos, como trabalhar formalmente. 

A única opção da maioria são as esquinas e as ruas. O mercado de trabalho se fecha

Ariane Cury

A dificuldade de mulheres trans conseguirem se posicionar no mercado de trabalho é reforçada pela transsexual Ariane Cury, de 37 anos, que foi rainha da Parada da Diversidade, em 2018. Ela explicou que, muitas pessoas, acabam reforçando o estereótipo de que mulheres transsexuais recorrem à prostituição por outros fatores, que não a necessidade. 

"Ninguém quer empregar trans. Na realidade, as pessoas se perguntam porque a maioria das mulheres trans vivem de prosituição. Já começamos a sofrer dentro de casa, sendo expulsas ou agredidas. Saímos de casa sem amigos e sem dinheiro. A única opção da maioria são as esquinas e as ruas. O mercado de trabalho se fecha", explicou. 

Ariane chegou a completar os estudos, mas ressaltou que essa não é a realidade das mulheres trans no Brasil. O bullying nas escolas faz com que muitas delas desistam de estudar e também acabam encarando a prosituição como saída. "Na escola também é difícil. O mercado de trabalho não quer saber se temos capacidade, alguns dizem que só servimos para prostituição. Mas, muitos dos que ignoram nossa existência ou falam mal, são aqueles que vão nas esquinas durante a noite. É a hipocrisia". 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • andreia | Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019, 08h43
    2
    0

    Deus criou homem x mulher e mulher x homem, o resto não sei explicar!

  • jj | Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019, 08h42
    2
    0

    o cara que trabalhar e vai fantasiado de arvore de natal e ou de desfile de carnaval, não vai arrumar serviço nem na china kkk

Matéria(s) relacionada(s):

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

Misael nem espera janela e sai do PSB

misael partido 400 curtinha   Misael Galvão (foto), presidente da Câmara de Cuiabá, nem esperou chegar a janela partidária de março para oficializar a saída do PSB, onde esteve filiado por três anos. Para não colocar o mandato em risco, o parlamentar consultou a Justiça Eleitoral e obteve...

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

Vice do DEM-Cuiabá elogia gestão EP

joao celestino 400 curtinha   O advogado João Celestino (foto), vice-presidente da comissão provisória do DEM de Cuiabá e ligado ao senador Jayme Campos, se mostra simpático à gestão Emanuel Pinheiro, do MDB. Aliás, na segunda, Celestino fez uma visita ao prefeito e elogiou a...

Prefeito Beto faz mistério sobre apoio

beto farias 400 curtinha   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (foto), que está no segundo mandato e com a popularidade em alta, não revela quem apoiará para a disputa à sucessão, nem para aqueles aliados mais próximos. Quando perguntado, o emedebista costuma dizer que não está...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.