Cidades

Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 08h:21 | Atualizado: 28/01/2014, 08h:43

Prefeitos fecham as portas em protesto

Os 141 prefeitos de Mato Grosso vão cruzar os braços em 11 de abril com objetivo de denunciar a situação que as cidades enfrentam. A paralisação foi decidida pelo Conselho Político da Confederação Nacional de Municípios (CNM). O realização do protesto foi decidida nesta segunda (27), em Maceió, durante reunião com líderes municipais de várias regiões. A mobilização ocorrerá em outros 25 estados e no Distrito Federal. Em Mato Grosso o ato será organizado pela AMM, sob o prefeito de Juscimeira Chiquinho do Posto (PSD).

A organização deste movimento vai ficar a cargo das entidades estaduais com o apoio das associações microrregionais de municípios. “O objetivo da paralisação é denunciar a situação que os municípios brasileiros enfrentam de igual maneira”, explicou o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. A meta é levar ao menos um ônibus de cada região para a Capital.

No encontro, os participantes também debateram a pauta do movimento municipalista para este ano. A organização da XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que será realizada em maio, também integrou os temas do encontro, bem como a demanda política, com os projetos de lei favoráveis e desfavoráveis às cidades.

Na reunião, os gestores avaliaram ainda a relação com o governo federal, analisaram relatórios institucionais, os resultados de 2013 e as metas e estratégicas para 2014. A exemplo dos anos anteriores, as prefeituras vão mobilizar a União e Congresso Nacional para garantir o apoio e compromisso do atendimento da pauta municipalista. Durante encontro realizado em dezembro, em Brasília, o aumento de 2% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) foi debatido, além dos royalties e o piso salarial dos professores. 

Esta é a primeira reunião do Conselho em 2014. Além do presidente da CNM, participaram de 15 presidentes de entidades estaduais, três representantes e diversos líderes de microrregionais. (Com assessoria)

 

 

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Zé Poxoréo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2014, 15h43
    0
    0

    Na realidade o que a população percebe é que o dinheiro público precisa ser administrado com mais seriedade pelos prefeitos, um pequeno exemplo, é o caso das nomeações de DAS em regra nomeados sem qualquer qualificação para as funções e em quantidade bem superior que o necessário, isso sem contar as outras contratações das quais a gente ouve falar de práticas e métodos totalmente absurdos. Dai é claro que todo dinheiro do mundo ainda será pouco!

Matéria(s) relacionada(s):

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.