Cidades

Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019, 08h:00 | Atualizado: 20/11/2019, 08h:56

A COR DA POLÍTICA

"Queremos eleger mulheres negras, não somos pano de fundo", diz ativista - veja

Gilberto Leite/Rdnews

 Antonieta Lu�sa Costa imune

Antonieta Luísa Costa é presidente do Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (Imune) e já tentou se eleger

O principal projeto do movimento de mulheres negras de Mato Grosso é fazer prefeitas, vereadoras, deputadas e até – por que não? – um presidenta afrodescendente nas próximas eleições.

“A gente não vê mulheres negras no sistema político, muito poucas, raras, mas precisamos discutir a nossa situação. Vivemos na exclusão democrática, porque o espaço (teoricamente) é para todas mas nós (na prática) não estamos lá. Quando você olha para as instituições, não vê a nossa face negra”, lamenta a fundadora do Instituto de Mulheres Negras (Imune), professora Antonieta Luisa Costa, a Nieta. Ela é filha de um dos pioneiros na luta contra o racismo em Cuiabá, Geraldo Henrique Costa, já falecido. Afirma que o pai a ensinou desde cedo a se amar, se respeitar e a lutar por direitos. “Nós não somos pano de fundo, nós temos capacidade para atuar em qualquer papel”.

 A gente não vê mulheres negras no sistema político, muito poucas, raras, mas precisamos discutir a nossa situação. Vivemos na exclusão democrática, porque o espaço (teoricamente) é para todas mas nós (na prática) não estamos lá. Quando você olha para as instituições, não vê a nossa face negra

Nieta Costa, do Imune
selo consciência negra

 

Para Nieta, que saiu candidata na última eleição, mas não venceu, a sociedade racista escolheu um lugar para mulher “que não é um lugar legal” e, para reverter a exclusão, cada uma deve saber quem se é e trabalhar a auto-estima para não aceitar a marginalidade imposta.

O Imune é a principal entidade do movimento negro feminino no Estado e quer politizar suas associadas. Para isso, está levando rodas de conversas às comunidades, quem sabe assim inspira candidaturas. Inicialmente, já estão previstos esses diálogos em quatro bairros da Capital. Interessados devem ligar para 65-99232-7578.

"Não temos representação nem no Legislativo, nem no Executivo, porque ainda é um desafio romper a barreira machista, de um processo político que sempre foi excludente para as mulheres e, quando se trata de mulheres negras, fica pior ainda", lamenta.

“Não basta ser mulher, não basta ser negra, tem que vir para a luta, tem que ter consciência do seu espaço, buscar novos caminhos juntas", convoca. "Precisamos sair do esteriótipo da mulata do Sargentelli, da Globoleza, porque querem que a gente seja somente isso mesmo, símbolos sexuais, mas temos cabeça pensante, sonhos e condições de chegar onde quisermos. É como meu pai dizia: não basta ser negro, tem que ter consciência negra".

Outras bandeiras do Imune são a saúde a mulher negra, violência obstétrica, machismo e mercado de trabalho.

"Cabelo ruim"

A jornalista Neusa Baptista é a atual presidente do Imune. Ela também é autora do livro infantil "Cabelo Ruim", já que o cabelo é um símbolo de resistência.

No livro, conta a história três meninas aprendendo a se aceitar. Se passa na escola. Tudo começa quando a personagem Tatá é chamada de “mais uma de cabelo ruim” por um colega de sala. Resumo do livro fala que, desta situação vergonhosa, nasce uma amizade entre Tatá, Bia e Ritinha. Juntas, elas redescobrem como lidar com o cabelo e assumir o papel de protagonistas na auto-aceitação. Aprendem assim a enfretar o preconceito. O livro tem projeção nacional.

Para Neusa, já começa daí (e por que não pelo cabelo), logo cedo na infância, o trabalho de aceitação e auto-estima. "Crianças desta idade estão mais abertas à dicussão sobre valores e conceitos, sobre o que é ou não belo e sobre a forma como estes critérios são estabelecidos".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

Rei da soja incentiva Fávaro ao Senado

erai maggi 400 curtinha   O ex-vice-governador Carlos Fávaro não mantém o silêncio à toa. Embora tenha sido o terceiro mais votado em 2018 - por pouco não fica com a vaga ocupada hoje pelo senador Jayme Campos -, Fávaro está enfrentando uma série de dificuldades para se viabilizar de...

Professor terá desempenho avaliado

marioneide 400 curtinha   Professores da rede pública estadual agora vão passar por avaliação de desempenho tanto para fins de progressão funcional quanto para atender a uma série de novas exigências. A secretária de Educação, professora Marioneide Kliemaschewsk (foto), já...

O pinóquio de antes, o aliado de hoje

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), hoje deputado pelo quarto mandato, está levando porrete de todo lado pela decisão de entrar na base do Governo Mauro Mendes, seu então adversário político dos últimos 15 anos. Ambos, que se enfrentaram nas urnas duas vezes, uma a prefeito e outra para...

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.