Cidades

Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017, 14h:53 | Atualizado: 17/10/2017, 14h:53

Por inadimplência, Grupo Santa Rosa deixa de atender em definitivo MT Saúde

O Grupo Santa Rosa anunciou que deixará de realizar atendimentos pelo plano MT Saúde de maneira definitiva, sendo que a justificativa da decisão é a “reiterada inadimplência” do programa. O cancelamento afeta os hospitais Santa Rosa, Santa Rosa Onco, Santa Rosa Lab, Santa Rosa Cor e Santa Rosa Imagem. O MT Saúde é um plano voltado a servidores estaduais. 

Divulgação

MT Sa�de

Grupo Santa Rosa não atenderá mais pacientes do plano MT Saúde por falta de repasse

A situação foi esclarecida através de uma nota lançada nesta terça (17). O Grupo Santa Rosa afirma que “lamenta profundamente a interrupção dos serviços” e reforça “a dedicação na busca do melhor atendimento, sempre priorizando o bem estar dos pacientes”. 

O empreendimento reclama de atrasos nos repasses do MT Saúde desde o ano passado. Em 1º de junho de 2016, o Hospital Santa Rosa anunciou uma suspensão temporária do atendimento por falta de repasses do governo. Na oportunidade, as dívidas chegavam a pouco mais de R$ 3 milhões.

O hospital chegou a retomar os atendimentos, até que em 30 de junho deste ano a unidade comunicou uma nova paralisação, causada pelo mesmo motivo de atraso nos pagamentos. Quatro dias depois o Hospital Jardim Cuiabá também tomou a atitude de interromper o atendimento de pacientes do MT Saúde.

Somente na segunda quinzena de julho é que os serviços foram retomados pelas unidades de saúde. À época, o governo anunciou que havia realizado uma negociação dos débitos que tinha com os prestadores de serviço e que, por isso, os atendimentos seriam normalizados.

Além de todo esse imbróglio, em agosto a juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, deferiu uma ação ajuizada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Pública de Mato Grosso (Sinterp/MT), para que o MT Saúde cumprisse com a garantia de atendimento pelo plano a todos os que mantêm as mensalidades em dia.

De acordo com a assessoria do MT Saúde, uma nota sobre a situação deve ser divulgada ainda nesta tarde.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • João Carlos Cerqueira | Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017, 21h02
    4
    0

    É uma vergonha contra os que dependem do MT Saude. Sai governo e entra governo é a mesma coisa. Isso é ma administração do dinheiro público. Desconta diretamente dos salários. Gov. Taques estado de insatisfação

Matéria(s) relacionada(s):

Selma sob risco de ganhar e não levar

selma arruda curtinha   Uma das grandes surpresas nas urnas de MT, a juíza aposentada Selma Arruda (PSL), eleita senadora na 1ª vaga, ao alcançar 678.542 votos, ainda vai ter muita dor de cabeça até o fim da investigação em que é acusada de abuso de poder econômico, através de caixa...

Deputado culpa Emanuel pela derrota

valtenir pereira curtinhas   Valtenir Pereira (foto), do MDB, tem culpado, em parte, pela derrota nas urnas pelo quarto mandato, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, do mesmo partido. Em privado, reclama que o prefeito, que recebeu o seu apoio para chegar ao Palácio Alencastro em 2016, lhe passou as pernas, pois havia se comprometido em...

Eraí paga R$ 1 mi de dívidas de Taques

erai maggi   O empresário Alan Malouf revelou, em delação no STF, que em meados de 2016, já no segundo ano do Governo Taques, o rei da soja Eraí Maggi (foto), do Grupo Bom Futuro, lhe pagou R$ 1 milhão, inclusive em espécie. Segundo Alan, o pagamento serviu para abater o débito de parte de um...

Modesto embolsa R$ 300 mil de extra

julio modesto curtinhas   Não foi somente Paulo Brustolin, que recebera salário extra milionário para comandar a pasta de Fazenda do Governo Taques, totalizando R$ 1,4 milhão (R$ 500 mil de "luva" e mais R$ 80 mil mensais entre janeiro e dezembro de 2015). Segundo o delator Alan Malouf, um grupo de empresários,...

Mais de R$ 1 milhão só de salário extra

paulo brustolin sefaz curtinhas   Em delação homologada no Supremo em janeiro deste ano, o empresário Alan Malouf conta que o executivo Paulo Brustolin (foto), numa negociação chancelada pelo governador Taques, recebeu R$ 500 mil a título de "luva" para assumir o cargo de secretário estadual de...

Vice migra para PP e deve ir a prefeito

ubaldo barros curtinha   O vice-prefeito de Rondonópolis, professor universitário e empresário Ubaldo de Barros (foto), só esperou o resultado das urnas para migrar de partido. Trocou o PSL pelo PP, que terá uma cadeira na Câmara, com Neri Geller, e outra na Assembleia, com Paulo Araújo. Embora...

Pivetta atuará como gestor do Núcleo

otaviano pivetta curtinhas   Com carimbo de bom gestor que ajudou Lucas do Rio Verde, enquanto prefeito por 3 mandatos, a ganhar o topo nacional em referências, como de IDH e de educação, o empresário e vice-governador eleito Otaviano Pivetta (foto), do PDT, não vai assumir secretaria na gestão Mauro. Mas...

Distante e com maior votação em ROO

adilton sachetti curtinha   Embora distanciado de Rondonópolis - vive mais em Cuiabá -, o deputado federal e sojicultor Adilton Sachetti conquistou uma votação histórica ao Senado no município. Dos 333.082 obtidos nas urnas, 61.397 vieram da cidade onde ele foi prefeito e depois perdeu a...

Respaldo dá a Taques a maior votação

thelma de oliveira curtinha   Diferente de Rondonópolis, onde o apoio e empenho do prefeito Pátio contribuiu para tirar voto de Taques, em Chapada dos Guimarães, a prefeita Thelma de Oliveira conseguiu entregar o que prometeu de votos. Ela teve uma participação importante na boa votação do governador...

MAIS LIDAS