Cidades

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 09h:35 | Atualizado: 24/02/2020, 14h:28

FLAGRANTE

Ultrapassagens ilegais "correm soltas" na MT-251; Polícia não consegue fiscalizar

Rodinei Crescêncio

MT-251

Olha a situação flagrada: 4 carros forçando ultrapassagem de uma vez só em trecho da MT-251 de faixa contínua - rezar para finalizarem bem é o que resta

Casos de ultrapassagem perigosa correm soltos pela rodovia MT-251, a Estrada da Chapada. No local, o  flagou facilmente situações ilegais. Segundo o comandante do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário da Polícia Militar, Adão César, a infração é uma das mais comuns. “Em dia normal, você percebe a todo tempo pessoas forçando a ultrapassagem em locais proibidos”. Em épocas festivas, como o Carnaval, a infração eleva o risco na estrada.

O comandante ressalta que a prática é feita longe dos olhos dos militares. “Se o motorista viu a viatura, não vai fazer a conversão”.

Ele diz que a fiscalização se baseia somente em flagrantes feitos pelos próprios policiais ou denúncias. Por isso, não há dados sobre o fenômeno, a não ser “meramente especulativos”.

“Aqueles maus condutores buscam a todo o momento a ultrapassagem para ficar na frente. É a velha máxima de quem está conduzindo o carro na minha frente é sempre o mais lento. Tem que passar esse cara e andar mais rápido. Aí eles forçam essa ultrapassagem”.

Quando há viaturas estacionadas em pontos da MT-251, índices de ultrapassagem e demais infrações caem à quase zero. “Quando a PM está lá, condutores não fazem isso, pois o medo é de ser multado”. O motorista pode ser notificado mesmo sem abordagem, ou seja, se o policial viu e anotou a placa.

Um cidadão comum também pode denunciar casos de ultrapassagem a PM, caso informe a placa ou identifique o motorista infrator. Mas, segundo o comandante, quando houver abordagem, o condutor receberá uma orientação e não multa. Isto porque o Código de Trânsito Brasileiro exige a presença do policial para fazer o flagrante ou ser autor da notificação.

Rodinei Crescêncio

MT-251

Faltam tecnologias para fiscalização

Para fiscalizar e proteger cerca de 60 km da MT-251, entre Cuiabá e Chapada de Guimarães, o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar dispõe de somente uma guarnição com três oficiais. Eles não têm auxílio de tecnologias, como câmeras e radares. Com baixo efetivo, as autuações da PM na rodovia se resumem a blitz, paradas em postos policiais e eventuais flagrantes.

Até mesmo para autuar casos de excesso de velocidade são necessários radares, que não estão disponíveis ao batalhão. O equipamento é necessário para provar que o condutor cometeu o delito, pois o PM não pode constatar isso com base em sua percepção. A responsabilidade pela instalação dos equipamentos seria da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).

Segundo Cesar, a infraestrutura tecnológica seria outra solução para a fiscalização e combate às infrações. Isto por que com o videomonitoramento, por exemplo, pode ser feito as notificações dos condutores infratores. “Você inibe a pessoa de fazer a ultrapassagem também”, pontua.

César nega a visão de que os equipamentos sejam uma forma do Estado ganhar dinheiro. “Não é! O radar eletrônico inibe a pessoa de praticar o excesso de velocidade e ultrapassagem em local proibido”, cita ao apontar como exemplo monitoramento das ruas de Capital. Segundo a Prefeitura de Cuiabá, os eletrônicos permitiram redução de acidentes fatais.

Sem a infraestrutura tecnológica, as infrações mais comuns são percebidas, quando a PM para os carros. São elas: a embriaguez, documentação irregular ou falta dela e até dirigir com calçado inapropriado.

Operação Carnaval

Segundo o tenente-coronel Cesar, o Batalhão de Trânsito vai atuar em todos os pontos em que forem confirmados os carnavais. Nas rodovias, o foco será para a MT-251 e as saídas de Cuiabá para Distrito da Guia, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antônio do Leverger e Acorizal.

Informa também que haverá o chamado comboio até Chapada dos Guimarães. Esta é uma tática que a PM adota em que segura alguns veículos de passeio em um posto. Uma viatura policial fica na frente e puxa os demais carros. O objetivo é evitar a direção perigosa e ultrapassagem para acompanhar o trajeto dos carros.

Para atender a demanda, conta que haverá reforço de militares. Cesár conta que também haverá reforço da Operação Lei Seca. O batalhão irá focar nos testes de bafômetros. Por isso, orienta prudência aos motoristas. “Se divirta, mas, quando voltar, volte com segurança. Se beber não dirija”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.