Cidades

Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 18h:07 | Atualizado: 17/09/2019, 18h:15

AÇÃO DE FACÇÃO

Seis reeducandos são "chicoteados" por outros presos que cumprem pena na PCE

Divulgação

Reeducandos agredidos PCE

Reeducandos agredidos por outros dentro da PCE, na Capital, com marcas nas costas e em outras partes do corpo

Seis reeducandos que cumprem pena na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, foram espancados por outros presos da unidade na madrugada desta segunda (16). Conforme a presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sindspen-MT), Jacira Maria da Costa, servidores que faziam a ronda flagraram a agressão e retiraram as vítimas da cela. 

Por meio de nota, a assessoria da secretaria estadual de Segurança Pública (Sesp-MT) alegou que as imagens sobre a violência que viralizaram nesta terça (17), correspondem a uma agressão ocorrida contra dois detentos, no início da operação pente-fino na PCE, deflagrada no dia 13 de agosto. 

Conforme Jacira, a suspeita é de que o preso agredido faça parte de uma organização criminosa. Para ela, a volta das visitas, que ficou suspensa por 30 dias durante a primeira fase da operação, pode ter culminado na agressão, já que os presos voltaram a receber informações de fora da prisão. 

Em uma filmagem, um dos agentes penitenciários pergunta aos detentos o motivo deles estarem machucados e quem teria provocado as agressões. Os presos respondem que foram agredidos por outros dois detentos conhecidos como "Borracha" e "Baiano". 

Apesar das afirmações, Jacira afirmou que ainda não é possível indicar quem teria começado com as agressões. Segundo a presidente do Sindspen, os detentos teriam sido agredidos por um tipo de fio, já que tinham marcas de "chicotadas" nas costas. Nas fotos também é possível ver que alguns deles possuem marcas de socos no rosto e abdômen. 

"Os servidores questionaram o motivo das agressões, mas os presos se negam a falar, porque são assuntos criminosos que eles resolvem entre eles. As agressões foram vistas durante uma ronda, os agentes estranharam a movimentação. Mas as vítimas nem gritavam, nem isso eles [os presos] permitem", disse. 

Os detentos foram encaminhados para atendimento médico, mas, até o momento, não há informações sobre o estado de saúde deles. A Sesp informou que, desde a retomada das visitas na PCE, nenhum tipo de ocorrência foi registrada. 

Um dos procedimentos internos adotados para garantir que não haja tumultos, é de que os presos retornem para as celas e somente após esse procedimento, os visitantes serão liberados para saída da unidade.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Paulo | Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019, 07h11
    0
    0

    Paulo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joao | Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 21h23
    3
    1

    Em presídios isto é normal.

  • Advogada | Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 21h06
    2
    3

    A pena pelos crimes cometidos já está sendo cumprida, quer sejam bandidos de profissão ou eventual. São pois, tutelados pelo Estado que, em hipótese alguma, deve permitir isso.

  • Jacobs Gunter | Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 18h58
    3
    2

    Que se foram... Isso não é assunto nosso. Devemos deixar isso Para direito penal do INIMIGO!

Matéria(s) relacionada(s):

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

Única suplente com salário no Senado

clerie fabiana curtinha 400   Dos seis suplentes de senadores por Mato Grosso, uma recebe salário pelo Senado. Trata-se de Clérie Fabiana Mendes (foto), segunda-suplente de Selma Arruda. Mas o seu subsídio não é pelo cargo assegurado com a eleição da chapa, mas sim por ter sido nomeada em posto...

Prefeita e R$ 10 mi em obras em Sinop

rosana sinop 400 curtinha   A prefeita de primeiro mandato de Sinop Rosana Martinelli (foto) está fechando o terceiro e penúltimo ano de mandato com uma grande demanda de obras estruturantes. Após licitar, assinou contrato de R$ 10,2 milhões com a construtora e incorporadora Berna, que vai executar o projeto integrado de...

Justiça impede "espetáculo eleitoreiro"

helena 400 curtinha desembargadora   O Judiciário fez justiça ao mandar suspender a eleitoreira CPI contra o prefeito Emanuel. Numa fase já de pré-campanha, em que todos os 25 vereadores cuiabanos e mais uma centena de outros de fora se movimentam pensando na disputa eleitoral e ávidos para criar palanque, nada...

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.