Cidades

Segunda-Feira, 24 de Dezembro de 2018, 14h:53 | Atualizado: 25/12/2018, 07h:58

Professora vai pagar fiança de 10 salários mínimos e sairá da cadeia após 24 horas

Fabiana Mendes

 juiz Jeverson Quinteiro

Juiz plantonista Jeverson Quinteiro  não impôs  uso de tornozeleira eletrônica como cautelar

O juiz  plantonista Jeverson Quinteiro  soltou,  após audiência de custódia,  a professora substituta de biologia da UFMT Rafaela Screnci da Costa Ribeiro, de 33 anos, e arbitrou fiança de R$ 9,5 mil, o que equivale a 10 salários minímos. Ela é acusada de atropelar e matar a estudante Myllena de Lacerda, de 22 anos e ferir gravemente Hya Giroto Santos, 21 anos, e Ramon Alcides Viveiros, 25 anos.

"Nós analisamos as circunstâncias da prisão, verificamos que era caso de flagrante, que foi correto. A prisão foi homologada e concedemos medida cautelar diversa da prisão. Ela responderá em liberdade", afirmou o magistrado.

Como cautelares,  Rafaela não poderá sair à noite, terá que comparecer no fórum todo mês e deverá trabalhar. O juiz não julgou necessário o uso de tornozeleira eletrônica: "Não vejo necessidade do equipamento. Foi aplicada a lei, o que está no código. Não havia a menor possibilidade de decretar a prisão preventiva na minha concepção", completou. A acusada  estava presa desde a manhã de domingo (23), após o grave acidente ocorrido na avenida Isacc Póvoas, em frente à boate Valley Pub.

Rafaela se recusou a realizar o exame de bafômetro. Diante da situação,  foi encaminhado ao IML    realizou o Auto de Constatação, que analisou os aspectos físicos e psicomotores da suspeita e apontou consumo de bebida alcóolica.

Ela foi autuada por homicídio culposo de trânsito qualificado pela embriaguez no volante e  lesão de trânsito qualificada por embriaguez. Conforme a Polícia Civil, as investigações já foram iniciadas e agora será dado continuidade com as testemunhas. 

De acordo com informações da Polícia Civil,  Rafaela trafegava pela sentido bairro-centro pela faixa de rolamento da esquerda, quando nas proximidades da boate Valley Pub, distante poucos metros da faixa de pedestre, atropelou Hya, Ramon e Myllena, que morreu no local. Ela ainda bateu em um Gol. 

Lei

Desde o dia 19 de abril 2017, a lei prevê punições mais rígidas para homicídios culposos no trânsito. No caso de homicídio com comprovação de embriaguez, a pena, que era de dois a quatro anos de prisão, passou a ser de cinco a oito anos de prisão, que já pode começar em regime fechado. Se a prisão for em flagrante, não cabe a aplicação de fiança.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Diogo Ferraz | Terça-Feira, 25 de Dezembro de 2018, 22h03
    3
    0

    Analisando o vídeo do acidente a impressão que dá é que autora desviou de um carro branco que parou no meio da pista e consequentemente ocasionou essa tragédia, isso não retira a culpa de estar dirigindo com alto índice etílico e com velocidade superior ao permitido. Quando acontece algo tao traumático assim abre espaço para reflexão quantos de nós já não dirigimos embriagados após sair de alguma festa? Será que mudaremos a consciência de não dirigir sobre ingestão de álcool, ou somente uma lei mais rigorosa para nós alertar?

  • Vivi | Terça-Feira, 25 de Dezembro de 2018, 16h22
    6
    8

    Imagino oque essas famílias devem estar sentindo, perder um filho ou alguem próximo dessa maneira, não é fácil. Também tenho caso de tragédia na família, por sinal, foram duas as fatalidades, por embriaguez ao volante e excesso de velocidade. O perdão ajuda a sermos pessoas melhores. Precisamos sim, repensar muitas das nossas atitudes, em muitas situações. Mas, conheço a Rafa, é uma pessoa dócil e dedicada ao trabalho, aos amigos e tem uma família de pessoas queridas, que também estão sofrendo. Minha família perdoou um dia, portanto não devemos proliferar a raiva.

  • Lúcio | Terça-Feira, 25 de Dezembro de 2018, 13h02
    12
    7

    Só pobre fica preso. Pessoas que estavam no local dizem que ela mesmo gritava: "Sou rica não vou ficar presa". Sem mais... 10 mil reais o valor de uma vida no Brasil.

  • mario | Terça-Feira, 25 de Dezembro de 2018, 10h54
    8
    1

    tem que mudar a lei, os congrassistas que fazem isso, na verdade o que vale é qum tem dinheiro para pagar, isso tem que mudar, se a pessoa sabe que a lei é rigida, ela vai pensar duas vezes antes de praticar um crime.

  • Everaldo Raul cabral | Terça-Feira, 25 de Dezembro de 2018, 06h20
    6
    3

    Para que existe a nova lei se não cumpre, então rasgue a lei e deixa tudo a solta. Se fosse a antiga lei olho por olho dente por dente não seria melhor... E ainda vejo pessoas animadas falando que o Brasil vai mudar oh Glória,!!!!!

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.