Cidades

Terça-Feira, 11 de Fevereiro de 2020, 15h:10 | Atualizado: 11/02/2020, 20h:07

polêmica

Mesmo com ocupação, Seduc mantém decisão de desativar escola Nilo Póvoas

A secretaria estadual de Educação (Seduc) reiterou, por meio de nota, que a decisão de desativar a Escola Estadual Nilo Póvoas, em Cuiabá, não será suspensa. Na tarde de ontem (10), um grupo de aproximadamente 30 alunos, entre 16 e 18 anos, decidiram ocupar o prédio para forçar o governo a repensar a extincão da unidade, que completará 50 anos. 

Uma comissão de acompanhamento e orientação foi constituída pela Seduc para orientar a unidade escolar durante o processo de desativação. Conforme posicionamento da Seduc, o objetivo da desativação é transformar o imóvel no Centro de Referência em Educação Inclusiva Nilo Póvoas.

"Uma ação estratégica de gestão, com foco na melhor ocupação dos prédio públicos escolares e aplicação de recursos", diz trecho da nota. 

Ocupa��o Nilo P�voas

Alunos ocuparam a escola, localizada no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, nesta segunda-feira (10) e prometem continuar no local por tempo indeterminado

A Escola Estadual Nilo Póvoas será inserida no planejamento de redimensionamento e reordenamento escolar da Pasta. Segundo a Seduc, atualmente 126 alunos estão matriculados na unidade, sendo que 32 deles já finalizaram o ensino médio integral. 

Os 94 estudantes que permanecerão nos 1º e 2º anos têm opção de remanejamento sem prejuízo pedagógico para a Escola Estadual Antônio Epaminondas, no bairro Lixeira, que também funciona em período integral. Além das escolas estaduais José de Mesquita, no Porto, Padre João Panarotto, no CPA IV, ou Professor Rafael Rueda, no Pedra 90. 

Ainda de acordo com a Seduc, os profissionais lotados na unidade também não terão prejuízos, já que serão transferidos para a Escola Estadual Antônio Epaminondas. Assim como os servidores temporários, que serão direcionados para outras unidades educacionais. 

A ocupação 

Durante o protesto, os estudantes conversaram com a reportagem do e explicaram que começaram a ocupar o prédio ontem (10), por volta das 16h. Inicialmente, eles chegaram a pedir a chave do prédio na direção da escola, porém eles se negaram a entregar. No entanto, após conversas, os alunos entraram no local de forma pacífica. 

Uma faixa produzida pelos alunos e esticada no portão da Escola Estadual Nilo Povóas ostenta a palavra "ocupada"  e indica o que acontece por trás dos muros. Dentro da escola, meninos e meninas se organizaram em salas separadas. Eles conseguiram a chave da cozinha e estão se alimentando com os produtos que seriam usados para a merenda escolar. Os jovens ressaltaram que, após campanha de doação, os alimentos serão devolvidos. 

 Os estudantes disseram que pretendem acampar no local por tempo indeterminado. Até o momento, a Polícia Militar não foi acionada para comparecer à unidade. 

Os manifestantes também afirmaram não terem conhecimento de recursos judiciais que possam ter sido impetrados para que saiam do prédio. "Já conversamos muito, resolvemos que agora é 'entrar mesmo'. Estamos tranquilos e focados no que queremos, que é reivindicar o não fechamento da escola", disse um dos alunos que prefere não se identificar. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.