Cidades

Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 09h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

PARANATINGA

Pires defende comércio e vai criar lei para inibir ambulantes

Vilson Pires   Acusado de agressão pelo vendedor ambulante Cícero Gomes de Araújo, o prefeito de Paranatinga, Vilson Pires (PRP), defendeu-se dizendo que em nenhum momento partiu para agressão e que o embate com o camelô aconteceu em defesa dos comerciantes do município. De acordo com Pires, ao se deparar, na manhã de domingo (10), com um caminhão, em que 14 vendedores ambulantes portavam fardos de mercadorias de confecção, ele abordou o grupo, identificando-se como gestor municipal e perguntando se eles possuíam alvará para atuar na cidade.

   Ao constatar que eles não tinham a licença, o prefeito mandou que os vendedores retornassem, já que não era possível fazer o recolhimento das devidas taxas para a legalização da comercialização e não permitiria a atividade, já que, segundo ele, prejudicaria aqueles comerciantes que atuam no município pagando seus impostos.

Veja as acusações feitas contra o prefeito

   Classificando a atitude como “defesa do comércio local”, Pires chegou a acompanhar o ambulante, que não se conformou com a situação, até a delegacia, mas ressalta que em nenhum momento chegou a agredi-lo ou se passar por policial. Ele ainda criticou a atitude do presidente da Câmara, Valdeci Donizete Nunes (PTB), que pediu a apuração do caso junto ao Legislativo. “Ele foi totalmente infeliz ao defender alguém que vem ao município prejudicar os interesses dos nossos comerciantes, apoiando vendedores ambulantes que só atrapalham aqueles que realmente investem e acreditam na cidade”, disse.

   Diante da situação, o prefeito já promete apresentar à Câmara um projeto de lei para inibir a atuação de vendedores ambulantes vindos de outras localidades e espera contar com o apoio da maioria dos vereadores e comerciantes de Paranatinga.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • rodolfojales | Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2016, 10h54
    0
    0

    Esse prefeito chegou se passando por policial e gritando com caras ...mas ele se acha d mais não sabe d nada. ..

  • Rosivaldo | Segunda-Feira, 22 de Novembro de 2010, 18h35
    0
    0

    Esse prefeito defende o comercio de UNHAS E DENTES. unha no peito do vendedor de rede e dente nos comerciantes que resistem em ficar em Paranatinga ate 2012

  • nelson brito | Domingo, 07 de Novembro de 2010, 08h02
    0
    0

    Tem uma cara de prepotente e outras caras mais.

  • SUZANA | Sexta-Feira, 05 de Novembro de 2010, 23h10
    0
    0

    Paranatinga não tem promotor público para apurar essas irregularidades e abusos de autoridade cometidos pelo prefeito??? Onde está o promotor nessa hora?

  • Edson Ditinho | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 18h07
    0
    0

    Se o Cicero foi vender é pq tinha gente pra comprar, esta provado que o prefeito so trabalha pra uma minoria que sao os comerciantes... o povo que se dane, se quiser comprar barato que vá a outra cidade.... Alguem viu os comentarios de comerciantes no outro post?

  • Ondino Lima Neto | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 16h36
    0
    0

    Barbaridade tchê que bigodão.

  • Ricardão | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 15h54
    0
    0

    Isso não é novidade. Este gaucho é metido a FIDEL, CHAVES e outros gaudérios mais, fala que Paranatinga será uma “Metrópole”. e tem razão a população desse municipio passou de 20 mil para cerca de 19 mil hab. e as obras são sempre feitas com -RECURSOS PRÓPRIOS - a icógnita é que não existem obras e os recursos próprios devem ser porque ele se apropria dos recursos públicos e acha que são próprios (SEUS). até quando? Será que teremos que amargurar mais 2 anos desse Gaudério/Caudilho hipócrita…

  • amandio dias | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 15h39
    0
    0

    Eita Gaucho Macho. Gosta de policial entre 22 e 30 anos. De preferencia soldado. Nas suas blitz diz que é coronel e dá ordem aos subordinados. Eita, eita.

  • Pedro Bala | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 13h59
    0
    0

    Pedro Bala, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Robson | Quinta-Feira, 04 de Novembro de 2010, 13h25
    0
    0

    Primeiro precisamos comprar um litro de óleo de peroba em seguida lustra bem a cara de paú desse prefeito. Paranatinga está ainda vivendo do passado com um gesto público que não sabe a diferença entre poder politico e poder de policia. Cabe ao gestor municipal cuidar zelar em aplicar os recursos público fazendo com que a sua população tenha acesso a saúde, educação , moradia atendendo os seus munipis com respeito. Quando uma empresa ou pessoa fisica se propoem a vender ou prestar serviço em um dado municipio o mesmo tem que apenas procurar a autoridade competênte para que o mesmo legalize sua situação. Ao provocar uma briga ou cobrar um documento o sem noção do prefeito faltou com respeito com o cidadão brasileiro desonrando o papel democrativo dado a ele pelo povo paranatinguense de buscar informação da documentação permitindo a venda da mercadoria , comprovando atraves do depoimento do vendedor que não tem o alvara o mesmo deveria apenas cominicar a policia militar e sua equipe de fiscalização no cumprimento da legislação. É de uma imbecilidade dele como prefeito se apresentar como policial e sair nas via de fatos com um vendedor autonomo . Paranatinga precisa rever seus conceitos e tentar acerta na escolha de um homem público que ocupe com honra o cargo dado democraticamente pelo povo.

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...