Cidades

Sexta-Feira, 09 de Julho de 2010, 19h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

POCONÉ

Secretário de Desenvolvimento Rural vai vistoriar assentamento

Jilson promete vistoria na Fazenda Alvorada

Jilson Francisco da Silva  Foto: Guilherme Filho   Após ser informado da denúncia registrada no MPE de irregularidades na utilização de crédito rural para a compra da Fazenda Alvorada, em Poconé, o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jilson Francisco da Silva, disse ao RDNews que vai visitar a área para verificar se os recursos liberados foram empregados corretamente na compra da terra e instalação de estrutura básica. “Vou pessoalmente visitar o assentamento. Também já exigi as atas das reuniões para certificar que as famílias foram as responsáveis pela definição da compra, contratação dos profissionais que elaboraram e executaram os projetos e construção das casas”, assegurou.

   A denúncia envolve diretamente o coordenador do Projeto Nacional de Crédito Fundiário em Mato Grosso, Amauri Campos, que supostamente teria condicionado os beneficiários a escolher determinado engenheiro agrônomo para que o dinheiro fosse liberado. Também não teria cumprido o acordo de construir, mediante contratação de empresa especializada, as 80 casas de alvenaria. Segundo o tesoureiro da Associação P.A. Alvorada, Carlos Oliveira Ramos, a residência dele possui apenas tijolos.

   Na avaliação do secretário de Estado, dificilmente essas acusações condizem com a realidade. “O banco só libera o pagamento mediante a apresentação da ata assinada por todos os beneficiários. Temos como provar que todos concordaram e, conforme as regras do programa, a verba vai diretamente para o vendedor da área. Há muita desinformação”, explica Jilson.

   Ele acredita que as denúncias foram motivadas pelo não cumprimento do acordo verbal firmado pelas famílias com o ex-proprietário da fazenda, Sergio Tartari, que à época concordou em "abrir-mão” da sede, onde fica um espaço de uso comum, com barração, curral, reservatório, entre outras benfeitorias, para usufruto dos produtores. Trata-se de uma área devoluta de 40 hectares, não registrada em cartório em nome da associação devido à ausência de documentos. “Pelo que sei o antigo proprietário voltou atrás, mas farei o possível para que o excesso de terra, onde está a sede, fique com as famílias. Pediremos a ajuda à Procuradoria-Geral do Estado e outros órgãos que possam nos auxiliar a registrar o espaço em nome da associação”, garante - saiba mais aqui e aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Adão da Silva | Quinta-Feira, 12 de Agosto de 2010, 09h54
    0
    0

