Cidades

Domingo, 15 de Dezembro de 2019, 13h:29 | Atualizado: 16/12/2019, 10h:51

PARABÉNS IVANA!

Travesti formanda: "Sonho em ser doutora e deixar prostituição no passado" - fotos

Bruma Maciel

Ivana travesti

Bruna Maciel

Ivana travesti

Na prostituição, Ivana encontra a forma de pagar as contas e assume isso como profissão

O desconhecido mundo interior parecia uma eterna pergunta sem respostas: quem sou eu? - questionava-se aquele jovem rapaz, que, apesar de ter nascido em um corpo masculino, tinha em si uma alma de mulher. E que mulher! Ivana Almeida, com 28 anos de idade, elegeu como meta superar os desafios da vida. Prestes a se formar em nutrição, ela não esconde que a fonte de seu sustento é a prostituição. Na série de percalços que passou, resolveu não parar e persistir até que conquiste o título de doutorado, que é hoje o seu maior sonho.

Crise existencial é praticamente uma rotina na vida de jovens LGBTI+. Com Ivana não foi diferente. Sem muito diálogo com os pais, percebeu aos 13 anos que sua orientação sexual divergia da heteronormatividade. As dúvidas quanto à sua identidade persistiram até aos 15 anos, quando seu pai morreu. A mãe só ficou sabendo da condição do filho durante uma discussão, quando Ivana decidiu abrir o jogo. O momento era de busca por liberdade, experiências amorosas e sexuais, além de uma resposta concreta para seus questionamentos.

Arquivo Pessoal

Ivana travesti

Na Nutrição, traça outro caminho e está feliz com a formatura

Com 18 anos eu não conseguia arrumar emprego. Nunca tinha trabalhado e logo conheci a prostituição e as drogas

Com trejeitos femininos em evidência, Ivana encontrou na prostituição a fonte de sustento. Apesar da mãe garantir o básico e uma vida relativamente tranquila, a necessidade de independência financeira não encontrou espaço no mercado formal de trabalho. O caminho foi se prostituir.

“Com 18 anos eu não conseguia arrumar emprego. Nunca tinha trabalhado e logo conheci a prostituição e as drogas, já usei cocaína e maconha nas baladas da noite. Na vida conheci de tudo, porém sempre tive apoio da minha mãe, ela foi essencial, nunca me proibiu de viver e sempre foi minha amiga", declara.

No começo, foi um baque para esta mulher compreender dos fatos, logo ela que só tem dois filhos, e Ivana, até então, o único homem.

Foram quatro anos na prostituição até encontrar um amor de verdade. Ivana conheceu Flávio Rodrigues em uma balada. Logo começou a namorar e abandonou a rotina de programas. O marido, com quem está casada há sete anos, passou a sustentá-la, e ela teve o desejo de estudar para não mais precisar voltar àquela vida.

Tudo estava indo bem, até que Flávio teve um acidente de moto. O momento trágico custou-lhe uma das pernas, que precisou ser amputada. Ivana teve que cuidar do marido, que hoje recebe um auxílio como fonte de renda. A situação financeira apertou, e ela não encontrou outra saída a não ser voltar para a prostituição.

Arquivo Pessoal

Ivana travesti

Com o marido, veio o amor e a chance de estudar

Antes do acidente do companheiro, já estava em processo de transformação do corpo e da identidade. Ela contou com a ajuda de uma tia enfermeira, que arriscou o próprio emprego, fornecendo a Ivana anticoncepcionais femininos, que, afinal, é muito utilizado por travestis e mulheres trans para aumentar o percentual de progesterona, hormônio feminino, no corpo.

Diante da situação do marido e com necessidades batendo à porta, pagando uma mensalidade cara na faculdade de nutrição, Ivana tomou a decisão de fazer programas. Ela não hesita em falar que esta é sua profissão.

“Eu tive que mudar da faculdade, por conta do valor da mensalidade ser mais barata. Voltei para a prostituição para poder pagar meus estudos. Eu fui bem clara com meu esposo, para não ficarmos dependendo da minha mãe. Tirei várias fotos e fiz anúncios em sites de acompanhantes. E foi assim que voltei a me prostituir mesmo sendo casada para pagar meus estudos, porque nunca quis essa vida para mim”.

A falta de oportunidade no mercado de trabalho para travestis é uma realidade dura no Brasil. Ivana detalha que muitas vezes a prostituição é a primeira porta que se abre. “A prostituição é a única saída que a travesti tem para se sustentar. Você não vê travesti vendedora, atendente, não vê em uma loja de carros. Os meios que a travesti tem na sociedade é ser autônoma. Várias são cabelereiras, massagistas ou estão na prostituição, porque é a primeira porta que aparece. A maioria, creio que 80% não tem apoio da família, não tem aporte dos pais. O risco é bem alto, a violência é muito grande”, aponta.

Arquivo Pessoal

Ivana travesti

De vermelho: com a mãe e o marido

Mesmo tendo que enfrentar a rotina de programas, Ivana diz que o sonho dela é chegar ao doutorado. “Eu não quero isso para mim para o resto da vida, ter que ficar dormindo com 6 a 10 homens por dia. Eu quero mostrar para a sociedade que uma travesti pode ter um doutorado. Enquanto eu não tiver isso, não vou parar. Mesmo que eu precise da prostituição para pagá-lo. Minha mãe tem super orgulho de mim, ela é crucial na minha vida, sem o apoio dela e do meu esposo eu não sei o que estaria fazendo”.

