Cidades

Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 07h:18 | Atualizado: 15/04/2019, 10h:11

Menino aguarda cirurgia urgente que faria na Santa Casa, que está fechada - vídeo

Rodinei Crescêncio

Ana com neto que precisa de cirurgia

Com problema de saúde, João Emanuel, com a mãe, ganha carinhoso beijo na mão da prima

Em uma residência de três cômodos, no bairro Parque Geórgia, na periferia de Cuiabá, o pequeno João Emanuel precisa de cuidados especiais ao longo do dia. O garoto, de um ano, possui obstrução do trato urinário – bloqueio que impede o trajeto normal da urina – e precisa passar por uma cirurgia.

A família do pequeno diz que o procedimento cirúrgico dele deveria ter sido feito no início de março. No entanto, foi adiado por tempo indeterminado. Isso porque, segundo os parentes, ia ser operado na Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá. Porém, a unidade de saúde está fechada há mais de um mês, em razão da ausência de repasses de recursos públicos – funcionários do local estão sem receber desde novembro passado.

“Ele precisa fazer essa cirurgia logo, porque é um risco muito grande. Ele já foi pra UTI por conta de uma infecção urinária, causada pelo problema de saúde. Se ele não fizer logo essa cirurgia, pode ter outra infecção”, apela a avó do garoto, a catadora Ana Maria Izidoria, 68 anos. 

João Emanuel mora em uma casa com outras seis crianças e duas jovens – uma delas é a mãe dele, Bruna Maria, de 19 anos. A responsável pela residência é Ana Maria, 68. A mulher relata as dificuldades enfrentadas pelo neto caçula. “Tem vezes em que ele urina e começa a sangrar”, lamenta.

Rodinei Crescêncio

Ana com a Fam�lia

Dona Ana, responsáel pela caa, é bisavó de João Emanuel e cria também outros netos e bisnetos juntando latas e papelões para vender e como faxineira

A doença

João Emanuel foi diagnosticado com a doença que obstrui o sistema urinário logo que nasceu. Ele fez uma  cirurgia nos primeiros meses de vida e deveria passar por um segundo procedimento logo que completasse um ano.

A mãe do garoto relata que não foi avisada sobre o fechamento da Santa Casa. “Quando estava chegando a data da cirurgia dele, apenas disseram para eu ligar com frequência, para ver se havia voltado o atendimento. Mas não voltou até hoje. Meu filho já tem um ano e um mês, mas até agora nada. Não sabemos quando ele vai conseguir fazer essa cirurgia”, comenta.

Na última sexta (12), a família conseguiu uma consulta médica na rede pública para avaliar a situação da criança. Apesar disso, a cirurgia segue sem data.

Poucas fraldas

Uma das preocupações da família é não deixar faltar fraldas para o garoto. A mãe de João Emanuel não trabalha, pois argumenta que precisa cuidar da criança, que, segundo ela, necessita de ajuda durante todo o dia. A responsável pelo sustento dos moradores da residência é Dona Ana, como é conhecida a idosa. Ela sobrevive juntando latas e papelões para vender, além de fazer serviços como faxineira.

Por mês, a idosa ganha cerca de R$ 500. “Sempre conto com a ajuda de vizinhos para sobreviver. Eles me auxiliam quando preciso. Hoje mesmo, não tinha alimento para almoçar e duas vizinhas doaram”, relata Dona Maria.

Dona Ana, os netos e bisnetos não recebem Bolsa Família. A idosa relata que teve o benefício suspenso anos atrás e não conseguiu recuperá-lo. Por isso, as dificuldades são ainda maiores.

Para conseguir fraldas para o neto caçula, quando não tem dinheiro, a idosa pede a vizinhos ou conhecidos. “Ele usa muitas fraldas todos os dias. E são duas por vez, de tamanhos M e G, porque ele urina pelo pênis e também pelo buraco que tem na barriga, por conta da doença. É muito complicada essa situação”, afirma.

Ela comenta que após a cirurgia, o garoto deverá passar a usar uma fralda por vez. “A gente quer que ele faça essa operação o quanto antes”, declara a idosa.

Outro lado

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que ainda não há prazo para a retomada dos atendimentos na Santa Casa. “O prefeito Emanuel Pinheiro está solidário aos problemas dos funcionários que estão há meses sem receber e está disposto a ajudar”, afirma a pasta.

A Prefeitura havia informado que repassaria R$ 3,5 milhões para a unidade de Saúde e a Assembleia também entregaria o mesmo valor, somando R$ 7 milhões. No entanto, o Executivo municipal e o Legislativo estadual recuaram dos repasses após serem orientados pelo Ministério Público Estadual (MPE) a não entregar tais valores enquanto a diretoria do hospital não fosse alterada.

Na última sexta (12), a diretoria do hospital foi afastada. No entanto, o prefeito ainda não comentou sobre as medidas que tomará a partir de então. Nesta segunda (15), ele deverá comentar as novas medidas que adotará em relação à unidade de saúde da Capital.

Alguns pacientes da Santa Casa foram transferidos a outros hospitais da Capital. A SMS não comentou especificamente sobre o caso de João Emanuel.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Kaola | Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 14h18
    0
    0

    Deixa um telefone de contato, para que quem puder possa ajudar.

Matéria(s) relacionada(s):

Selma retribui elogio de Sérgio Moro

selma arruda curtinha   A senadora Selma Arruda (foto), que foi elogiada e utilizada como exemplo pelo ministro da Justiça  na CCJ do Senado, fez questão de expressar solidariedade a Sérgio Moro.  O ministro  está na defensiva desde que o site The Intercept começou a publicar supostas conversas com...

Cotia também quer disputar Cáceres

cotia curtinha   Surge mais um pré-candidato a prefeito de Cáceres, além dos três aliados do prefeito Francis Maris e de outros cinco pretendentes pela oposição. Trata-se de Renancildo Soares França, o Cotia (foto), filiado ao PSD. Ex-assessor do ex-federal Pedro Henry, do ex-vice-governador...

5 ensaiam em Cáceres pela oposição

tulio fontes curtinha   Enquanto três tucanos da base do prefeito Francis vivem expectativa por candidatura pelo palanque situacionista em Cáceres, grupos de oposição se movimentam para lançar nomes competitivos. O advogado e ex-prefeito por dois mandatos Túlio Fontes (foto), do PV, demonstra certo...

Base de Francis, Júnior e divergências

eliene liberado curtinha   O prefeito de Cáceres Francis Maris, no segundo mandato e, portanto, fora do projeto majoritário de 2020, não esconde mais de ninguém que o nome preferencial para a disputa à sucessão é do seu secretário de Turismo, Júnior Trindade. E isso não tem...

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.