Nos caminhos de Tangará da Serra

Por 10/05/2019, 00h:00 - Atualizado: 09/05/2019, 21h:37

edesio do carmo artigo 400

Edésio Adorno

Quando Washington Luís, então presidente da República, em 1928, inaugurou a primeira rodovia pavimentada do Brasil, a Rio-Petrópolis, o lema do seu governo – governar é abrir estradas – ganhou as manchetes da imprensa e motivou acalorados debates políticos e acadêmicos.

Rasgar o Brasil e interligar todas as regiões por meio de estradas pavimentadas se tornou um imperativo. O sucesso na abertura de fendas na Serra do Mar para fazer a ligação entre a Capital Federal e a cidade imperial animou o governo brasileiro a executar novos e desafiadores projetos de construção de estradas revestidas de pavimentação asfáltica.

Quase 50 anos depois, as rodovias federais (BRs-364 e 163), duas artérias fundamentais à integração e ao desenvolvimento do país, começam em Limeira (SP) e em Tenente Portela (RS). Elas cortam o Sul, Sudeste, Centro e terminam no Norte do Brasil. A BR-364 termina em Mâncio Lima, no Acre e a BR-163 em Santarém (PA).

Mato Grosso é beneficiário dessas rodovias, ainda hoje inconclusas na parte que penetra a região Norte do país. Por elas, a produção rural do Estado segue para os portos de Itacoatiara (AM), Miritituba e Santarém (PA), Santos (SP) e Paranaguá (PR). Boa parte dos municípios mato-grossenses localizam-se a quilômetros de distância dessas rodovias federais.

Mauro Mendes e Otaviano Pivetta sinalizam romper esse ciclo de abandono das rodovias

Edésio Adorno

Tangará da Serra e os demais municípios das regiões Sudeste e Noroeste de Mato Grosso dependem de estradas estaduais para acessar as BRs 163 ou 364. É aí que a porca torce o rabo. O governo do Estado sempre alegou falta de recursos para manutenção das rodovias estaduais ou nunca teve a percepção do presidente Washington Luís.

Se governar é abrir estradas; desgovernar é deixar estradas permeadas por atoleiros, buracos e em condições de intrafegabilidade. Quantos desgovernos já tivemos!

Mauro Mendes e Otaviano Pivetta sinalizam romper esse ciclo de abandono das rodovias estaduais. O deputado estadual João Mattos (MDB) veiculou ontem (9), nas redes sociais, ordem de serviço expedida pela secretaria de Infraestrutura (Sinfra) autorizando o início das obras de recuperação da rodovia que liga Barra do Bugres a Tangará da Serra (MT-358).

O trecho da mesma rodovia entre Tangará da Serra e o distrito de Ita Norte, em Campo Novo do Parecis, também será totalmente restaurado. O deputado informou ainda que a MT-480, que liga Tangará da Serra ao distrito de Deciolândia, em Diamantino, será igualmente reciclada.

A pavimentação da rodovia MT-240, entre Tangará da Serra e Santo Afonso, deve ser iniciada nos próximos dias. Essa obra será executada pelo governo em parceria com as prefeituras e associações de produtores rurais.

Tem mais: é compromisso do governo Mauro/Pivetta pavimentar no mínimo 20 Km da rodovia MT-339, que faz a ligação de Salto do Céu a Tangará da Serra e beneficia os produtores rurais do assentamento Antônio Conselheiro.

Estradas em condições de tráfego seguro podem fazer com que os políticos de Tangará da Serra descubram a verdadeira vocação da cidade, saiam da zona de conforto, promovam seu desenvolvimento econômico e cuidem de pensar e implantar políticas de geração de emprego e renda para a população.

Antes de esperar que alguma indústria caia do céu, é preciso fazer com que o esporte, a cultura, a educação, a prestação de serviços, o comércio e a agricultura familiar produzam riquezas para o deleite dos tangaraenses.

Edésio Adorno é advogado em MT e escreve exclusivamente para este Blog toda sexta-feira. E-mail: edesioadorno@gmail.com​

Postar um novo comentário

Apoio entre opositores é pura falsidade

diego guimaraes 400 curtinha   O tão propagado apoio político recíproco entre os vereadores de oposição em Cuiabá, principalmente em relação ao futuro cassado Abílio Júnior, não é verdadeiro. Todos são concorrentes entre si. Tentam viabilizar suas...

Joaninha se afasta da Câmara de Sinop

joaninha 400 sinop vereador curtinha   O vereador por Sinop Joaninha (MDB), conforme a coluna Curtinhas adiantou, se licenciou do cargo por 60 dias para se recuperar do acidente que sofreu durante manobra na Competição Duelo de Motos, em Atibaia (SP). Enquanto isso, o suplente Mauro Garcia (MDB), ex-secretário de...

Manifestação de apoio deles para ele

elizeu nascimento 400 curtinha   Mesmo com o apoio dos deputados Elizeu Nascimento (foto), Xuxu Dalmolin e Ulysses Moraes que levaram até assessores, em pleno horário de expediente, a manifestação pró-Abílio na Câmara de Cuiabá foi considerada fraca. Investigado por quebra de decoro...

TCE cria estrutura para atender a AL

maluf 400 curtinha   A Assembleia Legislativa saiu de Guilherme Maluf (foto), mandando-o para o TCE, mas ele não saiu da AL. Alçado à presidência com menos de um ano na cadeira vitalícia, Maluf acaba de criar uma assessoria parlamentar para promover o intercâmbio com as comissões da AL e ainda um...

Cassação de Abílio depois do Carnaval

abilio junior 400 curtinha   Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval. A...

PGR monitora delação de ex-deputado

jose riva 400 curtinha   Membros do alto escalão da Procuradoria-Geral da República, que rejeitou a proposta de delação de José Riva (foto) na esfera federal por causa de omissão de crimes, estão monitorando os bastidores do acordo de colaboração, agora entre o Ministério...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.