Cidades

Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2014, 15h:48 | Atualizado: 29/01/2014, 15h:52

PF define desocupação


de Barra do Garças

O juiz da 5ª Vara Federal de Mato Grosso, Jeferson Schneider, acompanhado pelo  superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso, Elzio Vicente da Silva e o delegado-chefe da Delegacia da PF em Barra do Garças, Marcelo Augusto Xavier, estão reunidos nesta quarta (29), na Capital, para traçar o plano que será desencadeado nas próximas horas para a desocupação da Terra Indígena Maraiwãtsédé, a antiga Suiá-Missú, reocupada no domingo (26) por cerca de 300 produtores rurais.

A desocupação foi determinada pela Justiça, em atendimento ao Ministério Público Federal (MPF), que denunciou a invasão das famílias que já tinham sido despejadas para a transferência da área aos índios da etnia xavante.

Uma equipe da PF de Barra do Garças, chefiada pelo delegado Marcelo Xavier esteve na área no início da semana e nesta quarta, ele se deslocou à Cuiabá para esta reunião que decidirá quais medidas serão tomadas para o cumprimento da decisão judicial. A ordem é desocupar a reserva, porém, o plano ainda não tinha sido traçado.

Cerca de 300 produtores estão ocupando suas antigas terras e nesta quarta, começaram a reconstruir as casas destruídas pela Funai logo após a desocupação, ocorrida em dezembro de 2012. O retorno à área, segundo as famílias, é em definitivo com a promessa de resistir mesmo diante de ação policial, já que não têm para onde irem. 

O clima na região é de tensão, embora não tenha nenhum registro de incidentes ou confrontos entre produtos e os índios que estão ocupando a reserva.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Domingos Ozorio Nunes | Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2014, 08h59
    0
    0

    Na grande maioria das ações o Ministério Público Federal, Estadual e Municipal, toma as decisões sem olhar o outro lado, como foi o caso, retiram famílias de seu convívio e subsistência e não realocam ou acionam o lado contrario para que realoquem estes expulsos, é este o caso do Suia-missú, vendedores em geral dos centros das cidades, neste caso estão os dos centros de Cuiabá em síntese não tem Planejamento.

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

Priminho Riva deve disputar em Juara

priminho riva 400 curtinha   Dezesseis anos depois de comandar Juara por dois mandatos (1997 a 2004), Priminho Riva (foto) está de volta. Filiado ao PR, ele deve concorrer a prefeito. Político bastante popular e carismático, tende a enfrentar um páreo duro com dois nomes considerados fortes, o do ex-vice e que se tornou...

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.