Além do apoio que recebe da família, Ivana relata que sua grande força espiritual vem da Umbanda. “Eu sou umbandista. Foi a Umbanda que me ajudou no meu lado espiritual a me reencontrar, a eu me aceitar como Ivana, me ajudou em tudo o que sou e no que tenho hoje. Falar que sou travesti, casada e umbandista é um tapa na cara das famílias tradicionais brasileiras. Porque além de ser um viadão, um travecão, como sou taxada, também sou macumbeira”.

Ela acredita que a maioria das travestis sejam umbandistas, porque a religião as acolhe do jeito que são, com defeitos e dificuldades. “As religiões cristãs nos julgam muito”.

Galeria de Fotos

Credito: Arquivo Pessoal
Credito: Arquivo Pessoal
Credito: Arquivo Pessoal
Credito: Arquivo Pessoal

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Leandro | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 11h23
    5
    3

    Smpre assim... nunca consegue emprego e vira garoto de programa. É mais facil né?, dinheiro rapido

  • joão Pedro. | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 10h58
    3
    1

    Parabéns, pelo seu exemplo de luta, a natureza é sábia em criar pessoas assim!

  • Eduardo Henrique Santos | Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019, 06h35
    4
    5

    Sem apologias,nada a contra a vida de ninguém,nem das patis nem das girls neste mundo mais moderno em que vivemos,só há uma coisa com que se preocupar com as ações de DEUS, o todo poderoso,o dono de tudo e de todos,pois ele mesmo criou o HOMEM e a MULHER e VICE-VERSA um para o outro para que deêm frutos e como esses que estão aí vão dar frutos,a JUSTIÇA divina tarde porém não falha ainda há tempo,acredite se quiser...Deus eterno e soberano PAI,em nome do teu filho amado JESUS,encontra-se em tua mãos Senhor,Tu és do dono do ouro da prata e de tudo e de todos,só o Senhor pode Julgar,para honra e glória do teu Santo nome....

  • Orlandir Cavalcante | Domingo, 15 de Dezembro de 2019, 23h03
    4
    4

    Seu bugre voce tem internet? Se vc nao tem seus filos/as, netos e sobrinhos tem e eles veem muito mais que isso.... Uma babaquice um orgão de imprensa colocar na legenda fotos picantes kkkk chega a ser ridiculo.... a unica coisa que é oicante hj em dia é pimenta....... kkkkkk

  • Bugre | Domingo, 15 de Dezembro de 2019, 21h08
    1
    10

    Para os petebas, as fotos da travesti sem roupa no sofá não são picantes. Claro, eles acham normal as crianças verem e pegarem em homens nús, personagem de gibis homossexuais, aborto, drogas e corrupção. Sai fora peteba.

  • Izabel Moraes | Domingo, 15 de Dezembro de 2019, 20h44
    11
    1

    Sua história de batalha é impressionante...é sempre atrás de uma guerreira tem outra que é a sua mãe....ela deve ser seu espelho....Parabéns que vc consiga atingir os seus objetivos.....e os pilares para isso você tem ...família....espiritualidade...os demais vc está correndo atrás...

  • Micheline Canevesi | Domingo, 15 de Dezembro de 2019, 14h31
    8
    1

    Linda guerreira e com um coração gigantesco! Amo de paixão. Um espetáculo. S2

  • Orlandir CAvalcante | Domingo, 15 de Dezembro de 2019, 13h36
    15
    8

    Não vi nada de picante nas fotos..... vi um ser humano com sua identidade bem resolvida e lutadora..... RDNews voces sempre com medo da patrulha ideológica do Bozonauro né kkkkkk.... fotos assim, basta acessar o google, aparecem um montão nao precisavam alertar fotos picantes kkkkkk

Matéria(s) relacionada(s):

Jayme afirma ter 4 opções para VG

jayme campos 400 curtinha   Em meio ao debate otimista sobre pré-candidaturas do DEM nas cidades pólos, em reunião nesta segunda, no Palácio Paiaguás, Jayme Campos (foto) comentou que, em Várzea Grande, onde sua esposa Lucimar está concluindo o segundo mandato, há quatro nomes sob...

DEM agora tem 5 querendo prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   Com o peso de quem comanda hoje em Mato Grosso os dois Poderes políticos, o Executivo e o Legislativo, com Mauro e Botelho, respectivamente, o DEM aposta na conquista não só da Prefeitura da Capital, mas também das outras nove maiores. Dirigentes do partido fizeram espécie de...

Presidente ora por harmonia no TCE

maluf 400 curtinha   Num Tribunal de Contas sob tensão, nada mais aconselhável do que um culto ecumênico para servidores e conselheiros, com participação de padre e pastor, em defesa da harmonia, união e amor no ambiente de trabalho. A ideia partiu do novo presidente Guilherme Maluf (foto), que reuniu...

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

Rei da soja incentiva Fávaro ao Senado

erai maggi 400 curtinha   O ex-vice-governador Carlos Fávaro não mantém o silêncio à toa. Embora tenha sido o terceiro mais votado em 2018 - por pouco não fica com a vaga ocupada hoje pelo senador Jayme Campos -, Fávaro está enfrentando uma série de dificuldades para se viabilizar de...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.