Cidades

Segunda-Feira, 12 de Agosto de 2019, 15h:56 | Atualizado: 12/08/2019, 16h:04

Fôlego

UFMT fecha acordo com empresa de segurança para pagar salários atrasados

Após duas reuniões realizadas na sexta (9), a UFMT se comprometeu a pagar os salários atrasados dos seguranças terceirizados da MJB Vigilância e Segurança. Instituição e empresa firmaram termo de compromisso de pagamento de R$ 670 mil em duas parcelas. Com isso, a vigilância do patrimônio foi garantida nos campi de Cuiabá, Rondonópolis e Sinop.

A primeira parcela, de R$ 340 mil, será repassada hoje (12) e é destinada ao pagamento dos salários atrasados e benefícios dos colaboradores dos meses de abril e maio. Após a comprovação da empresa dos pagamentos até o dia 14 de agosto, a segunda parcela, de R$ 330 mil, será repassada e destinada ao pagamento dos salários e benefícios de junho e julho até o dia 20 de agosto.

Sem receber salários e direitos trabalhistas há três meses, os seguranças fecharam as guaritas de acesso para veículos, no campus Cuiabá, na sexta (9). A medida foi à forma que os trabalhadores encontraram para protestar contra a situação. Além da remuneração, direitos trabalhistas, como aposentadoria e FGTS, também não estavam sendo pagos, enquanto que a empresa continuava a dar o vale-transporte para eles irem ao trabalho.

Como prevê o termo de compromisso, a UFMT só pode pagar as faturas em atraso com a devida comprovação de pagamento de salários e de encargos dos meses de maio e junho, cujas referências são os atestes das faturas dos meses de abril e de maio. A universidade pôde fazer as quitações possíveis dentro do recurso disponível para ser liquidado.

Em março deste ano, a UFMT já havia repassado R$ 290 mil para a manutenção do serviço de vigilância patrimonial. E, conforme o contrato assinado e a lei que rege as licitações na esfera pública, as empresas prestadoras de serviços se comprometem a manter as atividades por 90 dias mesmo sem o efetivo recebimento dos órgãos públicos.

O processo de negociação envolveu também agentes da Procuradoria-Geral Federal, representantes da MJB e da Coordenação de Segurança, vinculada à Secretaria de Infraestrutura (Sinfra). A reitoria também recebeu representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE), do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação (Sintuf) e da Associação dos Docentes da UFMT (Adufmat) no gabinete da reitoria. Na oportunidade, o professor Evandro Soares, que assume como reitor em exercícicio, esclareceu o quadro da situação real de pagamento da empresa MBJ e discutiu as alternativas para a resolução das reivindicações dos colaboradores (Com assessoria).

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Ralf | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 07h34
    0
    2

    Mas pra que segurança no campus, ali não é a turma do paz e amor. Chega de policiamento no campus, deixa a gelara fumar em paz.

  • Ademir | Segunda-Feira, 12 de Agosto de 2019, 21h34
    1
    2

    Ainda tá esta comuniista de reitora na UFMT, querem que fecha mesmo!!!!

  • Lídia | Segunda-Feira, 12 de Agosto de 2019, 19h15
    2
    2

    Incompetência tem nome.

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.