    ISSO AGORA VIROU FESTA NO MT !! TUDO VIRA EM DENUNCIA, EXISTE ALGUMAS PESSOAS ASSENTADAS PELO PNCF, QUE AO ENTRAR ERA UM COITADINHO PERANTE O ESTADO, UNIÃO, MUNICÍPIO E O PRÓPRIO GRUPO, DEPOIS DE ESCRITURADO MOSTRA AS GARRAS E SE ESQUECE QUE FINANCIARAM UM LOTE RURAL, E PASMEM, SE ESQUECEM ATÉ DE TRABALHAR. PRA VOCES TEREM UMA IDÉIA QUEM ESCOLHE AS ÁREAS PARA SEREM FINANCIADAS PELO GOVERNO FEDERAL (PNCF) SÃO OS PARCELEIROS E NÃO O ESTADO, PARA A INFRAESTRUTURA BÁSICA SÓ É LIBERADO RECURSOS SE HOUVER A CONCORDÂNCIA EXPRESSA DOS PARCELEIROS (Assinaturas), OS RECURSOS DISPONÍVEIS SÃO CURTOS (R$ 40.000,00 POR PARCELEIRO PARA: O LOTE/ÁREA POR PARCELEIRO, ESCRITURA PUBLICA/CARTÓRIO, ITBI, TOPOGRAFIA, CASA, ÁGUA, ESTRADAS E ATER) E AINDA TEM GENTE QUE QUER CASARÃO NO P.A, DE QUE FORMA ??? AI FICAM ENCHENDO O M. P DE DENUNCIAS INFUNDADAS SEM PROCEDÊNCIA, INCLUSIVE FAZENDO O M. P, PERDER TEMPO, EM QUE ESTARIA ANALISANDO REALMENTE PROCESSOS REAIS E TAMBÉM OBRIGANDO O ESTADO A DEIXAR SUAS OBRIGAÇÕES (ISSO GERA DESPESA PÚBLICA), PARA RESPONDER A DENUNCIAS QUE UMA PARTE DE PARCELEIROS SEM COMPROMETIMENTO FAZEM, RELATANDO INVERDADES !!! ESSAS PESSOAS SABEM QUE O PNCF É UM FINANCIAMEMTO E QUE EM ALGUNS CASOS VÃO ATRÁS DE CONVERSAS DE POLÍTICOS DA REGIÃO E/OU OUTROS, DO TIPO: "NÃO PAGA ISSO NÃO, ISSO AI É DO GOVERNO" TREMENDOS CORVOS !!! EM QUE POR CAUSA DESSE TIPO DE CONVERSA VÃO SER INADIMPLENTES. GOSTARIA TAMBÉM DE DIZER AO M P, QUE AO ENTRAR DENUNCIAS COMPROVADAMENTE INFUNDADAS, QUE PEÇA ESCLARECIMENTOS DO DENUNCIANTE INVERÍDICO, POIS ESSAS PESSOAS SÃO OPORTUNISTAS E SÓ VISAM BENEFICIOS PRÓPRIOS. O M P TEM PAPEL MUITO IMPORTANTE EM NOSSO ESTADO E É RESPEITADO, FAZ SEU PAPEL E MUITAS VEZES É TAMBÉM PREJUDICADO POR PESSOAS QUE NÃO TEM COMPROMETIMENTO COM A REFORMA E AGRÁRIA E SEUS COMPLEMENTOS. NINGUÉM DEVE ESCONDER NADA DE ERRADO, SE HÁ ALGO ERRADO SEJA EM QUALQUER SEGMENTO, DEVE SER AVERIGUADO, MAS CERTOS TIPOS DE PESSOAS TENTAR LUDIBRIAR O MUNICÍPIO, O ESTADO E A UNIÃO, ISSO É INADMISSÍVEL...

  • oliveira | Quarta-Feira, 14 de Julho de 2010, 14h47
    0
    0

    SR. JILSON, NAO ADIANTA COMPRAR TERRAS PARA SEM TERRAS SE O PROJETO NAO CONTER TODAS INFRAINTRUTURA BASICA PARA O SEU DESENVOLVIMENTO, COMO POR EX: ESCOLAS. POSTO DE SAUDE, TECNICOS EM AGROPECUARIA, COOPERATIVA E OUTRAS PARA A SUSTENTAÇÃOO DE TODOS ENVOLVIDOS NO PROJETO, QUALQUER LEIGO COMO EU SABE DISSO, SO AS AUTORIDADES, FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL~, FAZEM VISTAS GROSSAS. DESSE JEITO TODOS OS ASSNETAMENTOS VAO FICAR A DEUS DARÁ.

  • alba | Sexta-Feira, 09 de Julho de 2010, 19h24
    0
    0

    estão fazendo vistas grossas para o que esta acontecendo no incra-mt, muitos oportunistas la...sem terras só fica assondando terras que existem e podem ser griladas...uma anarquia, os "sem terras" não estão querendo mais terras improdutivas, e querem trator, sementes...o governo é culpado, e deviam se reunir com os representantes do sem terra e acabar com essa anarquia...rola muito dinheiro..

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

Sob recall e apoiamento de Bolsonaro

roberto franca 400 curtinha   Mesmo isolado e sem grupo político da época em que foi prefeito por duas vezes, Roberto França (foto), filiado ao nanico Patriota, não desiste da pré-candidatura em Cuiabá. E há um motivo forte que o deixa empolgado. Seu nome vem se consolidando como o segundo nas...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.