Cidades

Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 19h:04 | Atualizado: 14/02/2020, 19h:09

Fiscalização

PRF flagra 123 caminhoneiros desrespeitando lei de descanso nas rodovias; sindicato pede paradas

Secom-MT

Caminh�es nas rodovias de Mato Grosso

Motoristas de caminhão devem descansar a cada 11 horas. Não é o que acontece nas rodovias de MT, aponta fiscalização da PRF em curso desde dezembro

Durante a Operação Rodovia, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), desde 20 de dezembro até agora, 123 caminhoneiros desrespeitaram a lei do tempo de direção e descanso, que determina jornada diária de oito horas. A ausência de pontos de paradas em rodovias de Mato Grosso é apontada como uma das causadora das infrações pelo presidente do sindicato dos motoristas de Tangará (a 242 km de Cuiabá), Edgar Laurini. 

A lei determina que a cada 24 horas trabalhadas, o motorista deve ter um descanso de 11 horas. Desse período, ao menos 8 horas devem ser ininterruptas e o restante pode ser fracionado. No total, 40 caminhoneiros foram autuados até o momento por desobedecer a lei. A operação da PRF deve seguir até março nas rodovias do estado. 

A ação do Governo Federal, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da PRF, tem como meta reduzir a violência no trânsito e os custos sociais deles decorrentes.Edgar explicou que é comum que caminhoneiros optem por seguir viagem sem parar para descansar, já que não existem pontos seguros para os motoristas.

De acordo com ele, muitos ficam com medo de serem vítimas de roubos ou sequestros parando em postos de gasolina, onde normalmente param para dormir e se alimentarem. Para o presidente do sindicato, trata-se de uma situação de "dois pesos e duas medidas", já que os profissionais acabam descumprindo com a lei e, muitas vezes, sendo autuados pela infração, mas também não possuem locais seguros para conseguirem descansar. 

Ele ressaltou que Mato Grosso tem apenas seis paradas de descanso. "Pedimos para que as autoridades 'olhem' isso de uma maneira diferente. As vezes o caminhoneiro já está chegando em casa, faltam poucos quilômetros. Com o aumento do número de roubos e sequestros nas rodovidas, muitos acham melhor desrespeitar a lei para não não perderem a vida". 

Edgar ainda considerou que outro fator que contribui para o desrespeito a lei do descanso é a determinação de prazo para que os motoristas cheguem com cargas de frigoríficos, por exemplo, em outros estados. Ele explicou que é comum que as empresas exijam que o caminhoneiro chegue em Saão Paulo em 30 horas. 

No caso dos caminhoneiros de Tangará da Serra, Edgar explicou que a situação ainda não é tão agravante, já que, como Mato Grosso é uma área agrícola com distâncias menores, o sindicato da região não enfrenta tal dificuldade. 

"Em uma viagem para Rondonópolis, por exemplo, o motorista, saindo daqui [de Tangará da Serra] de manhã, vai gastar seis horas para chegar. Ele para uma hora para almoçar e chega no destino. Mas aqueles que vão para Campo Grande (MS), precisam de uma parada maior. Eles não querem parar por medo de assalto. Estão roubando muitos caminhões com soja e adubo", contou. 

Segundo Edgar, a situação poderia ser resolvida com mais diálogo entre os empregadores e caminhoneiros. "A empresa não ouve a classe, é uma falta de comunicação e respeito a esse profissional, que precisaria de mais tempo para chegar. Mas a empresa não pergunta ao motorista quantas horas ele precisa para chegar no destino. Eles exigem e acabou". 

Operação Rodovia 

A operação da PRF ainda registrou outras infrações de trânsito nas rodovias de Mato Grosso. Conforme balanço, 700 pessoas passaram por teste de acoolemia e 692 veículos foram fiscalizados por suspeita do motorista estar embriagado. 

Com relação as motocicletas fiscalizadas durante o período de operação, a PRF somou 618, sendo 696 condutores. O balanço também registrou 1.084 mil pessoas que estavam viajando de ônibus e passaram pela fiscalização, sendo 3.996 mil veículos parados pelas equipes. A PRF ainda informou que 61 CNHs foram recolhidas durante o período. Sete condutores foram autuados por dirigir mexendo no celular. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Licença da PRF para disputar eleição

Arthur Nogueira_400_curtinha   As eleições municipais e ao Senado continuam inflacionando o número de pré-candidatos. O ex-superintendente da PRF, Arthur Nogueira (foto), anunciou que se afastou das atividades policiais para colocar o seu nome à disposição da Rede para concorrer a vaga da senadora...

Possível recuo de Fábio pra prefeito

fabio garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal, primeiro-suplente do senador Jayme e presidente estadual do DEM, Fábio Garcia (foto), faz mistério sobre encarar ou não a corrida pela Prefeitura de Cuiabá. Empurrou a decisão para a próxima semana, sem precisar data e horário. O dirigente do...

Fórum aponta traição de 3 deputados

joao batista 400 curtinha   Fórum Sindical está na bronca com os deputados que aprovaram a reforma da Previdência, mas voltam seus canhões com mais força contra 3 deles: João Batista (ex-presidente do Sindispen), Delegado Claudinei e Faissal Calil. Em nota, o Fórum dispara que se elegeram com os votos...

Vereadora cacerense vira opção à vice

valdeniria 400 curtinha caceres   Em Cáceres, a vereadora de cinco mandatos Valdeniria Dutra Ferreira (foto), do PSC, está sendo cortejada pelos principais pré-candidatos a prefeito. Todos querem-na de vice da chapa. Até Paulo Donizete, que entrou na disputa majoritária apoiado pelo prefeito Francis Maris, passou...

Selma deve mesmo deixar o Podemos

selma arruda 400 curtinha   Para evitar um novo pedido de expulsão do Podemos, Selma Arruda dá sinais de que deixará o partido nos próximos dias. A ex-senadora, que preside o Podemos de Cuiabá, foi "convidada" a deixar a sigla após demonstrar resistência em apoiar a pré-candidatura do deputado...

Arco de alianças define vice de Eliene

eliene liberato 400 curtinha   A professora e vice-prefeita de Cáceres, Eliene Liberato (foto), pré-candidata do PSB à sucessão municipal, disse que a definição do nome para vice de sua chapa só sairá na pré-convenção. Até lá, o amplo arco de alianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.