Cidades

Segunda-Feira, 13 de Setembro de 2010, 19h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

COLÍDER

JN mostra uma Colíder próspera e números negativos sobre MT

   A série "JN no Ar" desta segunda (13), exibida pelo Jornal Nacional, da Rede Globo, apresentou uma reportagem especial sobre Colíder, localizada a 648 km de Cuiabá, ao Norte de Mato Grosso. Antes de falar sobre a cidade, a apresentadora Fátima Bernardes citou alguns dados do Estado. Disse, por exemplo, que Mato Grosso vive basicamente do agronegócio, tem 3 milhões de moradores, mas possui um dos piores saneamentos do país, com 90% da população sem esgoto e 26% sem água tratada.

  Outro dado negativo que se tornou público é que 10% da população do Estado é analfabeta. Após a explanação dos dados do Estado, o jornalista Ernesto Páglia lembrou a a origem do nome Colíder, que está relacionado à Companhia Líder de Colonização, que fundou a cidade na década de 1970.

  Antes de pousar na cidade para conhecer a cultura da população, o jornalista foi a Alta Floresta e durante o voo ressaltou a existência de uma grossa camada de fumaça causada pelas queimadas. Lembrou dos avanços econômicos de Colíder, que são motivados principalmente pela pecuária e a existência de laticínios e frigoríficos.

  Um outro dado que chamou a atenção é o fato da maioria dos 32 mil habitantes da cidade serem do Paraná. Além disso, a equipe mostrou projetos de reflorestamento das áreas degradadas e a perspectiva de desenvolvimento com a construção da hidrelétrica no rio Teles Pires.

--------------------------------------------
Clique aqui e confira a reportagem do Jornal Nacional

 

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • Joao | Quinta-Feira, 16 de Setembro de 2010, 14h22
    0
    0

    Joao, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Flavio | Quinta-Feira, 16 de Setembro de 2010, 11h16
    0
    0

    A matéria esqueceu de dizer que este estado é o que mais tem cego no Brasil, votar em Sinval, um que um dia quis a divisão do estado, ta na cara que ele não vai governa para todos, é continuação do governo Blairo, que em Tangara da Serra não fez nada nos 08 anos, pelo contrario como Disse o Antero, ele isolou esta cidade, é uma vergonha o MP ter que obrigar o estado a corrigir uma curva na cerra dos parecis onde somente este ano ja fez 07 vidas. Ou seja o estado ja matou 07 naquele lugar, pois foi negligente. Só um exemplo da governacia do Blairo.

  • joao tertuliao | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 18h22
    0
    0

    KKKKKKKKKKKK... A parte mais interessante desse site continua sendo os comentários......... É hilário ver como os cabos eleitorais vêm aqui para tentar captar votos... Tem até gente que ainda acha que WS pinóquio vai ganhar... Isso aqui é melhor que a propagando do Tiririca em SP.

  • Ismael Pereira Pavão | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 15h30
    0
    0

    É minha opinião pessoal que a reportagem do Jonal Nacional sobre Colíder e também sobre o Estado de Mato Grosso foi um grande presente de grego. Destacou-se o apoio do regime militar para integrar e não entregar a região. Destacou-se o alto índice de desmatamento numa região popularmente conhecida como Bacia Amazônica. Esta me parece ser uma informação interessante para ongs internacionais. Destacou-se a educação e também o saneamento básico (falta dele e índice alto de analfabetismo). Falou-se bem "destes açougueiros que vieram do Paraná" (Não seria melhor pessoas visionárias, empreendedoras ou empresários?) e também teve uma boa fala do Prefeito defendendo as ações pioneiras na região (alguém estava sendo acusado?) Enfim, foi um presente de grego!

  • eduardo | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 13h22
    0
    0

