Cidades

Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2014, 18h:33 | Atualizado: 23/01/2014, 18h:35

Prefeitura não deposita INSS

Os ex-gestores do fundo de previdência de Juara (a 664 km de Cuiabá) são acusados pelo Ministério Público Estadual (MPE) de descontarem o benefício do salário dos servidores municipais e não repassarem o montante ao sistema previdenciário. Por conta disso, o MPE ingressou com ações civis públicas por ato de improbidade administrativa, além de ter instaurado cinco inquéritos civis. 

No final de 2013, o Ministério Público teve acesso a 23 caixas de documentos que foram apreendidas após cumprimento de mandados judiciais. O material vai subsidiar o trabalho de investigação realizado pela Promotoria de Justiça a respeito da gestão da referida previdência, nos exercícios de 1997 a 2005. 

“Em 2005, a administração municipal criou um fundo contábil, novamente denominado como Prev-Juara, destinado a congregar a receita e a despesa vinculada ao regime de previdência dos servidores públicos. Tão logo começou a operar, o referido fundo passou a registrar insuficiência de repasses à cargo da Prefeitura de Juara”, detalhou o promotor de Justiça Daniel Balan Zappia. 

Conforme ele, além das irregularidades relacionadas à gestão do fundo, ficou comprovado que a prefeitura teve que arcar com prejuízos decorrentes da ausência de repasses entre setembro e dezembro de 2008 e entre fevereiro e junho de 2009. “No plano de ação da 1ª Promotoria de Justiça Cível de Juara para este ano, foi determinada a priorização de todas as investigações relacionadas ao fundo de previdência municipal”, avisou o promotor de Justiça. 

De setembro a dezembro de 2008, por exemplo, foi descontado dos servidores, em folha de pagamento, o montante de R$ 356 mil. Ocorre que, segundo o Ministério Público, tais valores não foram repassados ao fundo de previdência. “Situação similar ocorreu com a cota-parte patronal, à cargo da prefeitura de Juara, que atingiu o valor de R$ 307 mil”, acrescentou. 

No final de 2008, ainda segundo o promotor, o fundo registrou déficit de receita no montante de R$ 664 mil. “Ao apreciar as contas do município de Juara, o Tribunal de Contas do Estado relacionou diversos indicadores negativos. Na ocasião, mesmo com excesso de arrecadação de 98,40%, foi constatado déficit no resultado orçamentário, equivalente a 10,40% da receita”, observou. (Com assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Fazendo politicagem sobre Covid-19

rubia fernanda 400 curtinha   A tenente-coronel Rúbia Fernanda, pré-candidata ao Senado pelo Patriota, não só ignora medidas protetivas em relação à Covid-19, como isolamento social, mantendo agenda de visitas e reuniões, como passou a fazer politicagem com coisa séria. Numa...

Punição a 2 ex-presidentes da Câmara

haroldo curtinha 400   Apesar de ter julgado regulares as contas de gestão de 2016 da Câmara de Cuiabá, ano em que teve dois presidentes, o já falecido Júlio Pinheiro, entre janeiro e junho e, depois, Haroldo Kuzai (foto), de 20 de junho a 31 de dezembro, o conselheiro interino João Batista Camargo, em...

Guiratinga, frota sucateada e a farra

sinval vilela 400 curtinha   O vereador Sinval Vilela (foto), do DEM, disse que em Guiratinga, administrada por Humberto Domingos, o Bolinha, está havendo farra com dinheiro público. E lista descasos e atos de incompetência do prefeito. Conta que a prefeitura possui um caminhão pipa, mas está encostado no...

Verba a quem não tem litígio à União

emanuel pinheiro 400 curtinha   Apesar do governo estadual anunciar que está recebendo os R$ 359 milhões da União, essa verba oriunda do chamado Orçamento da Guerra (Emenda Constitucional 106) para ajuda no combate ao coronavírus só será liberada a partir do próximo dia 9 e para quem, seja...

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.