Cidades

Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 19h:04 | Atualizado: 14/02/2020, 19h:09

Fiscalização

PRF flagra 123 caminhoneiros desrespeitando lei de descanso nas rodovias; sindicato pede paradas

Secom-MT

Caminh�es nas rodovias de Mato Grosso

Motoristas de caminhão devem descansar a cada 11 horas. Não é o que acontece nas rodovias de MT, aponta fiscalização da PRF em curso desde dezembro

Durante a Operação Rodovia, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), desde 20 de dezembro até agora, 123 caminhoneiros desrespeitaram a lei do tempo de direção e descanso, que determina jornada diária de oito horas. A ausência de pontos de paradas em rodovias de Mato Grosso é apontada como uma das causadora das infrações pelo presidente do sindicato dos motoristas de Tangará (a 242 km de Cuiabá), Edgar Laurini. 

A lei determina que a cada 24 horas trabalhadas, o motorista deve ter um descanso de 11 horas. Desse período, ao menos 8 horas devem ser ininterruptas e o restante pode ser fracionado. No total, 40 caminhoneiros foram autuados até o momento por desobedecer a lei. A operação da PRF deve seguir até março nas rodovias do estado. 

A ação do Governo Federal, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da PRF, tem como meta reduzir a violência no trânsito e os custos sociais deles decorrentes.Edgar explicou que é comum que caminhoneiros optem por seguir viagem sem parar para descansar, já que não existem pontos seguros para os motoristas.

De acordo com ele, muitos ficam com medo de serem vítimas de roubos ou sequestros parando em postos de gasolina, onde normalmente param para dormir e se alimentarem. Para o presidente do sindicato, trata-se de uma situação de "dois pesos e duas medidas", já que os profissionais acabam descumprindo com a lei e, muitas vezes, sendo autuados pela infração, mas também não possuem locais seguros para conseguirem descansar. 

Ele ressaltou que Mato Grosso tem apenas seis paradas de descanso. "Pedimos para que as autoridades 'olhem' isso de uma maneira diferente. As vezes o caminhoneiro já está chegando em casa, faltam poucos quilômetros. Com o aumento do número de roubos e sequestros nas rodovidas, muitos acham melhor desrespeitar a lei para não não perderem a vida". 

Edgar ainda considerou que outro fator que contribui para o desrespeito a lei do descanso é a determinação de prazo para que os motoristas cheguem com cargas de frigoríficos, por exemplo, em outros estados. Ele explicou que é comum que as empresas exijam que o caminhoneiro chegue em Saão Paulo em 30 horas. 

No caso dos caminhoneiros de Tangará da Serra, Edgar explicou que a situação ainda não é tão agravante, já que, como Mato Grosso é uma área agrícola com distâncias menores, o sindicato da região não enfrenta tal dificuldade. 

"Em uma viagem para Rondonópolis, por exemplo, o motorista, saindo daqui [de Tangará da Serra] de manhã, vai gastar seis horas para chegar. Ele para uma hora para almoçar e chega no destino. Mas aqueles que vão para Campo Grande (MS), precisam de uma parada maior. Eles não querem parar por medo de assalto. Estão roubando muitos caminhões com soja e adubo", contou. 

Segundo Edgar, a situação poderia ser resolvida com mais diálogo entre os empregadores e caminhoneiros. "A empresa não ouve a classe, é uma falta de comunicação e respeito a esse profissional, que precisaria de mais tempo para chegar. Mas a empresa não pergunta ao motorista quantas horas ele precisa para chegar no destino. Eles exigem e acabou". 

Operação Rodovia 

A operação da PRF ainda registrou outras infrações de trânsito nas rodovias de Mato Grosso. Conforme balanço, 700 pessoas passaram por teste de acoolemia e 692 veículos foram fiscalizados por suspeita do motorista estar embriagado. 

Com relação as motocicletas fiscalizadas durante o período de operação, a PRF somou 618, sendo 696 condutores. O balanço também registrou 1.084 mil pessoas que estavam viajando de ônibus e passaram pela fiscalização, sendo 3.996 mil veículos parados pelas equipes. A PRF ainda informou que 61 CNHs foram recolhidas durante o período. Sete condutores foram autuados por dirigir mexendo no celular. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.