Cidades

Sexta-Feira, 20 de Fevereiro de 2015, 15h:18 | Atualizado: 20/02/2015, 15h:22

partidos

Por divergências com Walace, petista deixa presidência em VG e o partido

Reprodução

jose-Mendes

José Mendes, que se desfilia do PT e renuncia ao cargo de presidente do partido em Várzea Grande

O presidente do PT de Várzea Grande, professor José Mendes, renuncia ao cargo e anuncia a desfiliação. A decisão foi tomada porque o diretório estadual, contrariando as deliberações em âmbito municipal, acatou recurso e manteve o vereador Ivan dos Santos como líder do prefeito Walace Guimarães (PMDB), na Câmara.

Segundo José Mendes, o PT várzea-grandense deliberou, na reunião ordinária de fevereiro, que Ivan deveria entregar o cargo devido à gestão pífia comandada por Walace. Além disso, o dirigente reclama que o diretório estadual decidiu manter o vereador na liderança apesar do prefeito ter acusado o partido de fisiologismo e de fazer críticas para obter mais cargos na administração municipal. “A situação não nos dá outra alternativa senão renunciar ao cargo de presidente do partido.  Em ato contínuo, vou pedir minha desfiliação. O Brasil já tem tantos problemas e não posso ser conivente com acordos espúrios e com tanta mazela”.

Para justificar a decisão, Mendes também lembra que quando o PT de Várzea Grande decidiu substituir o ex-secretário de Educação Jonas da Silva, ainda em 2014, membros da executiva estadual pediram para Walace mantê-lo no cargo. “Temos informações que em outros momentos já estiveram no gabinete do prefeito opinando quanto às decisões tiradas pelo diretório municipal, à revelia dos dirigentes”, reclama.

PT diz que gestão Walace é pífia e entrega liderança na Câmara - veja

Jonas da Silva foi substituído somente em 28 de janeiro deste ano. O então secretário de Assistência Social Sílvio Fidélis assumiu a pasta, que já não está na cota partidária do PT. Além de Ivan dos Santos na liderança do Governo, outros petistas seguem ocupando cargos na gestão Walace Guimarães. Zelandes Santiago dos Santos permanece no comando do Departamento de Água e Esgoto (DAE), enquanto o correligionário Dito Portela segue como adjunto na pasta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável. Filiado ao PT, Cido Albuquerque ainda é o adjunto na secretaria de Serviços Públicos e Transportes.

Outro Lado

O vereador Ivan dos Santos rebate José Mendes dizendo que exerceu o direito de recorrer às instâncias partidárias e que os dirigentes do PT de Mato Grosso entenderam que a sigla não deve deixar a liderança do Governo nem abandonar a aliança com o PMBD, porque a atuação da militância petista foi fundamental para garantir a vitória eleitoral de Walace. “Lamento da decisão do professor José Mendes, mas entendo que ajudamos a eleger o prefeito Walace e precisamos contribuir com a governabilidade. Sair não é o caminho. Estou tranquilo quanto ao meu posicionamento. Os buracos do município não vão determinar a manutenção da aliança PT e PMDB, que existe em âmbito nacional”, conclui.

Walace afirma que PT ameaça fazer oposição para conseguir mais cargos

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • VANDERLEI LOPES | Sábado, 21 de Fevereiro de 2015, 15h56
    1
    0

    Digite o texto aquiÉ com muito pesar que estamos vendo eleições pós eleições o esfacelamento do PT a nível estadual, tinhamos 2 deputados estaduais, uma senadora e um deputado federal, hoje o que temos é apenas um deputado federal, portanto, o partido encolheu drasticamente. E tudo isso se deve a adoção da mesma política espúria do toma lá da cá que os outros partidos sempre adotaram, destarte na VG, elegemos dois que juntos não dá um, além do que o vereador Ivan adotou uma postura de cão de guarda, fiel escudeiro do prefeito, esse cidadão não tem palavra, pois ele sempre disse que acataria qualquer que fosse a decisão do partido, e quando essa decisão foi tomada pelo diretório, ele se recusa a deixar o cargo de cão de guarda. Ai eu pergunto, qual será o jogo de interesses que estão por trás disso tudo?

  • ZILMAR BARBOSA MEDEIROS | Sábado, 21 de Fevereiro de 2015, 11h32
    1
    0

    Ele quer comer o BOLO este pessoal de cuiaba que dirige esta sigla não tem moral mesmo para nada faz parte do bloco de Brasilia.

  • benedito costa | Sexta-Feira, 20 de Fevereiro de 2015, 23h06
    2
    0

    benedito costa, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Idio Nemesio de Barros Neto | Sexta-Feira, 20 de Fevereiro de 2015, 21h40
    2
    1

    Sinto vergonha de ver o Vereador Ivan fazer uma defesa pessoal e incoerente. Nao respeitou a decisao da maioria de seus companheiros de partido e ainda pisou na estrela que o elegeu. Faz defesa sistemica do governo municipal e abandonou o Partido. É, deve ser muito bom ser lider do governo né Ivan.

  • joão de deus | Sexta-Feira, 20 de Fevereiro de 2015, 17h54
    3
    0

    A situação do PT em Várzea Grande está a beira do abismo. Mais um empurrão e precisará de uma intervenção. Só não vê quem não quer. O grandioso professor José Mendes demorou para jogar a toalha, preferiu o desgaste a entregar o cargo que exercia por aparência. A fritura fora feita quando começou agir por orientação do comandante Donizete. Os dois vereadores do PT nunca enxergaram nele (Zé Mendes) um dirigente partidário, sempre tripudiaram as decisões. Caso de rebeldia. O Jonas, se quer, dava ouvidos para o que o ex-presidente falava. Tanto é verdade que quando fora entregue o cargo ao prefeito, ele continuou no cargo por quase, ou mais de um ano. Situação vexatória. Se o partido quer deixar a base de sustentação do governo, o Donizete continua na Secretaria de Educação? Se estiver, mais uma falácia do Zé Mendes.

  • nilce Oliveira | Sexta-Feira, 20 de Fevereiro de 2015, 17h21
    3
    0

    ESTES DOIS VEREADORES DO PARTIDO MIGUEL E IVAN NÃO MERECEM SEREM ELEITOS NEM PARA PORTEIRO DE CEMITÉRIO. NA ELEIÇÃO PASSADA EU E MINHA FAMILIA VOTAMOS E APOIAMOS O IVAN AQUI DA REGIAO, MAS AGORA NEM POR MILHOES E AINDA VAMOS FAZER CAMPANHA CONTRA... E NAO ENTENDO ESSA POSIÇÃO DO PT REGIONAL DE DEFENDER ESSA MALADRAGEM DESSES VEREADORES..

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

MAIS LIDAS