Cidades

Sexta-Feira, 13 de Setembro de 2019, 16h:59 | Atualizado: 13/09/2019, 17h:05

Mãe e filha de MT estão presas há 3 dias em deserto na Bolívia devido a protesto

Arquivo Pessoal

Danielly Paola Leite Lopes e Luzia F�tima Leite Silva

Danielly Paola Leite Lopes e a sua mãe Luzia Fátima Leite Silva em foto tirada no deserto

Duas moradoras de Tangará da Serra (a 242 km de Cuiabá) estão impedidas de deixar o deserto de Salar de Uyuni, na Bolívia, desde quarta (11), quando a população local começou um protesto intenso, bloqueando ruas e circulação de veículos, por conta de conflitos políticos que têm afetado a região. Danielly Paola Leite Lopes e a mãe dela, Luzia Fátima Leite Silva chegaram a ficar sem ter onde passar a noite, sem banho e sem comida. 

Em entrevista ao , Danielly contou que ela e a mãe conseguiram se alimentar apenas nessa quinta (12), na hora do almoço, quando a agência de viagens, da qual elas compraram o passeio até o deserto de sal - considerado o maior do mundo - ofereceu sopa às viajantes. 

"Estávamos desde quarta (11) sem comer. Ficamos três dias sem banho, conseguimos tomar banho hoje. Também estávamos sem água para beber", relatou. 

Sites do exterior informam que, pelo menos, 200 turistas estão presos na região turística desde o começo do protesto. De acordo com as informações são pessoas das mais diversas nacionalidades. Nesta sexta (13), a agência de viagem contratada por ela e a mãe conseguiram um veículo para tentar passar pelas barreiras. 

"Colocaram todos os turistas no carro e estão tentando passar pelos bloqueios. Mas, nos pararam no primeiro. Está todo mundo fora do veículo, estão negociando com as pessoas do protesto, ainda é apenas uma tentativa. Não sabemos se vamos conseguir sair mesmo", disse. 

Danielly contou que outros brasileiros estão presos no local desde terça (10), quando os funcionários da agência tentaram retirar os turistas usando um ônibus. Ela também disse que precisaram ficar no frio de -4°C aguardando a saída, que não aconteceu. 

No primeiro dia, ela e a mãe passaram a noite em um restaurante para se abrigar do frio. No segundo, Danielly afirmou que as duas tentaram ir embora durante todo o dia, sem sucesso. Os restaurantes, mercados e lojas da cidade também estão fechados por conta do protesto, fato que tem dificultado ainda mais a vida dos turistas. 

"Está muito tenso, não estamos com medo de sermos agredidas ou algo do gênero, mas estamos com muito medo de não conseguirmos ir embora. Disseram que o protesto pode durar de cinco a dez dias, ainda não sabemos", contou. 

Apoio da Embaixada 

De acordo com Danielly, a Embaixa do Brasil na Bolívia afirmou que o órgão pediu que eles aguardassem. Nesta sexta (13), elas receberam a informação de que haveria um vôo, mas a mato-grossense ressaltou que ainda não há certeza que o embarque vai mesmo acontecer.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

Selma vê maior conforto no Podemos

selma curtinha 400   No grupo de WhatsApp "PSL Mulher MT", Selma Arruda (foto) escreveu um texto de despedida do partido. Disse estar chateada "com tudo isso", mas que não perdeu a fé e que o Governo Bolsonaro vai dar certo. Afirma sair do PSL com "coração partido" e que continua com os mesmos ideais no Podemos, onde...

Podemos esperando Selma se salvar

alvarodias_curtinhas   Na busca para ampliar a bancada do Podemos no Senado, o senador Alvaro Dias, derrotado à presidência no ano passado, só correu atrás de Selma, no sentido de convencê-la a se filiar no partido, depois que foi informado que ela tem chances reais de derrubar no TSE a cassação por...

Fávaro e esperança em assumir vaga

carlosfavaro_curtinha   O representante do escritório de MT em Brasília Carlos Fávaro (PSD) está convicto de que a senadora Selma não só será cassada de vez pelo TSE nos próximos meses, como a decisão da Corte lhe permitirá assumir a vaga enquanto não for eleito um novo...

Maturidade e nova visão sobre o TCE

janaina_riva_curtinha   No segundo mandato e sentindo-se mais madura politicamente, apesar de ainda bem jovem – completou 30 anos em 21 de janeiro – a deputada Janaína Riva revela que pensa diferente sobre a indicação de políticos ao cargo de conselheiro do TCE. Ao autorizar os colegas a derrubar a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.