    Povo cuiabano, meus conterrâneos, não se iluda, nessas eleições de outubro está em jogo muito mais do que simplesmente eleger alguém para governar o nosso estado, mas, o que está por trás, as atitudes e ideais escamoteados nesta campanha eleitoral e que mobiliza algumas pessoas para continuar no poder estadual, é o que mais me preocupa e deveria preocupar você também. Meus queridos não restam dúvidas que as pesquisas eleitorais estão "superfaturadas", dizem até que são movidas pelos desvios promovidos pelo que se tornou conhecido como "escândalo do superfaturamento dos maquinários", e que pasmem, corre em segredo de justiça, como que a sociedade não devesse saber o que aconteceu de verdade, quantos foram desviados dos recursos públicos e quem foi o favorecido. Mas, o povo cuiabano não é tolo, sabe muito bem quem está por trás disso tudo. A turma da botina quer manter o modelo de desenvolvimento deles goela abaixo da cuiabania, mas, na verdade, poucos são os beneficiados por tal modelo, pois a miséria graça nos rincões deste estado e na periferia de cidades como Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. Se não bastasse isso, o candidato governista é divisionista, ninguém esquece isto, eu pelo menos não esqueço, está gravada na minha memória de alguns anos atrás aquela imensa placa "sejam bem vindo ao futuro estado do mato grosso do norte", e com assinatura e apoio do então deputado Silval Barbosa. A placa estava instalada logo depois da ponte do rio Arinos, pouco antes de Nova Mutum. Povo cuiabano vamos acordar, não se enganem, se esses botinudos continuarem no poder vão poder realizar o grande sonho deles, e que está hibernado por conveniência política, apenas isso. Desmembrar o Estado em dois ou três, como inclusive já existe projetos com tais objetivos tramitando em Brasilia, é uma forma que eles possam se livrar da cuiabanada, os comedores de peixe com banana, como eles costumam debochar da cuiabania. Agora, de forma premeditada nestas eleições, a turma da botina dissimula, mentem que se preocupam com Cuiabá, que estão investindo na capital, puro lero-lero, se existem obras que envolve o governo estadual da era maggi-silval foi com a contribuição majoritária do governo federal, poderia citar aqui o PAC, os conjuntos habitacionais "minha casa, minha vida", hospital universitário, a duplicação da rodovia rondonópolis-cuiabá. Além dessa discriminação orçamentária com Cuiabá, reparem bem no governo do senhor blairo maggi e silval e avaliem quantos cuiabanos trabalham para eles? Reparem bem quantos esse governador investiu em Cuiabá, muito pouco, ainda mais se levarmos em consideração o ICMS arrecadado pelos municípios, sendo Cuiabá a que mais arrecada, mas sabem quanto os botinudos investem em Cuiabá? Muito pouco!!!! Meus conterrâneos cuiabanos abram bem os olhos, além do espírito divisionista do blairo e silval e companhia, além de discriminarem Cuiabá em relação a obras e à fatia do ICMS arrecadado, reparem bem que a desfaçatez do atual governo quanto a investimentos na melhoria dos serviços públicos prestados na capital, mas, atendendo a população de todo o estado, como no caso da saúde pública. O atual governo estadual só fez empurrar pessoas de todo o estado para serem tratadas no pronto socorro de Cuiabá, não construíram sequer 1 (UM) hospital regional, e pior não ajudaram Cuiabá a aumentar sua rede de atendimento a saúde pública, de tratar dos enfermos encaminhados por "ambulância" de todo os rincões do estado. Essa turma da botina vem agindo politicamente com Cuiabá a alguns anos, na vil tentativa de prejudicar uma futura candidatura de Wilson santos ao governo o tiro saiu pela culatra, os serviços públicos frágeis acabaram por atingir a toda a sua população, como também dos municípios de todo o estado, portanto, acabaram por discriminar o povo cuiabano e mato-grossense como um todo pelos péssimos serviços de saúde dos hospitais regionais existentes no estado. Cuiabanos, tem mais, eu nunca vi um governo fechar escolas, pois bem, o senhor blairo maggi e seu vice silval fecharam escolas tradicionais, como p.ex., a escola Eurico Gaspar Dutra, ali ao lado do estádio dutrinha, escola inclusive onde estudei no primário, e que agora são as instalação do comando do corpo de bombeiros, um absurdo heim!!!! Além disso, os indices educacionais do estado de mato grosso são considerados os piores do Brasil. Na área ambiental nem se fala, mato grosso foi vexame nacional, com blairo maggi ganhando o prêmio motosserra de ouro, pela omissão no índice de desmatamento e queimadas, sendo que em 2007 o senhor blairo maggi foi inclusive responsabilizado pelo ministério público federal pela fumaceira que tomou conta de Cuiabá, lembram-se disso? Agora, em 2010, neste mês de agosto, as queimadas de mato grosso chegaram a um indice histórico, para se ter uma idéia considerando as emissões dos gases para a atmosfera provocada pelas queimadas no Estado foram bem maiores do que a quantidade emitida pelo estado de São Paulo, com todo o poderoso parque industrial do estado paulista. Meus irmãos cuiabanos fiquem sabendo que o governo da turma da botina é responsável pelos péssimos índices ambientais do estado de mato grosso e que prejudicado a qualidade de vida minha, sua e de toda a nossa gente. Só para vocês terem uma idéia cerca de 90% dos municípios do estado destina o seu lixo para lixões a céu aberto, contaminando o solo, a água subterrânea e favorecendo a proliferação de doenças nas pessoas que vão até esses locais para catar materiais de valor no lixo. Um dado digno de uma sociedade primitiva. Como pode então o estado de mato grosso estar se desenvolvendo se sua gente ainda cata lixo, e se o nosso lixo está disposto a céu aberto? Como pode um estado "desenvolvido" como mato grosso ter apenas 15% do esgoto tratado? Primeiro, o Estado de mato grosso está crescendo economicamente, mas, com tais índices vergonhosos não podem ser considerado desenvolvido. Desenvolvido seria se no nosso grandioso estado de mato grosso a sua riqueza estivesse sendo distribuído para todos os seus cidadãos, todas as suas regiões, o que não está. É só observar à periferia de nossas cidades, basta irem a alguns municípios da baixada cuiabana, da região da grande Cáceres, no vale do Araguaia, que iremos perceber rapidinho que o atual governo estadual mente, assim como mentiram sobre uma suposta megajazida de minério de ferro em Mirassol do oeste. Meus conterrâneos, povo cuiabano, o que está em jogo nestas eleições é algo muito importante, trata-se da própria sobrevivência da nossa histórica, da resistência da cuiabania inclusive na defesa do território nacional, trata-se da defesa da integridade física do nosso território, trata-se do resguardo da memória de nossos grandes vultos como Eurico Gaspar Dutra, dom Aquino Correa, Marechal Rondon, Joaquim Murtinho, dentre outros personagens históricos da autêntica história mato-grossense, e que assim como o guaraná de ralar que segundo informações foi retirado da recepção da sede do governo do estado, o palácio paiaguás, aos poucos, certas pessoas que nada tem a ver com a nossa cultura, irão procurar substituir aspectos relevantes da nossa cultural, a nossa própria alma expressa na nossa forma de ser (eles dizem que cuiabano é preguiçoso), desde a nossa típica culinária até atingir aspectos intocáveis dos nossos costumes, que vêm desde tempos imemoriais. Enfim, nessas eleições, meus conterrâneos, ilustríssimo povo cuiabano, estará em jogo muito mais do que depositar o meu e o seu voto nas urnas, mas a nossa alma cultural, nossa sobrevivência naquilo que têm mais valor para a nossa essência como grupo social específico, a cuiabania, pensem nisso!!!!!!!!! Escrito por um Cuiabano Indignado

