Cidades

Domingo, 20 de Setembro de 2020, 14h:44 | Atualizado: 20/09/2020, 14h:46

"EX-MÃE" DO BENTO

Mulher transforma dor de perder bebê em diário e ensina o que não falar nessa hora

CÉLIA ALVES

A publicitária Célia Alves, 41 anos, de Cuiabá, sentiu-se radiante ao pegar o resultado positivo: estava grávida, depois de 4 anos tentando. O marido, que é empresário da hotelaria, e os três filhos, do primeiro casamento dela, já adultos, também ficaram felizes demais. Uma criança viria para alegrar a família.

A barriguinha logo começou a despontar e o chá de revelação foi emocionante. Se fosse menina, o nome escolhido era Alice. Porém, Bento é que estava a caminho. Célia beijou a letra B, presa a balões azuis. A vida passou a girar em torno dessa gravidez tão desejada, com muito amor envolvido.

Galeria: Memórias de Bento

Tudo parecia tranquilo, porém em um ultrassom de rotina, no quarto mês de gestação, não se ouvia as batidas do coração do menino e, em seguida, a médica confirmou o óbito fetal. Era dia 10 de janeiro de 2019. O mundo de Célia caiu e foi quando começou a perceber que a sociedade menospreza a dor das mulheres que perdem bebês.

Cada vez que ia tentando lidar com aquele luto mais ouvia o que não queria. Vai passar, Deus sabe o que faz, acontece com muita gente, foram poucos meses (insinuando que não houve tempo de amar o filho), daqui a pouco você engravida de novo, essas coisas ditas talvez não por má fé, mas falta de entendimento sobre o que vai no coração e na cabeça de quem passa por essa perda.

Sim, você pode chorar, pode viver esse luto, pode sentir inveja de outras mulheres grávidas e tudo bem, não quer dizer que você é má pessoa. Também não precisa ir onde não se sente bem. Eu por exemplo não fui a um chá de bebê de uma amiga

Em um relato no Instagram sobre seus sentimentos, Célia recebeu tantos comentários, que ficou surpresa. Até mulheres que nem a conheciam se sentiam à vontade para trocar experiências, chorar junto e “rolou” muita empatia.

Foi daí que ela resolveu escrever um livro – o “Diário de uma ex mãe”. O livro será lançado dia 23 de setembro e depois disso estará a disposição para compra tanto na livraria da editora Umanos, que lança a obra, quanto no Instagram da autora (@celia_tenisesainha). O nome do Insta é porque Célia também corre, como atleta amadora.

O livro tem formato de diário, nele ela conta desde que desconfiou da gravidez, pegou o exame, revelou ao marido e aos filhos, fala de seus sentimentos, marca datas, traz fotos e, para fechar, relata ainda sobre a morte fetal, o luto, as saudades do Bento e até o que não se deve dizer nessas horas.

A frieza da médica ao anunciar o óbito é citada. “Meu médico estava viajando e a que me deu a notícia falou assim: nossa, é super normal perder bebê, só hoje foram cinco mães passando por isso aqui comigo”.

O livro, na opinião de Célia, pode causar um efeito terapêutico, em quem já passou por isso e empatia de outras mulheres, inclusive das que perderam filhos, após nascidos, como uma prima que assina uma carta ao filho, publicada nas últimas páginas. Uma outra amiga que também perdeu o bebê com 16 semanas de gestação assina outra carta, que vem também ao final do livro, relatando sua experiência.

“Sim, você pode chorar, pode viver esse luto, pode sentir inveja de outras mulheres grávidas e tudo bem, não quer dizer que você é má pessoa. Também não precisa ir onde não se sente bem. Eu por exemplo não fui a um chá de bebê de uma amiga”, diz ela, reforçando que essa dor, das mães que perdem bebês, deve ser respeitada, vivenciada e só depois disso superada. Nesse sentido, o diário de Célia pode ser um alívio como de quem diz: eu te entendo.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...