Cidades

Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 10h:04 | Atualizado: 29/01/2014, 10h:23

Percival extingue e funde pastas para cortar R$ 4 mi; Ana terá mais poder


de Rondonópolis

Rossana Gasparini

Ana Car]la Muniz

Primeira-dama Ana Carla também vai cuidar das pastas Cultura e Esportes

O prefeito de Rondonópolis Percival Muniz (PPS) solicitou que todos os secretários colocassem os cargos à disposição. O pedido faz parte de um pacote de medidas de contenção de gastos que começaram a ser anunciadas pela administração municipal. Das atuais 15 pastas existentes no município, pelo menos cinco serão fundidas. Cada secretário deve apresentar ainda cortes de pessoal nas respectivas pastas. 

As mudanças estão sendo implementadas devido a elevação dos gastos públicos no último ano e do pequeno crescimento da receita do município, que subiu apenas 7,01%. Em 2013, a prefeitura gastou R$ 40 milhões acima do que foi arrecadado. Agora, a administração terá que atingir R$ 4 milhões em cortes de pessoal, o que começou a ser feito de “cima para baixo”.

Primeiro serão realizadas alterações no alto escalão. Desde o início da gestão, Percival não definiu totalmente o secretariado. Em um ano houve várias mudanças nas pastas e até hoje há duas secretarias ocupadas pela mesma pessoa, como é o caso de Infraestrutura e Transportes e Trânsito, sob o comando de Argemiro Ferreira e de Governo e Ação Social, chefiadas por Eduardo Duarte.

Ficou acertado administrativamente que as secretarias de Cultura – criada recentemente - e de Esportes serão incorporadas à de Educação e ficarão sob o comando da primeira-dama Ana Carla Muniz (PPS). Segundo o secretário municipal de Administração, Carlos Vanzeli, a fusão foi adotada para eliminar dois departamentos administrativos. Somente neste caso, deixarão de existir dois cargos de secretários, porque Cultura e Esporte serão departamentos. 

O Gabinete Municipal de Desenvolvimento Econômico, chefiado por Edson Ferreira, também deve passar por mudanças. O prefeito já extinguiu a promotoria de Desenvolvimento de Agronegócio e a de Novos Investimentos. Caíram também os dois secretários que as ocupavam as pastas, José Orsi e Élio Razia, respectivamente. O gabinete já vinha recebendo críticas por não apresentar resultados satisfatórios na atração de novas empresas para o município, o que levou a atual exclusão.
A secretaria de Habitação e Urbanismo foi dividida em três partes: a de cadastros de habitação foi para a pasta de Ação Social; a fiscalização de casas e desenvolvimento imobiliário, para a pasta de Receita; a parte de projetos ficará a cargo da Infraestrutura.
Planejamento, Administração, Receita e Finanças devem ser fundidas em apenas duas, mas ainda não há uma definição de como devem ficar. Por enquanto, o Gabinete de Apoio à Segurança Pública (Gasp), considerado um gabinete sem atuação, não foi citado nas mudanças. Os projetos de fusão das secretarias devem ser encaminhados para a Câmara para serem votados pelos vereadores.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Dornele$ | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2014, 08h27
    1
    0

    Essa fez um estrago, quando da sua triste passagem pela Seduc, imaginem então que esta fazendo ai em ROO? O que mais me lembra dela, é que no apagar das luzes, fez uma compra de quase 5 milhões de reais em quentinhas!

  • Ariosvaldez Rodrigues de LIma | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2014, 06h44
    1
    0

    Percival está adotando medidas que julga necessárias na tentativa de sanar problemas administrativos do município; a gestão atual tem problemas, isso é fato, mas fato também, que não pode ser negado, é que o atual prefeito tem buscado enfrentá-los, se a contento ou não, isso será julgado pelo eleitor nas próximas eleições em 2016; quem critica aquele que está tentando acertar é porque não dispõe de ideia melhor nem de capacidade ou vontade de colaborar; para estes, administrador algum será bom o bastante. Percival já mostrou antes a competência e capacidade política e administrativa que tem; o que esperamos é demonstre novamente desta vez, pois, não podemos viver de passado, por mais brilhante que tenha sido; torço para que as medidas anunciadas tragam resultados benéficos para o nosso município, pois, de desastre administrativo já nos fartamos de 2009 a 2012 com dois prefeitos desmiolados!

  • joao | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 16h54
    1
    1

    Ismael, você comprovou que não conhece a secretária Ana Carla e sendo assim você nunca falou com ela. Ana Carla é uma secretária íntegra e super educada. Não precisa colocar defeito em quem não tem.

  • João | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 16h47
    0
    1

    E será que ele vai pagar o principal acionista da cidade? Porque Rondonópolis foi dada como garantia pelo prefeito....

  • João de Deus | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 14h51
    4
    0

    Infelizmente a verdade não pode ser dita, dessa "competente" ex-secretaria de Educação do estado pois vira expressão agressiva ou denuncia sem prova. Mas vamos deixar Rondonópolis sentir o gostinho.

  • Ismael | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 14h31
    2
    1

    Percival está a todo modo tentando dar mais poder para Ana Carla para conseguir emplacá-la, mas em Roo ninguém gosta dela..é arrogante, grossa e trata mal todos os funcionários da prefeitura.

  • Paulo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 14h24
    1
    1

    Isso não é verdade. A cultura não deixará de existir e Ana Carla continuará a frente apenas da educação, lugar, aliás, que vem desenvolvendo um belo trabalho.

  • ramos | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 14h03
    3
    1

    Se isso não é nepotismo é o quê ?? Ditadura ??

  • João de Deus | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 12h09
    2
    0

    João de Deus, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, Abílio Júnior e Emanuel Pinheiro protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou tão tenso que o mediador Antonio Carlos (foto) teve que cortar o áudio de ambos, que...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...

Neurilan e apoio de Botelho à AMM

eduardo botelho 400 curtinha   Em busca de apoio de lideranças políticas para permanecer no comando da AMM por mais três anos, Neurilan Fraga foi pedir socorro para o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (foto). Quer que o parlamentar seja o presidente de honra de sua chapa. Neurilan tem se articulado como pode e,...