Cidades

Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 09h:40 | Atualizado: 18/10/2019, 09h:56

PROTESTO

Professores da Unemat cobram apuração sobre professora expulsa do palco a força

Reprodução

professora Unemat agress�o

Momento em que professora Lisanil Patrocínio é retirada do palco, onde subiu para pedir músicas mato-grossenses

A Adunemat, associação que representa os professores da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), protesta hoje (18), às 15h, em frente à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, para reinvindicar que o Governo investigue a violência sofrida pela professora da instituição, Lisanil Patrocínio, que foi tirada do palco de um bingo beneficiente por seguranças de uma paróquia

Facebook

Professora Lisanil

Lisanil ministrava aulas em uma turma especial de Direito da Unemat

Após a concentração na frente da Secretaria, representantes de movimentos sociais e sindicais, além de professores e alunos, devem protocolar uma solicitação exigindo que a ocorrência seja apurada. 

No  último domingo (13), a professora foi vítima de violência física e moral durante um evento realizado pela paróquia de Campos de Júlio (a 553 km de Cuiabá), onde Lisanil ministrava aulas em uma turma especial de Direito da Unemat desde o início deste mês. 

Usando uma camiseta com os dizeres “Lute como uma garota” e “Lula livre”, a professora, que no dia dos fatos se viu sem opção de restaurante para almoçar, achou que poderia comparecer à festa religiosa. Porém, quando chegou no salão paroquial, foi abordada de forma ostensiva por outros convidados. De acordo com Lisanil, os moradores da cidade a olhavam com estranheza e desdém. 

Mesmo com os julgamentos, decidiu continuar na festa. Em determinado momento, subiu no palco para pedir que fossem tocadas músicas mato-grossenses. Diante da situação, o pároco, apelidado como Frei Sojinha, teria chamado a polícia para expulsá-la do palco. Nas imagens é possível ver o momento em que ela é arrastada por vários seguranças. 

Em nota, a Adunemat informou que até mesmo as partes íntimas da professora acabaram ficando à mostra enquanto os homens a arrastavam escada abaixo. “Deixada ao chão por um instante e, posteriormente, levada à delegacia algemada com mãos para trás do corpo. Como se debatia muito, revoltada com a situação, foi levada ao hospital onde injetaram tranquilizantes que a fizeram ficar sem condições de ser ouvida pela delegada, obrigando-a passar a noite numa cela onde a fossa séptica aberta estava ao lado o fino colchão onde iria dormir”.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Shadow Cba | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 12h11
    7
    2

    Ao que parece ser, essa é a novela de sempre: a pessoa normalmente é "convidada a deixar o local", se recusa, os pedidos pra que deixe o local se tornam insistentes e repetitivos, mas a pessoa novamente não atende, então usa-se a força e ai a pessoa vira artista dramática e vitima automaticamente. Ainda que eu prefira LULA PRESO, e não compactue com essa politização de todo e qualquer fato, COM CERTEZA não se chegou e tento tirar essa senhora à força de cara. Retrato de muitos hoje: forçam a situação e logo depois se fazem de vitima.

Matéria(s) relacionada(s):

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

Arena fechada ao público por 3 dias

virginia mendes curtinha 400   Nos seis primeiros dias de portas abertas, a Arena Encantada, considerada o maior parque natalino que Mato Grosso já viu, recebeu quase 10 mil visitantes. Mas ficará três dias inacessível ao grande público. Na segunda (16), a Arena será exclusiva das milhares de crianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.