Cidades

Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 10h:40 | Atualizado: 16/01/2020, 12h:33

REORDENAMENTO

Sai lista de escolas estaduais que serão extintas ou municipalizadas - veja abaixo

Foto ilustrativa

Escola de lata conteiner visita de deputados

A Escola Estadual Nilo Póvoas, em Cuiabá, e mais uma unidade, em Barão de Melgaço (a 100 km da Capital), serão extintas e cinco outras, no interior, repassadas aos municípios. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) concluiu estudo de reordenamento da rede escolar. O apurou quais escolas estão na lista do reordenamento. Confira no final da matéria. Apurou também como vai ficar a situação dos alunos e servidores.

Os da Nilo Póvoas serão remanejados para a Escola Estadual Antônio Epaminondas, no bairro Lixeira. A Seduc afirma que a unidade tem capacidade para mil estudantes. No entanto, atualmente, tem apenas cerca de 130 em período integral.

Em Barão de Melgaço, as unidades Virgínio Nunes Ferraz e Coronel Antônio Paes de Barros vão se fundir. A primeira será extinta e a segunda seguirá de maior porte em sede que será entregue, de acordo com a Seduc, este ano. Alunos e servidores da Virgínio Nunes serão acomodados na Coronel Paes de Barros.

Em Tangará da Serra (a 241 km de Cuiabá), quatros escolas saem da responsabilidade do Estado e serão repassados à Prefeitura em regime de colaboração. O motivo é que as unidades recebem alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, que são de responsabilidade do poder municipal, como define a Constituição.

Pelo mesmo motivo, uma escola estadual em Jauru (a 404 km de Cuiabá) também será municipalizada.

Ociosas

A secretária estadual de Educação Marioneide Kliemaschewsk alega que as escolas estão sendo extintas porque estão ociosas. Assegura que o estudo de reordenamento foi feito de forma técnica e prefere nem utilizar a palavra fechamento, mas sim "otimização dos espaços públicos". Segundo ela, isso vai resultar em economia para o Governo, investimento e garantir a aplicação de recursos nas escolas já existentes.

Marioneide também aponta que novas escolas só serão abertas se houver demanda de alunos e "necessidade real de construção". "A demanda do Estado vem decrescente, porque estamos passando por uma transição demográfica muito grande. O número de matrículas vem caindo". Ela atribui o fenômeno também às famílias, que estão optando por menos filhos.

Confira lista

Escola Estadual Nilo Póvoas (Cuiabá) - extinção

Escola Estadual Virgínio Nunes (Barão de Melgaço) - extinção

Escola Estadual do Campo Marechal Cândido Rondon (Tangará) - municipalização

Escola Estadual do campo Cláudio Aparecido Paro (Tangará) - municipalização

Escola Estadual do campo Ernesto Che Guevara (Tangará) - municipalização

Escola Estadual Laura Vieira de Souza - (Tangará) - municipalização

Escola Estadual Francisco Salazar - (Jauru) - municipalização

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Amosil | Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 16h12
    1
    2

    O Thiago fez uma análise sem paixão. Vamos ser práticos. A escola tem q ir aí encontro do cidadão.. Foram fechadas várias delegacias no interior em 2019, Aumentou o crime nesse município ? Não..

  • Bozolino | Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 23h09
    7
    4

    Parece que ninguem em Tangara gosta de estudar e ler livros porque tem muitão de coisa escrita !

  • FERNANDO ROBERTO | Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 22h12
    19
    2

    Agora vota no candidato do MM a vereador, prefeito e senador que melhora. Os culpados são os funcionários públicos que elegeram pensando no próprio umbigo(RGA) que não verão.

  • Thiago baldrighi | Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 21h12
    15
    5

    Não digam bobagem... Não q a nossa educação seja exemplo, Mas nesse caso se faz necessário conhecer antes de opinar... a Escola Nilo Povoar por exemplo tinha 180 alunos matriculados... e isso não se dá por culpa do estado ou de governos... acontece q Cuiabá cresceu e as escolas centralizadas foram perdendo alunos... com a construção de escolas nos bairros, é inviável para o aluno se deslocar de ônibus para estudar em uma escola q está no centro da capital...

  • Januário | Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 21h01
    15
    6

    O Governo quer privatizar a educação, só assim ele pode cobrar e aumentar o imposto das escolas privadas, para aumentar a arrecadação.

  • Dildi | Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 17h34
    14
    3

    Talvez não seria procedente perguntar a mencionada Secretaria de Educação....mas, todos já nos perguntamos quantas novos presidios serão construidos em nosso Estado ? Esperamos todos, que não seja em uma proporção direta.

  • Ana Lídia | Quinta-Feira, 16 de Janeiro de 2020, 15h19
    26
    6

    Aos poucos o governo do Estado de Mato Grosso foi acabando com a educação.

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.