  • Antonio Faria Correa | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 11h13
    0
    0

    A merda veia a Tona. Com a palavra o Silval Divisão e o Blairo Mágico. Prá moralizar e rosolver essas pendengas... Mauro Mendes Governador e Taques 123 Senador. Abaixo essa cambada de corruptos.

  • Diniz José de Oliveira Miranda | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 10h58
    0
    0

    90% da população sem esgoto,26% sem água tratada,10% da população é analfabeta, é vergonhoso para um dos Estado mais rico da União, esse dado mostrar que MT está sendo governador para pouco,aliás para uma minoria de pessoas. É tem mais MT não tem saúde,educação e segurança. Eleitores matogrossense precisamos ter o segundo turno em MT, é hora da virada, Wilson Santos no 2º turno para mudar MT,

  • Benedita | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 09h30
    0
    0

    Vamos ser honestos é muito simplista atribuir toda a responsabilidade ao governo atual, a verdade é que devemos lembrar dos das administrações dos últimos 30 anos, quando abriram a porteira de Mato Grosso, sem que nenhum planejamento. Então caros eleitores, nestas eleições temos é 03(três) ex-governadores de MT, todos com altíssima aceitação. Temos Deputados que estão há anos no poder.NÃO VAMOS TAPAR O SOL COM PENEIRA FURADA, TODOS QUE PASSARAM PELO PODER NOS ÚLTIMOS ANOS SÃO RESPONSÁVEIS PELA SITUAÇÃO ATUAL DE MT. É chegada a hora de renovação total de cabo a rabo. É chegada a hora de não se eleger nenhum ex- qualquer coisa. Chega de Blairo, Júlio Campos, Bezerra e outros tantos.

  • Junior | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 08h37
    0
    0

    Gente do meu querido mato grosso, pelo amor de deus, vamos mudar esse quadro nós nao merecemos isso 300 mil analfabetos é demais,nao podemos viver só do agronegócio que enriquece o ex governador, vamos eleger Mauro Mendes que é empresário industrial e Pedro Taques que nao tem medo de enfrentar essa corja, temos que dar espaco a pessoas que realmente querem mudar nosso estado.

  • LUCAS | Terça-Feira, 14 de Setembro de 2010, 08h37
    0
    0

    SE O SOCO DADO PELO ERNESTO PAGLIA DOEU NO MEU ESTÔMAGO IMAGINEM O ESTRAGO QUE FEZ NA CAMPANHA DO TÁ NA PALMA DA MÃO ? MINHA MÃE ESTÁ ROLANDO DE TANTO RIR PORQUE ELA É DA TORCIDA DE MAURO MENDES COMO A MAIORIA DAQUI QUE NÃO ENGOLE MAIS ESSES PINÓQUIOS CARREIRISTAS.

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...