Cidades

Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2021, 17h:07 | Atualizado: 27/01/2021, 10h:00

BARRA DO GARÇAS

Professor denuncia discriminação em Escola Militar e vai acionar por dano moral

Gibran Freitas foi orientado a raspar barba, tirar o brinco e esconder suas tatuagens para poder lecionar

Arquivo Pessoal

Professor Gibran certa

Professor Gibran afirma que nunca sofreu discriminação em 11 anos de magistério em MT

O professor de educação física Gibran Dias Paes de Freitas, que é membro da diretoria do Sintep Regional Vale do Araguaia, denuncia que foi alvo de discriminação ao fazer a atribuição  para lecionar na Escola Militar Tiradentes, antiga Escola Estadual São João Batista, de Barra do Garças (a 520 km de Cuiabá). Alega ter sido orientado a raspar a barba, usar camisa de manga longa para esconder as tatuagens e tirar os brincos para se adaptar ao ambiente da unidade de ensino administrada pela Polícia Militar.

Ao , Gibran relatou que a situação foi constrangedora porque a orientação foi repassada por um coordenador pedagógico diante de diversos outros professores que aguardam para fazer suas atribuições. Além disso, pontua que nunca foi discriminado em 11 anos como concursado na Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

  Gibran levou o fato ao conhecimento do Sintep, que deve emitir nota de repúdio nas próximas horas. O professor também está ingressando com representação junto ao Ministério Público Estadual (MPE) e contratou advogado para ingressar com ação por dano moral argumentando que foi vítima de discriminação pela aparência.

“Fui informado na frente dos colegas que estavam para atribuição que não poderia me expressar através do meu corpo. Não estou pedindo para dar aula com  roupa inadequada para escolas. Simplesmente, quero usar uma camiseta para dar aula. Fiz concurso para ser um professor, não  policial militar”, relatou.

 O educador também ressaltou que escola é um espaço civil e não militar. Por isso, cobrou respeito à diversidade.

 “Com todo respeito à importância da instituição PM para nossa sociedade, escola não é um espaço militar, não é um espaço regido pelas normas da PM. É um espaço civil onde inclusive se aprende o respeito a pessoas que optam por usar barba, tatuagem, brinco, o respeito pela diversidade. Só que não permitem que a diversidade entre  para dentro dessa escola”, completou Gibran.

Gestão Compartilhada

 O modelo de gestão compartilhada com a Polícia Militar  é composto por gestão estratégica, gestão cívico militar e gestão pedagógica.

Na parte estratégica, a Seduc, em articulação com a PM, fica responsável pelo planejamento e definição de estratégias para a prática pedagógica da Escola Militar Tiradentes de Barra do Garças.

Na gestão cívico-militar, caberá à PM implantar na escola rotinas militares que, segundo o Governo do Estado, possam contribuir para o desenvolvimento de um ambiente que cultive a disciplina, o respeito à hierarquia, a meritocracia e a promoção de um ambiente organizado e acolhedor, voltado à melhoria da aprendizagem dos estudantes.

Na gestão pedagógica e administrativa, a Seduc é  responsável pela execução do projeto político pedagógico definido pela comunidade escolar.

Outro Lado

Pela assessoria, a Seduc informou que ainda está tomando conhecimento sobre o ocorrido em Barra do Garças. O espaço segue aberto para manifestação.

Postar um novo comentário

Comentários (57)

  • alexandre | Quinta-Feira, 28 de Janeiro de 2021, 07h12
    5
    6

    Não é escola do PT....

  • Freitas | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 21h38
    7
    4

    Professor tem que ser exemplo para o aluno deste sua postura a suas vestes. Professor não pode chegar na sala de relado e de qualquer jeito.

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 15h32
    12
    14

    Rá! Tá mais na cara do o nariz que esse professor fez tudo de caso pensado. Sabendo ele das regras da escola militar, aproveitou pra lacrar. As escolas militar ou militarizada tem suas regras que devem a elas submeterem tanto alunos como professores. Simples assim!

  • JOARILDO LINO DA SILVA | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 14h46
    15
    13

    As Escolas Militares Tiradentes tem suas próprias regras....quer lecionar...sujeita se a elas....simples assim....ou quer badernar como fizeram com todas as outras escolas....basta comparar os índices do Ideb....chega de coitadismo, vitimismo...

  • Ovo | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 13h20
    16
    23

    A mantenedora é a Seduc ou a Segurança? O professor é servidor público lotado na Seduc ou na Segurança? Escola não é quartel. Que construam as escolas nos quartéis com recurso da segurança e administrem na hierarquia militar. Pegar escola pública pronta e e destinar vagas p filhos de militares é fácil... Escola não é quartel!

  • Jesus Soares de Souza | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 12h40
    20
    9

    Tipo humanóide se vitimizando, querendo atenção.

  • Conseguiu seus 02 minutos de Fama, Agora | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 12h40
    20
    10

    Conseguiu seus 02 minutos de Fama, Agora vai trabalhar. Pior coisa é homi Fresco, vai trabalhar

  • EDUARDO | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 12h25
    5
    1

    EDUARDO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Respeito e disciplina, é disso que os jo | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 11h48
    22
    8

    Avisa esse "mimizeiro" aí que regras existem para serem Seguidas. Se esse Petista não quer seguir, vai dar aula em outro lugar Mais "Liberal". Bom lembrar que por falta dessa disciplina e respeito, mtos professores tomam TAPA na CARA, são ameaçados e apanham de Malandros "Disfarçados" de alunos, sem falar que mtas escolas são verdadeiras "Boca de Fumo".

  • KATIA BURGUETTI | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021, 11h44
    19
    10

    Esse professor precisa "VIRAR HOMEM"

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...

Magistrado quer restrições mais duras

orlando perri 400 curtinha   Ao deferir pedido de liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta pelo chefe do MPE-MT, José Antonio Borges, em meio a conflitos de normas editadas pelo governo estadual e pela Prefeitura da Capital, o desembargador Orlando Perri (foto) enfatiza que é preciso endurecer as medidas...

Paisagista, aliança com Pátio e a AL

claudio paisagista 400   Claudio Ferreira, o Paisagista (foto), está tão empolgado com a votação para prefeito de Rondonópolis no ano passado que pretende encarar outro teste das urnas, agora para deputado estadual, em 2022. Pelo DC, ele tentou a sucessão municipal e chegou a 17.498 votos, ficando...

90 novas UTIs só neste ano em MT

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que o governo estadual tem se empenhado ao máximo na luta pelo combate ao novo coronavírus. E enfatiza que somente neste início de ano, o Estado já habilitou 90 novos leitos de UTI para atender casos graves de Covid-19. Entre janeiro e março, foram abertos...

Apelo dramático da Santa Casa de ROO

bianca talita 400 santa casa roo   A superintendente da Santa Casa de Rondonópolis, Bianca Talita (foto), fez um apelo dramático nesta terça, num grupo de WhatsApp, esperando sensibilizar o prefeito Zé do Pátio a repassar com urgência os recursos que estão repressados no Fundo Municipal de...

Emendas para todos os 24 deputados

Max 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Max Russi (foto), em visita ao Grupo Rdnews, quando concedeu entrevista ao portal e à tv web Rdtv, defendeu as emendas impositivas, que são indicadas pelos deputados e pagas pelo governo, via orçamento. Lembra que são instrumentos importantes para fazer com que obras e...