Cidades

Sábado, 25 de Janeiro de 2014, 07h:15 | Atualizado: 25/01/2014, 07h:23

Prefeito diz ter cortado boquinha

Francis diz que é um gestor impopular porque cortou benefícios ilegais

Gláucia Colognesi

buracos desvio- copa

Prefeito Francis acredita que acabou com caos em Cáceres

Após pouco mais de ano à frente da gestão de Cáceres, o prefeito Francis Maris Cruz (PMDB) -  alvo de duras críticas, especialmente por parte dos servidores, atribui a instabilidade política vivida ao fato dele ter “retirado a boquinha” de muitos servidores e funcionários da prefeitura e de secretarias.

Uma das medidas que mais causaram polêmica, segundo ele, foi a reforma administrativa de incorporações indevidas. De acordo com o gestor, graças a medida, a administração vai economizar R$ 10 milhões até o fim do seu mandato.

"Mudou da água para o vinho, garante gestor"

Os cortes provocaram descontentamento por parte dos servidores que fizeram uma série de greves. “Foi um remédio amargo para a sociedade”, comenta o prefeito. Ele faz questão de frisar ainda que todas as paralisações foram julgadas e sentenciadas como ilegais.

O prefeito lembra ainda que, quando assumiu o cargo em janeiro de 2013, a situação da prefeitura era caótica e que hoje “mudou da água para o vinho”. Pondera que uma das suas primeiras medidas foi pagar os salários atrasados dos servidores.

Entre os avanços elencados por Francis neste primeiro ano está a modernização da saúde por meio da compra de um software que liga hospitais e postos de saúde, além da chegada de médicos por meio do Programa Mais Médicos, do governo federal. Ele cita também melhorias na infraestrutura por meio de pavimentação e patrolamento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Erasmo Cabreira dos Santos | Sábado, 25 de Janeiro de 2014, 13h45
    0
    0

    Prefeito, hoje 25/01/2014 não tem médico no Pronto Atendimento Municipal de Cáceres, e conforme informações amanhã também não terá médico no pronto socorro municipal, esta é a saúde moderna? sem médicos? sem medicamentos?, e as ruas da cidade, cheias de buracos, onde alguns desses buracos já estão subindo nas árvores aguardando espaço para cair, onde será que estão essas obras de pavimentação asfaltica? senhor prefeito pagar salário do servidor em dia uma obrigação. Se Cáceres mudou da água para o vinho, só se for vinho azedo. Ministério público com a palavra!!!

Fazendo politicagem sobre Covid-19

rubia fernanda 400 curtinha   A tenente-coronel Rúbia Fernanda, pré-candidata ao Senado pelo Patriota, não só ignora medidas protetivas em relação à Covid-19, como isolamento social, mantendo agenda de visitas e reuniões, como passou a fazer politicagem com coisa séria. Numa...

Punição a 2 ex-presidentes da Câmara

haroldo curtinha 400   Apesar de ter julgado regulares as contas de gestão de 2016 da Câmara de Cuiabá, ano em que teve dois presidentes, o já falecido Júlio Pinheiro, entre janeiro e junho e, depois, Haroldo Kuzai (foto), de 20 de junho a 31 de dezembro, o conselheiro interino João Batista Camargo, em...

Guiratinga, frota sucateada e a farra

sinval vilela 400 curtinha   O vereador Sinval Vilela (foto), do DEM, disse que em Guiratinga, administrada por Humberto Domingos, o Bolinha, está havendo farra com dinheiro público. E lista descasos e atos de incompetência do prefeito. Conta que a prefeitura possui um caminhão pipa, mas está encostado no...

Verba a quem não tem litígio à União

emanuel pinheiro 400 curtinha   Apesar do governo estadual anunciar que está recebendo os R$ 359 milhões da União, essa verba oriunda do chamado Orçamento da Guerra (Emenda Constitucional 106) para ajuda no combate ao coronavírus só será liberada a partir do próximo dia 9 e para quem, seja...

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.