Cidades

Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019, 15h:37 | Atualizado: 05/09/2019, 19h:35

PUC atesta que assinaturas do diploma de Riva Júnior são falsas e Defaz investiga

A Delegacia Fazendária (Defaz) ainda investiga de quem são as assinaturas falsas que constam no diploma e certificado apresentados pelo filho do ex-deputado José Riva para atuar como médico do Detran-MT.  José Geraldo Riva Júnior, o Juninho Riva, é alvo da Operação Especialista, desencadeada nesta manhã (5). A casa dele foi vasculhada com ordem judicial.

Reprodução

juninhoriva_detran

Juninho Riva apresentou diploma de especialista em tráfego, que teria sido obtido na PUC

Ele é suspeito de usar diploma falso de especialização em medicina do tráfego, exigida pelo Detran ao credenciar os médicos que atuam na autarquia. Segundo o delegado Lindomar Toffoli, da Defaz, que conduz as investigações, diante de uma suspeita levantada internamente, o Detran pediu informações à PUC de Goiás e a resposta foi de que as assinaturas do documento não eram "verdadeiras".

"Veio a documentação da PUC de Goiás informando que aquela assinatura não era autêntica. Aquele timbre, declaração e assinaturas dos professores não eram da PUC. Então, aquele documento era falso", disse o delegado em coletiva à imprensa na sede da Defaz nesta manhã.

O delegado Lindomar pondera ainda que não encontrou o diploma de Riva Júnior para atuar como médico de tráfego na pasta que fica no Detran. "Faltava ter a documentação necessária que comprovasse que ele cumpriu esse curso", detalha. Tal documento só foi localizado na casa do médico, após o cumprimento do mandado de busca e apreensão nesta manhã.

Junto com o diploma, o delegado disse que encontrou outro documento, um certificado retirado na Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), que lhe concedeu o título de especialista. Só que o suposto diploma falso foi usado para tirar este registro. Lindomar afirma que "aparentemente o (segundo) documento é original".

No ofício que a PUC Goiás rebateu ao Detran reconhece que Juninho chegou a estar matriculado no curso, mas a instituição não concedeu certificado ao médico, pois não havia cumprido uma disciplina. O diploma é pré-requisito para um profissional atuar junto ao Detran e declarar motoristas e condutores aptos ou inaptos a tirar a CNH.

Formado em medicina, Riva Júnior atua como especialista de tráfego para a empresa Perimetran, que presta o serviço ao Detran. O uso do suposto diploma falso faz da situação dele no departamento irregular.

Segundo o delegado, Juninho apresentou documento em 2013, para comprovar a conclusão do curso. O ofício da PUC de Goiás vem em 2017, ou seja, quatro anos depois. Após tomar conhecimento deste caso, o Detran repassou o caso à  Delegacia Fazendária para investigar suposta atuação profissional com uso de diploma falso.

A polícia investiga ainda porque a Abramet concedeu título de especialista ao filho do ex-presidente da Assembleia sem checar a autenticidade dos documentos apresentados. O médico ainda não prestou esclarecimentos sobre o caso. O delegado informa que está em conversa com o advogado dele para marcar o horário do depoimento.

Em nota, o Detran afirma que também vai abrir um procedimento investigativo para averiguar a situação.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Doralice | Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 14h32
    0
    0

    Alguma novidade? É da família Riva.

IFMT e novo laboratório pra testagem

deiver 400 curtinha   Numa iniciativa inédita, o Campus do IFMT Cuiabá - Bela Vista, sob o diretor-geral Deiver Alessandro Teixeira (foto), terá um novo laboratório a ser utilizado para análise sorológica da Covid-19, através da pesquisa de IgG e IgM. A obra, orçada em R$ 1 milhão,...

Comitê chama órgãos fiscalizadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Para colocar fim às críticas sobre suposta falta de transparência na aplicação dos recursos transferidos a Cuiabá pelo governo federal com vistas ao enfrentamento à pandemia, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) determinou que seu secretário de Saúde, Luiz...

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.