Cidades

Sexta-Feira, 13 de Setembro de 2019, 11h:40 | Atualizado: 13/09/2019, 12h:07

CHAPADA DOS GUIMARÃES

Prejuízo de R$ 23 mi leva à emergência e interdição de pontos turísticos saiba quais

Arquivo

inc�ndio Chapada1

Bombeiros e brigadistas trabalham, exaustivamente, no combate às chamas no parque

Por conta da seca e dos incêndios nos parques e áreas de preservação ambiental (APA), a Prefeitura de Chapada dos Guimarães decretou, nesta quinta (12), situação de emergência. Em nota, alegou prejuízo de R$ 23 milhões com despesas não previstas em orçamento. O fogo na região tem afetado 10 mil pessoas na cidade.

A nota do decreto cita prejuízos de produtores rurais, com perda de lavoura, morte de animais e danos aos solos e às propriedades causadas pelos incêndios. Outro foi com a compra de medicamentos para os postos de saúde. As queimadas prejudicaram a saúde da população e elevaram a procura dos habitantes por atendimento médico.

O município pontuou que se esforçou para corrigir a situação. "Mesmo assim os problemas e as dificuldades persistiram, exaurindo toda a capacidade operativa e financeira do Município", informa.

A Prefeitura também pode sofrer com o impacto no turismo. Isto por que, desde a segunda (9), os atrativos do Parque Nacional da Chapada foram fechados por causa das queimadas como medida de segurança - confira abaixo a lista dos pontos. O combate ao fogo é feito desde esta segunda (9), e há mais de duas semanas, um incêndio atinge áreas fora da unidade de conservação.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o combate se concentra nos vales do Véu da Noiva e do Coxipó. Equipes de monitoramento também mantém trabalhos em pontos próximas ao Parque, como Morro da Macumba e serra do Portão do Inferno, para evitar reincidências de fogo.

Ainda não há números da área destruída. Os dois últimos incêndios que atingiram o Parque da Chapada destruíram mais 12 mil hectares.

Atrativos fechados pela ICMBio:

Rio Claro

Travessia e Morro de São Jerônimo

Cidade de Pedras

Cachoeira da Geladeira

Cachoeira do Marimbondo

Cachoeira Véu de Noive

Cachoeira dos Namorados

Cachoerinha

Circuito das Cachoeiras 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência

Caverna Aroe Jari e Lagoa Azul

Mirante Alto do Céu

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Única suplente com salário no Senado

clerie fabiana curtinha 400   Dos seis suplentes de senadores por Mato Grosso, uma recebe salário pelo Senado. Trata-se de Clérie Fabiana Mendes (foto), segunda-suplente de Selma Arruda. Mas o seu subsídio não é pelo cargo assegurado com a eleição da chapa, mas sim por ter sido nomeada em posto...

Prefeita e R$ 10 mi em obras em Sinop

rosana sinop 400 curtinha   A prefeita de primeiro mandato de Sinop Rosana Martinelli (foto) está fechando o terceiro e penúltimo ano de mandato com uma grande demanda de obras estruturantes. Após licitar, assinou contrato de R$ 10,2 milhões com a construtora e incorporadora Berna, que vai executar o projeto integrado de...

Justiça impede "espetáculo eleitoreiro"

helena 400 curtinha desembargadora   O Judiciário fez justiça ao mandar suspender a eleitoreira CPI contra o prefeito Emanuel. Numa fase já de pré-campanha, em que todos os 25 vereadores cuiabanos e mais uma centena de outros de fora se movimentam pensando na disputa eleitoral e ávidos para criar palanque, nada...

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

Demitida por ter apoiado Bolsonaro

josenai 400 curtinha   A aprovação em seletivo não foi suficiente para que o contrato da professora Josenai Terra (foto), que se estenderia até dezembro deste ano, fosse cumprido pela Unemat Campus Tangará da Serra. A professora lecionava desde 2017, mas em setembro de 2018 foi a única contratada para...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.