Cidades

Terça-Feira, 22 de Dezembro de 2015, 08h:12 | Atualizado: 22/12/2015, 08h:13

DEFESA

Rossato diz que há divergências e nega desvio de recurso de consórcio

Rodinei Crescência/Rdnews

dilceu-rossato---pref-sorriso--fotos-ney-(10).jpg

Defesa de Rossato alega divergência de interpretação sobre sistema de custeio

A defesa do prefeito de Sorriso Dilceu Rossato (PR), condenado por improbidade administrativa, em nota, afirma que a ação foi proposta por divergência na interpretação a respeito do sistema de custeio do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Teles Pires e que a juíza  Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa, da 6ª Vara Cível, afastou quase que todas as alegações de gestão irregular dos recursos.

Em relação à denúncia, o advogado Saulo Gahyva diz que que não houve qualquer desvio de verbas, tendo sido os recursos aplicados no custeio da unidade e não especificamente na contratação de exame, ocorrendo portanto divergência de interpretação.

Na alegação da defesa, a sentença imputou ao gestor condenação de menos de 10% do pleito e do montante de R$ 1,3 milhão repassados, a má gestão teria sido identificada em R$ 71 mil, referentes à contratação de exames e consultas. O consórcio era responsável pelo atendimento de 15 municípios da região.

De todo modo, a defesa ressalta que Rossato administrou o município entre 2005 e 2008, tendo conseguido retornar ao cargo em 2012, o que mostra a aprovação da sua gestão. “Assim demonstra sua eleição para novo mandato a frente da Prefeitura municipal, seu elevado índice de aprovação popular da gestão, e, especialmente, os diversos destaques nacionais recebidos pelo Município em razão da transparência e da eficiência na gestão pública”, diz trecho da nota.

Confira, abaixo, a nota

  • Em razão dos fatos noticiados na imprensa sobre o julgamento de parcial procedência de ação de improbidade administrativa, a assessoria vem a público, em obediência ao princípio da transparência e ao ideal republicano de probidade, esclarecer os fatos objeto do processo.
  • Dilceu Rossato administrou a Prefeitura de Sorriso/MT nos anos de 2005-2008 e, atualmente, em mandato popular iniciado em 2013. Durante esse período, promoveu a gestão municipal de forma eficiente e sempre pautado na estrita legalidade e constitucionalidade das ações públicas, empregando com retidão o dinheiro público.
  • Assim demonstra sua eleição para novo mandato a frente da Prefeitura municipal, seu elevado índice de aprovação popular da gestão, e, especialmente, os diversos destaques nacionais recebidos pelo Município em razão da transparência e da eficiência na gestão pública.
  • A atuação de Dilceu Rossato no exercício da função de prefeito sempre se pautou pelos princípios da legalidade, da probidade e da eficiência, desenvolvendo as ações de saúde em exata conformidade com as leis e com o entendimento consolidado do Tribunal de Contas do Estado, órgão técnico responsável pelo controle externo da Administração Pública Municipal.
  • A ação de improbidade administrativa n. 2085-70.2011.811.0040 apura suposta falha no gerenciamento de recursos de saúde, que teria redundado em contratação indevida de exames e consultas médicas.
  • Em primeiro lugar, é importante que se esclareça que a sentença imputou ao gestor condenação cujo montante equivale a menos de 10 % daquele pleiteado pelo autor da ação, o que, por si só, já demonstra que a presente ação foi promovida em razão da divergência de interpretação a respeito do sistema de custeio do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Teles Pires, importante centro de saúde responsável pelo atendimento de 15 (quinze) municípios de Mato Grosso, notadamente mediante a ampliação e especialização dos atendimentos.
  • Em segundo lugar, na referida decisão, a juíza da sexta vara cível afastou quase que a totalidade das alegações de gestão irregular dos recursos aplicados no custeio do Consórcio Intermunicipal, afinal, dentre os R$ 1.371.876,07 repassados, identificou má-gestão em R$ 71.014,50, referentes à contratação de exames e consultas.
  • Em relação ao apontamento em si, Dilceu Rossato destaca que não houve qualquer desvio de recursos públicos, residindo a referida divergência na interpretação a respeito da aplicação dos recursos destinados ao consórcio (os referidos recursos eram destinados ao custeio da unidade de saúde, e não especificamente à contratação de exames). 
  • Tendo a certeza de que os fatos serão esclarecidos, Dilceu Rossato reitera sua confiança no Poder Judiciário e informa que a referida decisão judicial será objeto de recurso perante o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o qual, espera-se e confia-se, modificará a sentença para reconhecer a total ausência de irregularidade.
    Advogado Saulo Gahyva

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Osvaldo Anturio | Terça-Feira, 22 de Dezembro de 2015, 11h34
    1
    0

    O advogado do jurídico muito bem pago por sinal, só esqueceu de lembrar que o Rossato perdeu a eleição quando era prefeito em 2012... ele se candidatou á reeleição e perdeuuuu... ganhou depois de 4 anos pq o outro (Chicão) cosneguiu ser pior, o que se acreditava impossível. Sorriso merece um modelo de administração à altura do magnífico município que é. Lembrando ainda que o Rossato está com os bens bloqueados em R$ 5 milhões, por tb nesta gestão anterior ter empregado de maneira duvidosa os recursos da Previdência dos Servidores Públicos Municipais. então ele é mais do que reincidente. Deus salve Sorriso deste péssimo gestor.

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

2 deputados empurrados pra oposição

allan kardec 400   Por causa da bandeira que têm carregado de defensores dos servidores públicos, dois deputados do núcleo do governo começam a caminhar para oposição. Um deles é o pedetista Allan Kardec (foto) que, de tanto ser pressionado pelas chamadas bases para reagir contra a PEC da...

Elogios à gestão proba Mauro Mendes

marcelo oliveira 400 curtinha   O secretário de Estado Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), Marcelo de Oliveira (foto), fez questão de destacar nesta quarta, em entrevista ao vivo ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que o governador Mauro Mendes tem se empenhado ao máximo para fazer uma boa gestão,...

2 frentes do MDB e apostas em Cuiabá

gustavo padilha 400 curtinha   O MDB vive uma situação curiosa em Cuiabá. Embora no comando da prefeitura, com Emanuel Pinheiro, o partido só conseguiu reconquistar cadeira na Câmara há três meses, com a filiação de Juca do Guaraná, aproveitando a janela partidária. Em 2016,...

Opositores ganham força em Barra

adilson gon�alves 400 curtinha   Grupos de oposição estão ganhando "musculatura" em Barra do Garças, numa expectativa otimista de derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Beto Farias (MDB), o atual vice Wellington Marcos, que está filiado ao DEM. Wellington é considerado nome "pesado"...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.