Cidades

Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 12h:55 | Atualizado: 16/04/2014, 12h:57

Só 10% de tributo é aplicado

Rondonópolis arrecada R$ 2,1 bi, mas sobra para o município R$ 200 mi

Anualmente, Rondonópolis arrecada com impostos cerca de R$ 2,1 bilhões, mas o que sobra para o município é menos de 10%, R$ 200 milhões. Só para o governo Dilma é repassado R$ 1,6 bilhão e para o Estado quase  R$ 400 milhões. A informação é do prefeito Percival Muniz (PPS), em entrevista hoje (16) à Rádio Mix, 94,3. O gestor afirma que com o que fica para ele, não tem como trabalhar de maneira satisfatória. “Tenho trabalhado, mas não sou nenhum salvador da pátria”. 

De acordo com Percival, o Estado tem retirado os recursos do Fethab e usado para pagar folha ou para as obras da Copa, o que faz o interior ficar esquecido. Além disso, o ICMS tem sido distribuído de modo irregular e injusto. Para ele, o município já não tem investimento adicional e o que deveria receber por direito também não vem, desse modo pouco sobra para se desenvolver e muitas cidades podem acabar quebrando. Um exemplo que ele cita é o fato de que não há recursos para ele investir em mídia nos veículos locais, o que seria muito importante para a imprensa da região, enquanto o governo Dilma gasta bilhões em publicidade.

Percival destaca que para fazer o que possível com a arrecadação, ainda há muitas regras e muita burocracia, o que atrasa principalmente as obras. “Engessaram o país”, afirma. E o povo cobra melhorias sempre do prefeito, pois é o gestor mais próximo da população, ainda mais em cidades menores. Algo que pedem muito em Rondonópolis, segundo ele, é segurança, mas não é responsabilidade da prefeitura, é do Estado. “Não vou e não posso gastar dinheiro com segurança, vou buscar parcerias. Estou dialogando com o governo, mas não vejo solução em curto prazo”. 

Ainda de acordo com o prefeito, o cidadão paga por saúde, educação, transporte, segurança e não recebe nada disso com qualidade. Ele acredita que a qualquer momento a população irá se rebelar.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ariosvaldez Rodrigues de Lima | Terça-Feira, 22 de Abril de 2014, 11h53
    0
    0

    O que acham da seguinte idéia para uma emenda constitucional? 1) Somente os municípios passam a ter competência para arrecadar os tributos no país, qualquer que seja a competência para instituição 2) Do produto da arrecadação, o município retém 40% de todo tributo cujo fato gerador tenha se dado em seu território 3) Do restante da arrecadação, o município remete 50% para o Estado (30% do total arrecadado), 40% para a União (24% do total arrecadado) e 10% (6% do total arrecadado) para um fundo de poupança nacional que serviria exclusivamente para fomentar o desenvolvimento dos municípios mais fracos do ponto de vista de arrecadação. Com isso, haveria bem mais dinheiro nas mãos dos municípios, muitos deles deixando de depender da União e do Estado para sempre e, por consequência lógica, seria bem mais fácil fiscalizar os casos de corrupção, afinal, os prefeitos e vereadores estão nos municípios, estamos bem mais perto deles que dos deputados e senadores! Com isto, Rondonópolis ficaria com a seguinte fatia bolo: 2.100.000.000,00 arrecadados 840.000.000,00 ficariam no município 630.000.000,00 iriam para o Estado 504.000.000,00 iriam para a União e; 126.000.000,00 iriam para a poupança emergencial para socorro dos municípios mais fracos

  • Zé Poxoréo | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 16h17
    0
    0

    Esses prefeitos são todos iguais, os caras no período de campanha prometem mundos e fundos, depois de eleitos começam com essas conversinha mole de que não é salvador da pátria. Vale aquela máxima, se não aguenta pede pra sair então!

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...

Neurilan e apoio de Botelho à AMM

eduardo botelho 400 curtinha   Em busca de apoio de lideranças políticas para permanecer no comando da AMM por mais três anos, Neurilan Fraga foi pedir socorro para o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (foto). Quer que o parlamentar seja o presidente de honra de sua chapa. Neurilan tem se articulado como pode e,...

Candidato irritado chama EP de traste

abilio junior 400 curtinha   Abílio Júnior (foto), candidato do Podemos ao Palácio Alencastro, tem se mostrado mais irritado depois do debate promovido pela Fecomércio, na quarta à noite, quando, em vários momentos, se viu questionado e desqualificado pelo prefeito e candidato à...